"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quarta-feira, agosto 31, 2011

Agora o bicho vai pegar, vamos lá.

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais realiza audiência pública na próxima quinta-feira (1º/9/11), às 9 horas, no Auditório. O autor do requerimento, deputado Adelmo Carneiro Leão (PT), quer debater denúncia formulada pelo Ministério Público sobre a precariedade do sistema socioeducativo do Estado. Nos últimos três anos, teriam ocorrido a morte de pelo menos 30 adolescentes infratores mantidos sob a custódia do poder público.

Foram convidados para participar da reunião: o presidente do Conselho Nacional de Justiça, Antonio Cezar Peluso; o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada; a defensora pública-geral do Estado, Andréa Abritta Garzon Tonet; a diretora do Centro de Estudos da Magistratura da Amagis, desembargadora Jane Ribeiro Silva; a juíza da Vara Infracional da Infância e da Juventude, Valéria da Silva Rodrigues; a coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância e da Juventude, Andréa Mismotto Carelli; o promotor Márcio Rogério de Oliveira; e o presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema Socioeducativo do Estado de Minas Gerais, Alexandre Paulo Canella.



Fonte: ALMG



Importante: Nesta data será importante a participação dos Agentes de Segurança Socioeducativa neste evento. Desta forma o Sindsisemg pede aos colegas vá neste evento com com a nossa Farda e mostrem qual é a verdadeira faze do sistema. Vamos mostrar como a SUASE aje, como as autoridades estão nem ai para os profissionais que trabalham sem as minimas condições de segurança. Então não fiquem na MOITA e vá a ALMG e mostre a cara, vamos reivindicar melhores condições de trabalho e concurso pública já.

Adolescentes roubam jovens e são espancados por testemunhas, no ES

Menor e amigo de 19 anos abordaram duas jovens em Cariacica.
Após serem espancados, eles foram socorridos e levados ao DPJ.

Do G1 ES
Um adolescente e um amigo de 19 anos foram espancados por testemunhas que viram os dois roubando duas jovens na noite desta terça-feira (16), no bairro Vila Palestina, em Cariacica. As vítimas são duas amigas de 18 e 25 anos. A bolsa que os acusados levaram foi recuperada pela polícia.

"Estávamos indo para uma lanchonete quando fomos abordadas. Um deles abriu a jaqueta, disse que estava armado, pediu minha bolsa e o celular", disse uma das jovens. A arma usada para render as estudantes foi uma manete, uma peça de freio de bicicleta. Segundo a jovem, o suspeito colocou essa peça em sua cintura e, como estava escuro, ela pensou que era um revólver.

O pai do menor, José Barbosa, esteve no local e disse que esta é a segunda vez que o adolescente é apreendido. A primeira foi por posse de drogas. "A gente dá conselho, dá conselho, e não tem jeito. Dá tristeza né", afirma o pai, que é catador de recicláveis. "Meu filho foi levado para o crime pelo colega", completa.

Após o espancamento, os dois jovens foram levados para o pronto atendimento (PA) de Itacibá, em Cariacica. Eles foram medicados e, depois, encaminhados para o Departamento de Polícia Judiciária do município.

Quadrilha que usa crianças para trafico é presa


terça-feira, agosto 30, 2011

Tentativa de assalto dentro de presídio termina com dois detentos mortos em Recife (PE)

Corpos foram encontrados na madrugada desta terça-feira no Aníbal Bruno

Dois detentos do Presídio Aníbal Bruno, em Recife (PE), foram mortos a facadas e carbonizados por volta das 3h30 desta terça-feira (29), durante uma briga entre os presos. Igor Percival Fernandes da Silva e Valdir José da Silva, ambos de 25 anos e presos por homicídio, estavam internados no pavilhão F e foram descobertos pelos presos do pavilhão R, quando tentavam roubar objetos dos detentos.

Durante a tentativa de assalto, a dupla feriu levemente outros dois presos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, ao retornarem para as celas do pavilhão F, foram perseguidos e mortos com golpes de faca artesanal e em seguida tiveram seus corpos carbonizados.

A dupla já possuía histórico de assalto no presídio, inclusive roubando visitantes, de acordo com o órgão. O superintendente de Segurança Penitenciária, coronel Francisco Duarte, informou que já foi instaurado um procedimento administrativo disciplinar para apurar o ocorrido. Segundo o superintendente, as vítimas se esconderam na hora do fechamento dos pavilhões, por volta das 17h, e pernoitaram fora do pavilhão.

Fonte:http://noticias.r7.com/

Polícia encontra fotos de crianças com armas em celular de homens presos em Porto Alegre


Lucas Azevedo
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Alegre
Durante a prisão de três homens envolvidos com o tráfico de drogas no bairro Santa Teresa, em Porto Alegre, policiais da 20ª DP encontraram em um celular fotos de crianças exibindo armas de fogo. Em uma das imagens, um adolescente e um menino fazem poses e exibem um revólver e uma pistola para a câmera.

Segundo o investigador Marco Antônio de Oliveira, os presos se recusaram a identificar os menores. “Essas armas são verdadeiras. Tanto é que numa das apreensões que fizemos com esse pessoal pegamos uma pistola semelhante à da foto”, diz o agente.

Os homens foram presos em um carro na manhã desta sexta-feira (29). Segundo a investigação, eles distribuem a droga na região, após serem abastecidos por uma quadrilha da zona leste da capital.

“Já apreendemos com eles seis carros e descobrimos que trazem grupos de funk do Rio de Janeiro para shows particulares”, completa Oliveira.

Outro material descoberto num dos celulares do trio é um funk que exalta o papel da gangue no bairro e que faz apologia ao tráfico.

Os investigadores tentam, agora, identificar as crianças para repassar o caso ao Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca).

Mulher é presa por tráfico e usa criança para esconder drogas

Os policiais da Delegacia de Entorpecentes prenderam na tarde dessa segunda-feira (6), Josélia Mendes da Silva, acusada de tráfico de drogas na região da Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina. A mulher já estava sendo investigada há cerca de um ano e após um mandado de busca, os policiais efetuaram a prisão da acusada.

Segundo o delegado de Entorpecentes, Samuel Silveira, a presa estava com 200g de crack e bicarbonato de sódio. Na casa dela também foi apreendida uma balança de precisão e cerca de R$ 800.

Ainda segundo o delegado, no momento da prisão, a mulher de 29 anos estava com suas duas filhas e tentou esconder a droga colocando-a entre o seu corpo e o da criança, de apenas três anos. ?Após a prisão, a polícia encaminhou as duas crianças para o Conselho Tutelar. Nós também estamos tentando prender o marido de Josélia que também tem ligação com o tráfico, mas no momento da abordagem ele não estava no local?, ressaltou.

Josélia Mendes, após prestar depoimento na delegacia de Entorpecentes, foi encaminhada para a Central de Flagrantes.


Reportagem: Gil Oliveira
Fonte:http://portaldaclube.globo.com

segunda-feira, agosto 29, 2011

MT: Menina de 16 anos gerenciava "boca de fumo" no centro de Cuiabá

Policiais militares fecharam uma boca-de-fumo na Praça Maria Taquara que era gerenciada por uma menina de 16 anos. Com ela, os PMs apreenderam 108 trouxinhas de pasta-base de cocaína escondida numa bolsa. A detenção ocorreu, por volta da meia noite e meia de hoje após uma denúncia anônima.
MT: Menina de 16 anos gerenciava "boca de fumo" no centro de Cuiabá


MT: Menina de 16 anos gerenciava "boca de fumo" no centro de Cuiabá


Policiais militares fecharam uma boca-de-fumo na Praça Maria Taquara que era gerenciada por uma menina de 16 anos. Com ela, os PMs apreenderam 108 trouxinhas de pasta-base de cocaína escondida numa bolsa. A detenção ocorreu, por volta da meia noite e meia de hoje após uma denúncia anônima.

Aos policiais, a adolescente alegou que comprou uma porção grande e preparou os papelotes em casa. Iria vendê-los a R$ 10 e pretendia faturar "um bom dinheiro". De lá, a garota foi levada para o Plantão Metropolitano.

O delegado plantonista preencheu um termo de ato infracional " equivalente ao flagrante. Ela será encaminhada para a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) da Capital.
Fonte: Midia News - Segadas Vianna

Menor é flagrado em Rio Grande da Serra com 61 unidades de drogas

Com 50 mil habitantes, o município de Rio Grande da Serra continua a perder crianças e adolescentes para o mundo do tráfico. Na madrugada da última segunda-feira, um adolescente de 17 anos e morador da Vila Figueiredo foi surpreendido por policiais militares no centro da cidade enquanto traficava o material. O jovem infrator foi conduzido até a Delegacia de Polícia de Ribeirão Pires, onde foi ouvido e apreendido até decisão do Ministério Público.


Segundo as informações da polícia de Ribeirão Pires, onde o caso foi registrado, o crime aconteceu por volta das 3h da última segunda-feira. Policias militares, durante patrulhamento pela região, vieram a perceber a presença suspeita de um indivíduo na avenida Jean Lieutaud. Ao ver a viatura policial se aproximar, o adolescente tentou fugir, além de retirar do bolso da blusa uma sacola plástica e jogando no chão. Em seguida os milicianos conseguiram deter o suspeito e abordá-lo.

Durante a revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado, porém na embalagem plástica estavam as drogas. 29 papelotes de cocaína, 23 de crack, nove de maconha, além de R$18,00 em notas pequenas e dois vales transportes.


Questionado pelos policiais sobre os entorpecentes, o adolescente assumiu ser o dono do material e que estava a serviço do tráfico. Com isso, os militares deram a voz de apreensão ao adolescente pelo ato infracional por porte de drogas sem autorização.


Conduzido até a Delegacia de Polícia de Ribeirão Pires, já que a de Rio Grande não funciona no período da noite, o menor foi ouvido pelas autoridades. Após a oitiva, o infrator permaneceu na delegacia pela gravidade do ato cometido e também para sua própria segurança. Até o dia de ontem, o infrator continuava na cadeia da Estância.


A última apreensão de drogas da Polícia Militar em Rio Grande da Serra aconteceu no último dia nove, há pouco mais de uma semana. Jaqueline dos Reis, desempregada de 25 anos e moradora do bairro Monte Alegre, foi surpreendida pela polícia enquanto se desentendia com uma usuária na rua Prefeito Arthur Gonçalves Souza Júnior, na Vila Arnould.


Com a traficante foram encontradas 34 trouxinhas de maconha, que no total contabilizaram 260 gramas.


Foi então dada voz de prisão em flagrante por tráfico de drogas à Jaqueline, enquanto a outra envolvida foi feito um termo circunstanciado e logo em seguida liberada pelas autoridades.
Fonte:http://www.folharibeiraopires.com.br/

domingo, agosto 28, 2011

Tiroteio em BH mata um e interdita trânsito na Cristiano Machado- Agente penitenciário é morto

Um agente penitenciário morreu e duas pessoas ficaram feridas num tiroteio no Bairro Guarani, Região Norte de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), os disparos aconteceram no início da tarde desta sexta-feira na Avenida Waldomiro Lobo, esquina com Cristiano Machado. A troca de tiros parou o trânsito no sentido Centro/bairro.
Uma equipe da Delegacia de Homicídios de Belo Horizonte seguia pela Cristiano Machado quando viu um Fiesta com três suspeitos. Os policiais tentaram abordar os homens dentro do veículo. O grupo fugiu batendo num Honda Civic no caminho. Desgovernado, o Fiesta também atingiu uma caminhonete, um Astra e só parou ao colidir num caminhão.
Quando o carro parou, os policiais ordenaram que os suspeitos descessem do veículo, mas eles reagiram disparando contra os agentes. Houve troca de tiros e muito pânico entre moradores da região. Um policial e um dos suspeito ficaram feridos. De acordo com a polícia, um dos bandidos é um velho conhecido e já havia atirado em policiais no Bairro João Pinheiro, Região Nordeste de BH.
Dois suspeitos tentaram roubar um veículo na Avenida Waldomiro Lobo para continuar a fuga. Eles abordaram um motociclista, sem saber que a vítima era agente penitenciário. Quando perceberam que o piloto estava armado, atiraram na cabeça dele. O agente morreu no local do crime e os bandidos conseguiram fugir levando a moto.
A região foi tomada por viaturas das polícias civil e militar, deixando o trânsito complicado. De acordo com a BHTrans, o tráfego ficou normal apenas em uma faixa no sentido bairro/Centro da Avenida Cristiano Machado, o que provocou uma retenção até o Anel Rodoviário. A opção para os motoristas que pretendem passar pela região é pegar um desvio pela Via 240, passar pela Avenida Saramenha, saindo em um trecho da Avenida Waldomiro Lobo depois do local interditado.
Fonte:EM
Matéria com a coloboração do Agentes Marco Costa

Audiência aborda morte de menores infratores sob custódia do Estado

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais realiza audiência pública na próxima quinta-feira (1º/9/11), às 9 horas, no Auditório. O autor do requerimento, deputado Adelmo Carneiro Leão (PT), quer debater denúncia formulada pelo Ministério Público sobre a precariedade do sistema socioeducativo do Estado. Nos últimos três anos, teriam ocorrido a morte de pelo menos 30 adolescentes infratores mantidos sob a custódia do poder público.

Foram convidados para participar da reunião: o presidente do Conselho Nacional de Justiça, Antonio Cezar Peluso; o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada; a defensora pública-geral do Estado, Andréa Abritta Garzon Tonet; a diretora do Centro de Estudos da Magistratura da Amagis, desembargadora Jane Ribeiro Silva; a juíza da Vara Infracional da Infância e da Juventude, Valéria da Silva Rodrigues; a coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância e da Juventude, Andréa Mismotto Carelli; o promotor Márcio Rogério de Oliveira; e o presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema Socioeducativo do Estado de Minas Gerais, Alexandre Paulo Canella.



Fonte: ALMG
Importante: Nesta data será importante a participação dos Agentes de Segurança Socioeducativa neste evento. Desta forma o Sindsisemg pede aos colegas vá neste evento com com a nossa Farda e mostrem qual é a verdadeira faze do sistema. Vamos mostrar como a SUASE aje, como as autoridades estão nem ai para os profissionais que trabalham sem as minimas condições de segurança. Então não fiquem na MOITA e vá a ALMG e mostre a cara, vamos reivindicar melhores condições de trabalho e concurso pública já.

Projeto de lei 4.591/2001


O projeto de lei 4591/2001 que acrescenta ao art. 117 do Regime Jurídico Único – Lei 8112/90 (estatuto dos servidores federais), conduta punitiva de quem assedia moralmente inferior hierárquico define o assédio moral assim:
“§ 1º Para fins do disposto neste artigo considera-se assédio moral todo tipo de ação, gesto ou palavra que atinja, pela repetição, a auto-estima e a segurança de um indivíduo, fazendo-o duvidar de si e de sua competência, implicando em dano ao ambiente de trabalho, à evolução profissional ou à estabilidade física, emocional e funcional do servidor incluindo, dentre outras: marcar tarefas com prazos impossíveis; passar alguém de uma área de responsabilidade para funções triviais; tomar crédito de idéias de outros; ignorar ou excluir um servidor só se dirigindo a ele através de terceiros; sonegar informações necessárias à elaboração de trabalhos de forma insistente; espalhar rumores maliciosos; criticar com persistência; segregar fisicamente o servidor, confinando-o em local inadequado, isolado ou insalubre; subestimar esforços”.


O assédio moral no serviço público
www.inaciovacchiano.com

Matéria com a contribuição do Agente Marco Costa

Passa projeto de reajuste para policiais

Passa projeto de reajuste para policiais, bombeiros e agentes penitenciários
O reajuste salarial para policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários, objeto do PL 2.109/11, do governador, também foi aprovado pelo Plenário em 2º turno. De acordo com o projeto, o reajuste será concedido de maneira escalonada. Os servidores terão aumento de 10% em outubro de 2011; 12% em outubro de 2012; 10% em outubro de 2013; 15% em junho de 2014; 12% em dezembro de 2014; e 15% em abril de 2015. Também serão beneficiados os agentes de segurança socioeducativos, as carreiras administrativas da Polícia Civil e o pessoal civil da Polícia Militar. O projeto deixa claro ainda que o reajuste se estende aos inativos e pensionistas que fazem jus à paridade com o pessoal da ativa, nos termos da legislação vigente e da Constituição da República. A expressão "vencimento básico" no inciso IV do artigo 1º foi substituído pelo termo "subsídio", conforme emenda da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, aprovada pelos deputados.
Durante a discussão em Plenário, o projeto recebeu a emenda nº 2, do deputado Bonifácio Mourão (PSDB), que foi aprovada sem parecer. A emenda diz que o reajuste previsto pela futura lei incidirá sobre a vantagem pessoal, prevista no parágrafo 3º do artigo 4º da Lei 18.975, de 2010, do pessoal civil da Polícia Militar.

RÔMULO ASSIS
Diretor Financeiro da Sindsisemg
Palicioli Contabilidade
31 3222 1304

Aluno agride e ameaça diretora de escola

Aluno que não gostou de ser repreendido chuta a diretora de 56 anos em MG

Além de atacá-la, o adolescente avisou que buscaria uma arma, pois não a deixaria sair viva da escola

Belo Horizonte — Um clima de medo e de indignação tomou conta das salas da Escola Municipal Maria Silva Lucas, no Bairro Novo Progresso, em Contagem, depois que a diretora Joana*, 56 anos, foi agredida e ameaçada de morte por um aluno de 15 anos na tarde da última quinta-feira. Pouco depois, na noite do mesmo dia, cinco integrantes de um bando da região tentaram pular o muro dos fundos da unidade para usar drogas no campo de futebol, cometer atos de vandalismo e praticar furtos. Não foi a primeira vez que o grupo invadiu o prédio, mas essa última despertou pânico, já que funcionários temiam ser uma ação do estudante agressor.

Joana* conta que foi agredida após encontrar o aluno no pátio, carregando um colega nas costas. “Eu falei: ‘Pode parar, pode voltar para sua sala’. Fui com ele para a supervisão, abri a porta e comuniquei a supervisora que o aluno estava fora da sala da aula. Ela lembrou ao estudante que ele tinha acabado de voltar de uma suspensão e ele me empurrou”, disse a diretora, que decidiu chamar a mãe do adolescente e PMs da Patrulha Escolar. “Ele saiu para um lado e eu saí para o outro. Quando eu estava entrando na minha sala, senti o chute nas minhas pernas. Pegou de raspão, mas eu poderia ter sofrido um problema de coluna”, acrescentou. Antes do chute, segundo testemunhas, o aluno gritou: “Vou te matar, vagabunda. Vou em casa pegar uma arma e você não sai viva daqui”.

O aluno foi para casa e não voltou. A mãe, que é separada do marido e cuida de uma filha portadora de necessidades especiais, foi à escola tirar satisfações com a diretora, acusando-a de perseguir seu filho. “Ele briga com os colegas e, em junho, foi parar na Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente. Ficou suspenso por dois dias”, disse a diretora.

Na manhã de ontem, em mais uma atitude de intimidação, uma bomba do tipo usado em festas juninas foi jogada por cima do muro. O clima de violência na região é tamanha que as crianças não se assustaram, segundo a diretora, pois estão acostumadas com disparos de tiros nas imediações da escola e com traficantes soltando fogos de artifício para anunciar a chegada de drogas. Outras duas professoras da unidade já foram agredidas fisicamente por alunos. Desde o início do ano, já foram feitos 15 boletins de ocorrência relacionados à escola e envolvendo casos de vandalismo, furto e roubo.

* Nome fictício

Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br

Estes são os adolescentes do sistema socioeducativo

sábado, agosto 27, 2011

Adolescente cultivava maconha em casa na BA

Polícia encontrou cerca de 200 pés da erva na residência do menor

Do R7, com Sociedade Online
A polícia da cidade de Maracás, centro-sul da Bahia, apreendeu um adolescente por volta das 23h da última sexta-feira (22). O menor foi apresentado nesta segunda-feira (25) ao Juizado da Infância e Juventude do município. O pai dele disse que viu mudas plantadas nos fundos da residência, mas afirmou desconhecer que era maconha.

O adolescente que foi encontrado portando maconha, admitiu que plantava a droga em sua casa e levou os policiais para a residência. No local, os agentes encontraram cerca de 200 pés de maconha. As informações são do Sociedade Online.

O menor responderá por ato infracional de tráfico de drogas, além disso ele pode ser internado por até três anos, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente . Ele confessou ser traficante, segundo o coordenador do Juizado, Edson Ney.
Fonte:r7

Pesquisa em SP aponta que 80% dos jovens já consumiram álcool

19% afirmaram consumir álcool mais de uma vez por semana

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo na Casa do Adolescente de Pinheiros, zona oeste da capital, aponta que 80% dos jovens entrevistados já experimentaram bebidas alcoólicas. Desses, 19% afirmaram consumir álcool mais de uma vez por semana.

Foram ouvidos 436 adolescentes com idades entre 10 e 18 anos de idade. O estudo indica que quase metade dos jovens bebeu pela primeira vez em festas (44,6%) ou em casa, com a família (21,3%). Ainda segundo o levantamento, 20% afirmaram tomar bebidas alcoólicas aliado ao consumo de narguilé, e 14% informaram que misturam bebidas com drogas.

Combate

O governo do Estado de São Paulo lançou no último dia 1º de agosto, um programa exclusivo para combater o consumo de álcool na infância e adolescência. O projeto, que conta com o apoio do Ministério Público de São Paulo e representantes dos bares, supermercados e restaurantes, envolve também diversas secretariais estaduais, como Saúde, Educação, Segurança Pública, Justiça e Comunicação, além de órgãos como o Procon-SP e a Vigilância Sanitária Estadual.

O projeto de lei encaminhado à Assembleia Legislativa prevê aplicação de multas de até R$ 87,2 mil, além de interdição por 30 dias, ou até mesmo a perda da inscrição no cadastro de contribuintes do ICMS, de estabelecimentos que vendam, ofereçam, entreguem ou permitam o consumo, em suas dependências, de bebida com qualquer teor alcoólico entre menores de 18 anos de idade em todo o Estado. Atualmente, o comerciante só pode vender bebidas alcoólicas a maiores de 18 anos.
Fonte: r7

sexta-feira, agosto 26, 2011

Fazer ginástica ajuda a largar o vício do cigarro

Exercício aeróbico pode reduzir a ansiedade pelo produto, assim como reduzir medidas

Do R7
O levantamento de peso pode fazer mais do que apenas construir músculos. Pesquisadores afirmam que o exercício pode também ajudar os fumantes a largar o vício, segundo uma reportagem publicada no jornal britânico Daily Mail.

A equipe do Hospital Miriam, em Rhode Island, nos Estados Unidos, descobriu que homens e mulheres são duas vezes mais propensos a parar de fumar caso eles façam treinamentos regulares de resistência.

Baseado em estudos anteriores, a pesquisa concluiu que o exercício aeróbico pode reduzir a ansiedade pelo cigarro, assim como controle de ganho de peso após largar o hábito.

Joseph Ciccolo, autor do estudo, disse que o cigarro mata mais de mil americanos a cada dia.
- Enquanto a maioria dos fumantes quer parar de fumar, menos de 5% são capazes de conseguir sem ajuda. Precisamos de novas ferramentas que possam ajudar os fumantes com sucesso a parar com o vício.

Cerca de um em cada cinco adultos britânicos fumam no Reino Unido e metades dos fumantes de longo prazo morrerão prematuramente devido a uma doença relacionada ao tabagismo.

Em seu estudo piloto, relatados na revista Nicotine & Tobacco Research, a equipe selecionou 25 homens e mulheres fumantes com idade entre 18 e 65 anos que relataram fumar pelo menos cinco cigarros por dia durante um ano.

O grupo foi envolvido em duas sessões de 60 minutos de treino por semana durante 12 semanas. No final do projeto, 16% dos fumantes no grupo de treinamento de resistência não só pararam de fumar, mas também diminuíram seu peso e gordura corporal.

Em comparação, 8% dos indivíduos do grupo de controle pararam de fumar e perceberam um aumento em seu peso corporal e gordura.

Seis menores armados fazem arrastão no centro de BH

Jovens tinham acabado de assaltar um cobrador de ônibus quando foram detidos
Do Hoje em Dia
Seis adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, foram apreendidos na madrugada deste domingo (21), depois de praticarem uma série de assaltos no centro de Belo Horizonte.


Segundo policiais do 1º batalhão, eles estavam armados com um revólver calibre 32, se aproximavam das vítimas, faziam ameaças e roubavam seus pertences.


Após várias denúncias, militares fizeram um patrulhamento pela região e conseguiram localizar o grupo, que havia acabado de assaltar um cobrador de ônibus.


Foram encontrados R$ 240 com os menores e a arma utilizada por eles, que estava com a numeração raspada.


Os adolescentes não contaram como, nem onde conseguiram o revólver. Todos os pertences roubados das vítimas foram recuperados.

Fonte: r7

quinta-feira, agosto 25, 2011

Diretor do Santa Clara engana Agentes dentro da Unidade

Em um processo de recurso de avaliação em estágio probatório, o Diretor do Santa Clara em Belo Horizonte manda os membros da comissão de avaliação assinarem um relatório de recurso em branco, quando o Agente que impetrou o recurso foi buscar a resposta, recebeu a informação do dito Diretor que todos os membros não iriam aceitar o pedido de reconsideração da avaliação.
Porem um dos membros da comissão quando foi questionado sobre se ele tinha lido o recurso disse que nem sabia disto e que o Diretor (presidente da comissão) nem mostrou para ele e que assinou os documentos em branco. Mais tarde o Diretor preencheu todos o documentos (já assinado pelos membros da comissão) a seu bel prazer, negando a reconsideração da nota.
Este Diretor já é conhecido no sistema como uma pessoas despreparada para lidar com Agentes de Segurança Socioeducativo. Esta pessoa, quando atuava em outra Unidade, disse em uma reunião que os Agentes efetivos não poderiam ficar usando o Estatuto do Servidor toda hora. Ele recebeu na hora uma resposta de um Agente efetivo que todos os Agentes tem que usar sim o Estatuto na totalidade, pois caso ele for perseguido, os dirigentes usaram todo o rigor do Estatuto contra ele.
Diretor do Santa Clara seja homem e mostre sua cara, pare com baixaria e assedio moral, com estas suas atitudes o caminho é mover a uma ação na Justiça contra estes assédios. Seja humilhe e pare de tratar os Agentes como bandidos, pare de jogar do lado dos bandidos, lembre-se que você também é Agente e está em Estagio probatório, pare de dar tiro no seu pé.

Direito de ter o dia abonado



Todo servidor na função de Agente de Segurança Socioeducativo tem segundo previsão na Resolução nº 10 de 01 de março de 2004 em seu artigo 31º inciso III, configurado o direito de ter o seu dia abonado quando designado pela direção de sua Unidade de lotação para participar de cursos, seminários e treinamentos. Quer seja plantão noturno ou diurno.
Contribuição do Agente Pedrosa lotado no CES/BH.

Foto: Pedrosa (Graduando em Direito) mais o Agente Luiz em reunião na Cidade Administrativa com o Secretário da SEDS, Lafayette Andrada.

Case investiga fuga de adolescentes

A diretoria da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), divulgou em nota nesta quinta-feira (18), que instaurou processo administrativo para apurar a fuga de 12 adolescentes da Comunidade de Acolhimento Sócio-Educativo (Case) de Salvador. “Todos os funcionários que estavam no plantão, no momento da fuga, estão sendo ouvidos. O fato também foi comunicado à Polícia Militar nas primeiras horas desta quinta”, diz o comunicado. Ainda segundo a nota, o diretor-adjunto da fundação, Isidoro Orge, está na unidade para acompanhar e ouvir pessoalmente todos os funcionários.
Fonte:http://www.tribunadabahia.com.br/

CONTAGEM - Trio de menores apreendidos por roubo


Na noite de ontem, 22, policiais militares do 39º Batalhão apreenderam três menores, dois com 16 anos e um com 17, suspeitos de terem roubado um homem em um carro.


A PM foi informada que a vítima trafegava pela pela Avenida Babita Camargos, quando foi abordado pelo trio. Um deles, de posse de um simulacro de arma de fogo, ameaçou o homem, enquanto os outros dois revistaram e apanharam uma jaqueta e sua corrente de prata.


Após intenso rastreamento, a viatura comandada pelo Sargento Gessi, da 43ª Companhia localizou e apreendeu os menores que foram encaminhados à 4ª Delegacia de Plantão Regional de Contagem.
Fonte: PMMG

quarta-feira, agosto 24, 2011

Agente penitenciário é morto a tiros dentro de carro em Venda Nova

A vítima chegou a ser atendida, mas morreu no Hospital Risoleta Neves. O agente estava armado, porém mas não reagiu


Luana Cruz

Um agente penitenciário foi morto a tiros no fim da noite desse domingo no Bairro Maria Helena, Região de Venda Nova em Belo Horizonte. De acordo com o 49º Batalhão da Polícia Militar (PM), Adaílson Martins foi baleado por volta de 22h30 dentro do próprio carro, um Santana.

O agente, que trabalhava no Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), foi atingido na cabeça e chegou a ser atendido no Hospital Risoleta Neves. Adaílson morreu na unidade de atendimento logo depois de dar entrada.

Segundo a PM, ainda não há suspeitos do crime nem mesmo a motivação dos disparos. O carro foi encontrado batido contra as barras de contenção na Rua Rua Tenente Marino Freire. Ainda segundo a polícia, o agente penitenciário tinha uma arma escondida na canela, mas não disparou contra o atirador. A ocorrência foi registrada na 1ª Delegacia de Plantão da Regional de Venda Nova.

Grande BH

Um adolescente foi morto a tiros em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite desse domingo. De acordo com militares do 36º Batalhão da PM, o menor de 17 anos estava na Rua Comandante Vitor, no Bairro Santos Dumont, quando foi atingido por quatro tiros. Ele chegou a ser socorrido para Hospital Pronto Socorro João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho. A autoria e motivação do crime não foram esclarecidas.
Fonte:http://www.em.com.br

Obs: Matéria com colaboração de Marco Costa

ROTAM - PM apreende 10kg de maconha na PPL


Durante operação no aglomerado Pedreira Prado Lopes - PPL, policiais militares da 2ª Companhia do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas - Rotam apreenderam 10kg de maconha. Três pessoas foram presas.

Os PMs surpreenderam algumas pessoas em volta de uma "fogueira". Eles, ao avistarem a guarnição Rotam, tentaram fugir, mas acabaram sendo abordados. Com eles, foram encontrados R$ 60,20.

Próximo ao local onde o trio estava, em um terreno baldio, foram encontrados 10Kg de maconha que estavam dentro de uma mala de viagem enterrada debaixo de um pé de bananeira. Eles foram conduzidos para a Delegacia Especializada de Plantão Inter. Apuração de Ato Infracional.

Fonte: PMMG

Menores são apreendidos após tentativa de roubo em SP


Eles não levaram nada e fugiram. Segundo a PM, o grupo não faz parte da gangue das meninas da Vila Mariana

Cinco meninas e dois meninos foram apreendidos na tarde de segunda-feira após invadirem um hotel para fazer um arrastão na região do Paraíso, na zona sul de São Paulo.

Eles não levaram nada e fugiram. A Polícia Militar foi acionada e localizou os menores perto da estação do metrô. Os menores foram levados para o 26º Distrito Policial (Sacomã) para serem identificados. Segundo a PM, o grupo não faz parte da gangue das meninas da Vila Mariana, também na zona sul, conhecida por promover uma onda de roubos e furtos na região.

Depois, os menores foram levados ao Conselho Tutelar da Vila Mariana, na Rua Botucatu, onde fizeram bagunça. Eles destruíram móveis e jogaram objetos contra as pessoas que estavam no local. Ainda não há informação se todos os jovens foram para abrigos ou para a Fundação Casa.

Fonte:http://www.gazetadopovo.com.br

terça-feira, agosto 23, 2011

Estado deve pagar periculosidade para agentes penitenciários

O juiz convocado José Cícero Alves da Silva, em atividade na Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), monocraticamente, manteve, a decisão de primeiro grau que determinou que o Estado de Alagoas pagasse adicional de periculosidade com base nos cálculos sobre o subsídio dos agentes penitenciários. O Estado havia entrado com pedido de suspensão da decisão.
O magistrado entendeu que o pedido do Estado não deve prosperar por restarem ausentes os requisitos necessários à sua concessão. “A percepção do adicional de periculosidade pelos agravados está em consonância com a Lei Estadual n° 6.682, de 10 de janeiro de 2006, que criou o cargo de agente penitenciário do Estado de Alagoas”, argumentou o juiz convocado.
O juízo de primeiro grau entendeu, em análise aos contracheques dos servidores, que o Estado não havia incorporado o adicional de periculosidade na parcela única do subsídio, diante disto, determinou a implantação do adicional.
O juiz convocado José Cícero Alves notou que seria mais grave conceder o efeito suspensivo ao presente recurso do que manter a decisão combatida por se tratar de verba com caráter alimentar. O relator do processo negou o pedido de suspensão para evitar o perigo de irreversibilidade e por não entender como não sendo verdadeiras as alegações do Estado.

Por TJ-AL

Cone Sul: PC recupera objetos substraídos, aprende adolescente e prende dois maiores

Polícia Civil recupera objetos substraídos, aprende adolescente e prende dois maiores

Menor chefiava a quadrilha e planejava matar policial civil

Numa operação realizada pela Polícia Civil, contando com cerca de 15 policiais civis de Vilhena e Colorado do Oeste, apreenderam o menor J.A.P. de 17 (anos), bem como os maiores A.V.P. (43 anos) e M.C.G.S. (20 anos), sendo o menor apreendido por receptação, tráfico de droga, Roubos e furtos praticados em Vilhena, Colorado do Oeste e Cerejeiras e os maiores presos em flagrante por receptação.

Esse menor está envolvido com a quadrilha presa em 15/07, em Cerejeiras, assaltando um posto de combustível na cidade, ocasião em que seis pessoas foram presas, um pela Polícia Militar e logo em seguida outros cinco pela Polícia Civil, quando estavam fugindo pelas linhas vicinais portando armas e objetos das vítimas do posto de combustível.

Ficou comprovado que o menor ora apreendido emprestou uma das armas (revólver 38) para realização do roubo praticado em Cerejeiras, bem como teve envolvimento direto com roubos praticados em Vilhena e furtos e arrombamentos em residência nessa cidade, ilícitos onde foram subtraídos um cofre com R$20.000,00 e vários aparelhos eletro-eletrônicos, no dia 02/07, e no 03/07, furtaram mais de R$40.000,00 em jóias e também aparelhos eletrônicos em outra residência da cidade.

Com esses valores, o menor se desenvolvia cada vez mais no crime, contando com consentimento e ajuda de seu pai, o maior A.V.P., que juntamente com seu filho planejou matar o policial civil que o estava seguindo, planejando o crime durante o dia 16/07. Diante da informação, foi apreendido antes de executar seu plano.

Ainda assim, foi apreendida na casa do menor, droga do tipo maconha, misturada em “bolo de chocolate”, material que o menor já enviara anteriormente para o interior da cadeia pública de Vilhena e planejava novamente traficar a maconha misturada em bolo, conforme comprovou a investigação.

Os policiais civis conseguiram, na operação, recuperar inúmeros notebooks, jóias, aparelhos eletrônicos e, inclusive, o cofre furtado que estava enterrado na casa de seu pai, bem como duas motocicletas que foram adquiridas com proveito dos roubos e furtos praticados.

Fonte:http://www.pc.ro.gov.br

Situação dos menores infratores de Santa Catarina é grave

Fuga de 13 internos no último fim de semana revela queda de braço entre gerência e agentes que cuidam dos infratores
Com a fuga dos 13 internos do PAI (Plantão de Atendimento Inicial), no último sábado, a situação dos menores infratores do Estado fica ainda mais complicada. O juiz de execuções penais da Vara da Infância e da Juventude, Alexandre Takashima, não descarta a possibilidade de fechamento do centro por condições inadequadas.

Segundo Takashima, o PAI (Antigo Pliat) não oferece condições para as finalidades que vem sendo usado. O plantão deveria atender os menores infratores por 45 dias para logo após serem encaminhados para o cumprimento da pena, o que não vinha acontecendo. “No ano passado a Comissão da Infância e Juventude visitou o PAI e o local foi considerado, junto com o São Lucas, os piores estabelecimentos do Estado”, explica o juiz. A Justiça chegou a constatar que a nova gerência do PAI vinha fazendo tentativas para cumprir as determinações do ECA (Estatuto do Menor e do Adolescente), o que pode inclusive ter colaborado para um desentendimento interno entre gerência agentes.

Na semana passada, cinco pessoas foram afastadas, depois que menores relataram casos de abusos e violência. O gerente do plantão, coronel Júlio Olegário, informou que a nova postura adotada no tratamento sofreu resistência. “Os menores começaram a ficar aqui por meses, por falta de vagas no sistema. Eles vinham sendo tratados como presos”, explica Olegário. “Tomei a iniciativa de que eles tivessem atividades alternativas, como cuidar da horta e praticar esportes, mas os agentes se negavam a acompanhar alegando falta de segurança”, completa.

Buscas continuam

A fuga de sábado, aconteceu justamente no momento em que Olegário foi buscar comida para os menores, como os agentes não acompanhavam as atividades, 13 menores aproveitaram o momento e usaram lajotas para fugir.

O coronel Araújo Gomes do 4º Batalhão da Polícia Militar informou que as unidades da PM fazem buscas na região. “É um trabalho de inteligência, mas já foi difícil capturar eles pela primeira vez, devemos enfrentar as mesmas dificuldades”, explica.

Com o fechamento do São Lucas, em dezembro do ano passado, o número de vagas para menores no Estado encolheram, e apenas os mais perigosos permaneciam detidos. O novo São Lucas, que será construído em São José, deve ficar pronto em dezembro de 2012.

A Secretaria de Justiça e Cidadania, responsável pelo acolhimento dos menores, foi procurada mas não respondeu aos telefonemas.

Fonte:http://www.ndonline.com.br/

segunda-feira, agosto 22, 2011

Por falta de centro de recuperação, menores infratores não ficam presos

Falta de local adequado para aplicação de medidas socioeducativas faz com que juízes liberem infratores
Para cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente, juízes da Vara da Infância e Juventude estão sendo obrigados a não deter menores infratores no Sul de Minas. Alguns ficam apenas cinco dias detidos, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e se neste prazo não for possível conseguir uma vaga em algum centro especializado, os menores são soltos. Como na região não há nenhuma entidade destinada à recuperação de menores infratores, a Justiça não tem pra onde enviar os adolescentes. Na maioria dos casos, os menores são entregues diretamente aos pais, mas quando o caso é mais grave, de homicídio por exemplo, eles ficam apreendidos em celas especiais de cadeias.

Em 2010, os juízes das varas de Infância e Juventude receberam uma orientação do Conselho Nacional de Justiça para que o ECA fosse cumprido. No mutirão carcerário realizado no segundo semestre de 2010, foi constado que existiam 88 menores apreendidos nas cadeias de Minas Gerais. Cerca de 40% deles estão em unidades prisionais do Sul de Minas. Em Pouso Alegre, por exemplo, de acordo com o Ministério Público, cerca de 10 menores estão detidos no presídio local. São menores que cometeram infrações graves e que são reincidentes em casos de homicídio, roubo e tráfico de drogas. Segundo a promotoria, quando os menores são colocados no presídio, já é feito o pedido de transferência para um centro de internação, o que demora até mais de 20 dias.

Novo Centro

A Secretaria de Estado de Defesa Social anunciou que um centro de medidas socioeducativas, com internação, deverá ser construído em Lavras. O prédio será construído em uma área de 140 mil metros quadrados, onde também será erguido um presídio em 2012. A obra do centro de menores está orçada em R$ 11 milhões e deve começar no segundo semestre deste ano.

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, o judiciário mineiro foi orientado a tomar as providências necessárias para garantir o cumprimento do ECA. O CNJ quer que os juízes fiscalizem a situação dos jovens em conflito com a lei no estado e cobrem do poder executivo locais adequados para o cumprimento das medidas socioeducativas.

Em toda Minas Gerais, o Estado conta com apenas 19 centros socioeducativos, que acolhem 1,1 mil jovens infratores. Em muitas cidades na região, a Justiça e a polícia alegam que a transferência de um jovem para um desses centros costuma demorar mais do que o tempo de cinco dias, previso em lei. Por isso, a opção de encaminhar o menor para uma prisão domiciliar é escolhida com frequência.

Fonte:https://valeindependente.wordpress.com/

ADOLESCENTES MATAM IDOSO PARA ROUBAR R$ 2,00

Dois adolescentes, de 15 e 16 anos, foram apreendidos por policiais da 2ª Delegacia Territorial (DT) de Vitória da Conquista, ontem (18), acusados de latrocínio - roubo seguido de assassinato. Eles mataram o idoso Joaquim Ribeiro Mota, de 73 anos, a pauladas e golpes de foice no rosto, para roubar cerca de R$ 2,00. O corpo da vítima foi encontrado dentro de casa por familiares, no bairro Cidade Maravilhosa, no último domingo (14). Em depoimento, a dupla declarou que planejava roubar o bar da vítima, instalado ao lado do local do crime, mas não conseguiu arrombar a porta do estabelecimento. Eles assumiram também que o fato ocorreu no último dia 12. Os adolescentes serão encaminhados ao Ministério Público, e de acordo com o que determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), poderão ser submetidos a medida sócio-educativa de internação, por um período de até três anos. (Tiago Nunes).



Fonte:http://valcabral.blogspot.com

DEINTER 8 : Apreensões : Adolescente é apreendido vendendo drogas em sala de aula em Pirapozinho



Policiais civis de Pirapozinho apreenderam na manhã de 19/08, o adolescente I.F.S.C., 15 anos, que estava comercializando entorpecente dentro de uma sala de aula, de uma escola estadual da cidade. Com o adolescente foram apreendidas 2 trouxinhas de maconha, que seriam vendidas a estudantes.

Em diligências na companhia do apreendido, os policiais localizaram ainda apetrechos destinados ao fracionamento da droga. O adolescente foi apreendido em razão da prática de ato infracional (tráfico de entorpecente), restando apresentado ao Ministério Público.

Fonte:http://www2.policiacivil.sp.gov.br/

domingo, agosto 21, 2011

Homem é preso suspeito de cometer abusos contra a própria filha em Pouso Alegre

Um homem de 42 anos foi preso em flagrante em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, acusado de abusar sexualmente da filha de 13 anos. A menina denunciou o pai neste fim de semana e disse que sofria com os abusos desde que tinha 7 anos, mas nunca teve coragem de contar para a mãe porque era ameaçada.

O pedreiro aposentado Ronaldo José Pereira, de 45 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar e nega o crime.

A mãe da menina disse que ficou surpresa e não desconfiava. Contou ainda que, algumas vezes, ao chegar do trabalho, encontrou a filha chorando, mas não sabia o motivo.

A menina foi submetida a exames de corpo de delito.

Fonte: O Globo

SOBRE A ADOLESCÊNCIA e AS DROGAS DIÁLOGANDO COM OS PAIS

Trabalhando com mulheres dependentes de drogas e álcool no PROMUD – Programa de atenção à mulher dependente química, no Hospital das Clínicas, e vendo a situação delicada e penosa em que chegam estas mulheres, acredito ser de extrema importância poder compartilhar com os pais algumas questões sobre o tema álcool e outras drogas, de maneira que a prevenção possa iniciar-se dentro de casa.

A grande maioria com certeza já ouviu falar em maconha, cocaína, crack, ecstasy e outras drogas, mas talvez não saibam detalhes importantes das suas características e dos seus efeitos no corpo, e o quanto o papel da família é importante para a prevenção. É importante lembrar que a prevenção começa em casa!

Tenho ficado extremamente alarmada com o relato dos adolescentes em relação a um consumo excessivo de drogas, principalmente o do álcool!

Este texto, tem como objetivo levar os pais a refletirem sobre o tema.

Boa leitura!


Vale a pena iniciar lembrando o que diz o Estatuto da Criança e do Adolescente a respeito do tema, lembrando a importância de não oferecer bebida alcoólica, que é uma droga lícita, antes dos 18 anos.

Alguns pais optam por oferecer um pouco de bebida alcoólica ao filho em ocasiões especiais, isto com o intuito, talvez, de evitar que o filho beba escondido, sendo esta uma decisão muito pessoal, porém, qualquer que seja a decisão, parece ser de grande importância deixar claro que a bebida é permitida apenas em situações especiais!


ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Art. 2º Considera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade.

Art. 19. Toda criança ou adolescente tem direito a ser criado e educado no seio da sua família e, excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar e comunitária, em ambiente livre da presença de pessoas dependentes de substâncias entorpecentes.

Art. 81. É proibida a venda à criança ou ao adolescente de:

II - bebidas alcoólicas;

III - produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica ainda que por utilização indevida;

Art. 243. Vender, fornecer ainda que gratuitamente, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente, sem justa causa, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida:

Pena - detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave. (Redação dada pela Lei nº 10.764, de 12.11.2003)


Breve Panorama do Uso de Drogas Entre os Jovens

• A idade média com que as crianças começam a fumar cigarros é de 12 anos. Experimentam álcool aos 13. E fumam o primeiro cigarro de maconha aos 14. E muitos jovens que usam drogas começam antes dos 10 anos.

• Acreditar que seu filho nunca vai se envolver com drogas é um grande perigo. Pesquisas mostram que o acesso de crianças às drogas é muito mais fácil do que os pais imaginam. Porém, não há ninguém melhor do que os pais e professores para vencer o desafio de manter um jovem longe da droga.

• Um estudo realizado pela Parceria em janeiro de 1999 em cinco capitais brasileiras mostrou que, quando um jovem se sente próximo da família tem menos chances de se envolver com álcool, cigarro e outras drogas.

• Confirmou-se o que muitos pais acreditam: primeiro, que eles podem ensinar os filhos a ver as drogas como um problema sério. Segundo, que eles podem influenciar as decisões dos filhos em idade escolar – fase em que a criança estrutura sua posição em relação às drogas.

• É importante retardar o primeiro contato com as drogas, para que este aconteça quando o indivíduo já estiver preparado para se posicionar frente a estas.


Mantendo um diálogo

• É importante conversar bastante com seu filho sobre drogas e ser claro. Estudos mostram que os filhos gostariam que os pais conversassem mais com eles.

• Os pais precisam se educar, para conversar sobre drogas, é preciso estar tão bem informado quanto seu filho. Você deve ter informações sobre as drogas mais comuns, os efeitos no cérebro e no corpo, os sintomas que provocam, as gírias e como são utilizadas. Neste sentido sugiro para pesquisa os sites do Centro Brasileiro de Drogas psicotrópicas - CEBRID (www.unifesp.br), Einstein (www.einstein.br/alcooledrogas) e Grea/USP (www.usp.br/fm/grea).

• A adolescência é um período cansativo para a família. A comunicação é complicada. Mas se conseguir fazer seu filho crescer sem beber, fumar ou tomar drogas, as chances dele manter hábitos saudáveis na vida adulta são grandes.

• A influência dos pais desde cedo pode poupar o filho de experiências negativas associadas ao uso de drogas.


Estabelecendo regras

• Estabelecer regras e limites não afasta os filhos dos pais. Eles gostam de saber que seus pais se esforçam para educá-los, muitas vezes parece insano, mas é imprescindível este esforço, os filhos precisam sentir que são investidos pelos pais, e parecem querer reafirmar-se disto a todo o momento.

• Estabelecer o que é permitido ou não, determinar um horário para voltar para casa e exigir que telefonem e digam onde estão faz com que os filhos se sintam amados e seguros.

• Não aplique penalidades que não tenham sido discutidas antes. Os castigos devem corresponder aos limites impostos, de tal forma que seus filhos entendam que há um resultado muito previsível quando uma regra é quebrada.

• As penalidades que você determina devem ser razoáveis e relacionadas com a infração.


Dando o exemplo

• No mundo adulto, a bebida é uma prática aceitável. É perfeitamente normal tomar vinho no jantar, caipirinha no almoço ou cerveja no fim de semana.

• Você estará enviando uma mensagem errada se preparar um drinque com a iintenção de aliviar a tensão ou curar uma tristeza ou beber até perder o controle.

• Pais que usam drogas colocam em risco a sensação de segurança e proteção da criança e comprometem seus códigos de moral. Não pense que eles não vão descobrir. Eles vão, e assim que isso acontecer sua autoridade e credibilidade irá para o espaço.

• Pai e mãe são o modelo mais importante e mais próximo da criança. Se eles não respeitam a lei, por que o filho deveria respeitar?


Esclarecendo sua posição

• Não julgue que seu filho conhece a sua posição sobre álcool, cigarro e drogas ilícitas. É preciso falar com ele e deixar a sua posição bem clara.

• Se você for ambíguo e pouco firme, há o risco dele querer experimentar. Diga-lhe que o proíbe de fumar, beber e usar drogas porque você se preocupa com ele. Se uma criança tem dúvidas se pode os não fumar, beber ou usar alguma droga, vai sempre se perguntar: “O que meus pais acham disso?”


Reforçando os valores

• Crianças aprendem com exemplos, com os valores que os pais demonstram por suas ações. Ficam sensibilizados quando vêem que os pais se preocupam com os outros e os respeitam dão atenção aos mais necessitados e são honestos em admitir os próprios erros. Embora saibamos que esses exemplos são importantes, não é fácil ser consistente o tempo todo. Mas devemos estar alertas. Mentiras “inocentes”, como esconder a idade, transmite uma mensagem estranha à criança. “Não é errado mentir?” Ela vai se perguntar.


Buscando momentos de encontro

• Não é sempre possível achar tempo para conversar sobre drogas com seu filho. Uma vida agitada e cheia de compromissos não facilita a convivência, porém você pode buscar incorporar alguns rituais no seu dia-a-dia.

• Pode estabelecer que, uma vez por semana, buscará seu filho na escola e juntos tomarão um sorvete. Depois do jantar ou antes de deitar, reserve alguns minutos para conversarem sobre acontecimentos do dia. Estabeleça a rotina de bater papo – a comunicação é essencial para educar uma criança contra as drogas.

Contando a história familiar

• Se sua família tem tendência a pressão alta, você diz a seus filhos que eles podem ter também. Se há um histórico de drogas, é também preciso dizer.

• Procure dar uma perspectiva positiva. Se as drogas são um problema na sua família, diga à criança que, ao ficar longe delas, evitará o sofrimento dos familiares e construirá um futuro bom.



Mônica Valente
molfvalente@uol.com.br
Tel. 3865-0200



Estas informações foram retiradas do “Guia de Prevenção para Pais e Educadores – Crescendo sem Drogas”, revista da Associação Parceria Contra as Drogas.

sábado, agosto 20, 2011

Polícia detém homens e adolescentes suspeitos de roubar carro em BH

Dois homens foram presos e dois adolescentes apreendidos nesta segunda-feira (8) suspeitos de roubar um carro no bairro Concórdia, na Região Nordeste de Belo Horizonte. Eles foram pegos depois de bater em dois veículos durante a fuga.

O proprietário do carro foi abordado pelos homens quando deixava a namorada em casa. A Polícia Militar (PM) foi chamada e começou a perseguir o veículo na Região da Pampulha.
Durante a fuga, o motorista bateu em outro carro, que estava parado. Uma criança de quatro anos sofreu ferimentos leves e foi levada para um hospital da capital.

Os suspeitos continuaram a fuga e só pararam depois de se envolver em outro acidente. Desta vez, com um micro-ônibus do transporte suplementar. Com os envolvidos a polícia apreendeu um revólver que estava carregado.


Fonte:http://g1.globo.com/

Atiradores de tropa especial são capazes de acertar alvo do tamanho de uma moeda


sexta-feira, agosto 19, 2011

CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS PARA IV SEMINÁRIO ESPAÇO SOB MEDIDA

TEMA: O QUE TORNA A SEGURANÇA SOCIOEDUCATIVA?

Em outubro de 2011 acontecerá o nosso IV Seminário Espaço sob Medida com o tema: O que torna a segurança socioeducativa?
Durante os Espaços sob Medida de Belo Horizonte e os regionalizados discutimos temas pertinentes à segurança socioeducativa. Nesses encontros, tem sido possível perceber que, dia a dia, estamos inventando e reinventando esta prática tão desafiadora. Temos percebido o empenho de cada profissional e seu investimento em um trabalho com cada um dos adolescentes. Descobrimos também que não há um manual ou uma fórmula que nos dê uma única resposta de como fazer uma segurança socioeducativa. Não encontramos nos livros um saber que dê conta de nossos desafios cotidianos e muito menos de todas as possibilidades de intervenções que o trabalho socioeducativo suscita! Mesmo assim, uma prática vem se fazendo, revelando-se, e avança a passos largos. E este é um momento de elaborarmos, transmitirmos e compartilharmos nosso trabalho. Entendemos que assim, construímos nossas histórias e colaboramos para a História. Portanto, convidamos a cada um de vocês, responsáveis pelo trabalho socioeducativo com adolescentes em cumprimento de uma medida, a apresentar a prática de trabalho em sua unidade, saber este que só a experiência nos dá, e compartilhar com os demais colegas em nosso Seminário Espaço sob Medida.
As informações para a escrita e inscrição dos trabalhos encontram-se anexas! Divulguem em toda a Unidades, conversem sobre o Seminário e sobre as práticas que desejam compartilhar. Esse Espaço é de todos nós!
Atenciosamente,
Diretoria de Orientação Socioeducativa

Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas – SUASE Secretaria de Estado de Defesa Social – SEDS Cidade Administrativa - Prédio Minas - 3º andar Belo Horizonte - Minas Gerais
Fone: (31) 3915-5594 dos@defesasocial.mg.gov.br

Jovem tenta se esconder da polícia em mercearia, mas acaba preso por tráfico de drogas



Um jovem de 18 anos foi preso nesta quarta-feira (17), na vila Cafezal, no aglomerado da Serra, região Centro-Sul de Belo Horizonte, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas.
Segundo a polícia, militares faziam um patrulhamento de rotina pela região quando avistaram o jovem em atitude suspeita. Ao se deparar com a viatura, o rapaz correu, se escondeu em uma mercearia, mas foi localizado por policiais. Com o jovem havia setenta reais em dinheiro. Como estava sem documentos, o rapaz foi levado por militares até a residência dele para que pegasse algo que comprovasse os dados passados aos policiais. Os militares resolveram entrar na casa do suspeito e, em uma cama, encontraram 150 buchas de maconha prontas para a venda, materiais usados para embalar a droga e R$ 934 em dinheiro. De acordo com a polícia, o rapaz confessou que iria vender os entorpecentes e que os havia comprado na vila Sumaré. O jovem, que já tinha passagens pela polícia, foi encaminhado para uma delegacia da cidade.

Fonte:http://www.bandmg.com.br/

Três adolescentes assaltam dois postos de combustível em Sobradinho

Três adolescentes foram apreendidos na manhã desta sexta-feira (12/8) pelo assalto a dois postos de combustível em Sobradinho. De acordo com o delegado João de Ataliba, chefe-adjunto da 35ª Delegacia de Polícia, um dos menores, de 15 anos, "já é cliente" da delegacia.

O primeiro assalto foi em Sobradinho I, por volta de 6h. Segundo o delegado, um agente do Centro de Atendimento Juvenil Especializado (CAJE) estava no local e foi abordado pelos menores, que tomaram sua arma. "Um dos rapazes apontou a arma para a cabeça do agente e disse que iria matá-lo. O gatilho foi pressionado duas vezes, mas a arma emperrou", contou Ataliba.

Do posto, os menores levaram apenas cigarros e cervejas. Eles conseguiram fugir com um veículo furtado horas antes do assalto e seguiram para outro posto, em Sobradinho II. Desta vez, os adolescentes conseguiram levar R$ 1.050, além de aparelhos celulares de quatro frentistas que trabalhavam no local.

Os infratores só foram localizados após um morador de Sobradinho procurar a delegacia para informar que um adolescente andava pelas ruas com uma arma na cintura. Segundo o delegado, a polícia localizou o garoto, de 17 anos, que negou a autoria dos assaltos, mas denunciou os parceiros, dizendo que havia apenas emprestado o revólver calibre .38 para a ação.

De acordo com o delegado João de Ataliba, a polícia foi até a casa dos outros dois menores e encontrou parte do dinheiro e das mercadorias. Os dois confessaram o crime e denunciaram a participação do outro menor. "Eles se entregaram, ficaram denunciando um ao outro", contou o delegado.

Os três adolescentes, de 15, 16 e 17 anos, já tinham passagens pela Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e, o mais novo deles, de acordo com o delegado, já é conhecido na delegacia.
Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br

quinta-feira, agosto 18, 2011

COMUNICADO DO SINDPÚBLICOS


Prezados servidores,

Comunico a todos os servidores Administrativos e Técnicos do Sistema Prisional e Sócio-Educativo que ,conforme as últimas reuniões com a Subsecretária da Seplag Dra Fernanda, Ana Costa ,Superintendente da Sulog/SEDS e Daniela Diretora do RH/SEDS para tratar assuntos de
interesse da Carreira destes Servidores , onde em especial
reivindicamos a incorporação do Adicional de Local de trabalho ( que nos foi negado pelo Governo ) nos foi informado e orientado o seguinte:
_ que desde 2004 temos o direito de optarmos em contribuir sobre o Adicional de Local de Trabalho para que este possa ser incorporado quando da Aposentadoria. Esta notícia nos causou um certo desconforto, pois há não tentando conversar com o Governo, jamais nos orientaram sobre esta opção. Para nós da comissão esta foi uma "novidade " ou seria uma "omissão " .



O fato é que a maioria dos servidores da carreira antiga já estão em momento de aposentar-se e , "talvez esta opção não lhes caberia ou não seria uma opção que compensasse", conforme palavras de Daniela , Diretora do RH/SEDS.

Daniela nos informa também que cada caso é um caso e que brevemente a SULOG disponibilizará um informativo aos servidores para orientações sobre direitos e benefícios aos servidores. E mais, que cada servidor pode procurar o DRH para entender sua situação no que diz respeito à
opção de contribuição sobre o Adicional de Local de Trabalho.

Apesar dessas informações , pareceu -nos que nem a pr´pria Seplag e Sulog sabem ao certo como fazer os calculos e orientar aos servidores.

Portanto , vamos pressionar a Seplag e Secretaria para que todas estas informações sejam esclarecidas ao Sindicato e também aos servidores pessoalmente.

A partir de hoje cada servidor pode comparecer ao DRH e cobrar melhores esclarecimentos sobre a sua situação .

Assim que o Sindicato tiver em mãos o conteúdo do Informativo
repassará a todos os representantes das Unidades para que os
servidores sejam esclarecidos.
Quaisquer maiores esclarecimentos poderá ser feito no próprio RH da Unidade que entrará em contato com a Sulog.



Atenciosamente,



Anita Tocafundo Diretora/Sindpúblicos
Contato 031 32712609 (tarde)





Adolescentes assaltam estudantes com arma de brinquedo

Três adolescentes de 15,16 e 17 anos, foram apreendidos na noite desta quinta-feira, 06, no bairro Boa União, minutos depois de terem assaltado duas jovens de quem roubaram uma bicicleta.

De acordo com informações as jovens estavam saindo de uma Igreja quando foram surpreendidas pelos menores que de arma em punho anunciaram o assalto e levaram a bicicleta.

Uma equipe de Policiais militares do 3º Batalhão foi acionada e conseguiram apreender o trio de posse da bicicleta roubada e das armas usadas no assalto.

Para surpresa da Polícia e das vítimas as armas usadas pelos menores eram de brinquedo.

As armas imitam uma pistola e no escuro não há como diferenciar e segundo as vítimas os menores teriam encostado a arma em suas cabeças e ameaçado atirar caso não entregassem a bicicleta.

Os menores infratores foram encaminhados a Delegacia de Proteção a Criança e o Adolescente – DEPCA para as providências cabíveis.

Fonte:http://www.ecosdanoticia.com.br

Mulher é morta por adolescente de 16 anos

Helga Cirino A TARDE

Duas mulheres foram assassinadas entre a noite de sexta, 15, e manhã de sábado, 16, em Salvador, de acordo com registro da Central da Polícia, órgão da Superintendência de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Stelecom). Uma das vítimas foi Taiana Azevedo dos Santos, 30 anos, que foi morta a facadas por uma adolescente de 16 anos, na comunidade de Portelinha, no subúrbio ferroviário de Paripe, por volta das 21h de sexta.

De acordo com informações das testemunhas, a adolescente foi vista perseguindo a mulher com uma faca e acusando-a de traição. Após as facadas, uma vizinha denunciou o ocorrido para militares que faziam ronda na localidade e conseguiram apreender a adolescente. A vítima ainda chegou a ser socorrida ao Hospital do Subúrbio, mas não resistiu.

Vizinhos disseram que a Taiana mantinha relacionamento com um traficante da região, identificado como Reinaldo Costa e apelidado como Deco. A adolescente foi encaminhada para a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

Subúrbio - Outro crime contra mulher aconteceu na madrugada deste sábado, no Subúrbio Ferroviário. Uma mulher, não identificada, foi achada com um tiro na face e marcas de facadas em um matagal no Mosteiro Salvador, em Alto de Coutos. Uma equipe policial, comandada pelo delegado Antônio Carlos Magalhães, está apurando o crime.

Um homem também foi assassinado na comunidade de Planeta dos Macacos, em São Cristóvão, na madrugada deste sábado. A vítima foi encontrada mutilada com o órgão genital na boca. Policiais do Departamento de Homicídios (DH) ainda estão tentando identificar a vítima, mas segundo informações de vizinhos, ele seria reincidente na prática de estupros contra mulheres.

Agentes da DH investigam outros dois homicídios de Rogério Santos e Lendel de Jesus, que foram assassinado no Largo do Tanque e Vale das Pedrinhas, respectivamente.

Fonte:http://www.atarde.com.br

quarta-feira, agosto 17, 2011

Duas mulheres são presas e adolescente apreendida por tráfico em Divinópolis


Rafael Passos


Duas mulheres foram presas e uma adolescente apreendida nesta terça-feira por tráfico de drogas em Divinópolis, na Região Centro-Oeste de Minas. Segundo a Polícia Militar, o trio utilizava um trailer como fachada para traficar e esconder o material ilícito. Elas foram detidas depois de uma denúncia anônima.

A dona do estabelecimento disse à polícia que droga era comprada no Paraguai. No local e em um barracão próximo, os policias recolheram diversas buchas de cocaína e maconha, além de material para embalar as drogas.

A PM apreendeu ainda R$469,60 em dinheiro, uma nota de mil guaranis e outra de cinco mil guaranis (moeda paraguaia), uma cédula de um dólar, uma nota falsa de R$ 50 e três aparelhos celulares. Os mulheres foram levadas para a delagacia.
Fonte:http://www.em.com.br

Adolescente grávida mata jovem com facada no DF

Garota acertou o pescoço da vítima, que chegou a ser socorrida.
Polícia ainda apura motivação do crime; adolescente foi apreendida.
Uma adolescente grávida de 15 anos matou uma jovem de 20 no fim da tarde deste domingo (7) em Samambaia, região a 25 quilômetros de Brasília. O crime teria sido motivado por ciúmes do irmão da adolescente.

A adolescente deu uma facada no pescoço da vítima, que foi levada ao Hospital Regional de Samambaia, mas não resistiu. De acordo com o delegado de plantão da Delegacia da Criança e do Adolescente II (DCA), Marinho Barreto, a jovem grávida contou que já tinha se desentendido com a mulher anteriormente e afirmou que teria sido ferida pela vítima uma vez, mas que não registrou ocorrência.

“Ela disse que encontrou com a mulher na rua neste domingo e que a vítima estava com uma panela e uma faca dentro. Elas começaram a brigar e o crime aconteceu”, explicou Barreto. A adolescente foi encaminhada ao Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje).

O delegado afirmou que a jovem já tinha passagem por roubo e responderá por homicídio. “A medida socioeducativa é de, no máximo, três anos”, explicou. O corpo da vítima será enterrado no cemitério de Taguatinga. A família aguarda a chegada da mãe dela, que mora no Pará, para fazer o sepultamento.

Fonte:http://g1.globo.com

terça-feira, agosto 16, 2011

PRF detém no RJ adolescente que confessou alugar arma para assalto

Aluguel teria saído por R$ 150.
Ele é suspeito de levar roubar um carro na Região Metropolitana do RJ.
Do G1 RJ


Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) detiveram, na madrugada desta sexta-feira (13), em Campos, no Norte Fluminense, um adolescente suspeito de roubar um carro na Região Metropolitana do Rio. De acordo com a PRF, o rapaz estava com uma arma que havia alugado momentos antes do crime.

Os agentes estavam em fiscalização de rotina quando pararam um veículo na BR-101. Ao fiscalizarem o veículo, ocupado por dois adolescentes de 17 anos e um bebê, encontraram uma bolsa feminina com diversos objetos, incluindo um telefone celular e uma carteira com documentos, cujo nome não correspondia a nenhum dos dois ocupantes do veículo.

Os agentes suspeitaram da dupla e resolveram entrar em contato com a titular dos documentos encontrados. Avítima relatou que o carro era dela e que tinha sido assaltada cerca de quatro horas antes, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. De acordo com a PRF, o rapaz que estava dirigindo o carro correspondia exatamente à descrição dada pela mulher ao telefone.

O adolescente confessou o roubo aos policiais e disse que usou uma pistola alugada por R$ 150 no bairro Galo Branco. Ele contou ainda, segundo a polícia, que após cometer o crime a devolveu, seguindo viagem com sua companheira menor e seu filho recém-nascido para Guarapari, no Espírito Santo, onde entregaria o carro.

Os adolescentes e o veículo foram encaminhados para registro na 134ª DP (Campos). Lá, a jovem e o bebê foram liberados.

Fonte:http://g1.globo.com

Adolescente de 13 anos é espancada pelo marido na Serra


Pesquisa mostra que 26% dos jovens apreendidos em Belo Horizonte são reincidentes

Em 2009, 26% dos 6.431 dos adolescentes apreendidos já tinham passagem anterior

Do Hoje em Dia.


Sexo masculino, 15 anos, usuário e traficante de drogas. L. preenche todas as características do grupo de jovens infratores de Belo Horizonte (MG). Assim como ele, 3.759 adolescentes deram entrada no CIA-BH (Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional), em 2009, por envolvimento com entorpecentes – em um universo de 9.605 ocorrências diversas. Ele tem boa chance de permanecer no mundo do crime. As informações são do site do jornal Hoje em Dia.

A “ficha suja” do adolescente não impediu que ele passasse ao largo das políticas públicas de recuperação de jovens infratores.

- Rodei há um ano com bagulho [sic]. Mas, até hoje, não fui chamado para audiência [na Justiça].

O adolescente é morador do aglomerado do Morro das Pedras, um dos maiores de Belo Horizonte. Ele é uma pista da alta reincidência registrada pelo C IA-BH. Em 2009, 26% dos 6.431 dos adolescentes apreendidos e levados ao local já tinham passagem pela polícia.
Sexo masculino, 17 anos, traficante de drogas, J. também já passou pelo CIA-BH, mas, ao contrário de Lucas, já recebeu sua “sentença”. Foi advertido, sem precisar sequer prestar serviço à comunidade ou permanecer na liberdade assistida – sanções normalmente impostas aos menores que cometem atos infracionais considerados brandos. Ele permanece no mundo do crime.

- Fui ouvido e liberado. Hoje continuo no tráfico, mas de leve.

O futuro dos dois garotos é incerto. No domingo (16), o jornal Hoje em Dia mostrou que 33.504 jovens com idades entre 12 e 18 anos podem morrer nas 27 cidades mais populosas do Brasil até 2012 (a contar de 2006), caso as políticas de segurança pública não se aperfeiçoem. Para o mestre em psicologia social Luiz Rena, professor do curso de Psicologia da PUC (Pontifício Universidade Católica) Minas, a reincidência em atos infracionais revela falhas na estratégia empregada com o fim de reverter as condições de exclusão social do jovem. Além do acesso aos programas sociais, defende, é preciso ir além.

- Uma criança e um adolescente têm direito ao Bolsa Família? Têm. Mas têm direto a assistir a um filme e a brincar de bola. Além do básico, o jovem tem outros direitos que a gente não contempla.

Tráfico

Uma lacuna que, na avaliação do desembargador Siro Darlan, membro do Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, é facilmente ocupada pelo comércio de drogas.

- O tráfico compete com o poder público. Se este não faz, o tráfico faz. Ele oferece dinheiro e uma falsa sensação de poder ao adolescente e condições de ele se vestir como uma jovem gosta, com roupa da moda. Então, o tráfico ganha fácil essa guerra.

Ronaldo Araújo Pedron, subsecretário de Atendimento às Medidas Socioeducativas de Minas Gerais, sabe do poder do tráfico, mas confia na eficiência das estratégias de prevenção. Programas de redução do número de homicídios, como o Fica Vivo e o Mediação de Conflitos, afirma, foram reconhecidos pelos resultados obtidos em comunidades com altos índices de criminalidade. Ele alega que a questão da reincidência juvenil em atos infracionais no CIA-BH pode e deve ser avaliada também por outra ótica.

- Em vez de 26% de reincidência, posso dizer 74% de não retorno.

Segundo Pedron, o índice de reincidência registrado se equipara a estados norte-americanos como o Texas. Espera-se que a tendência caia ainda mais em 2010, com a consolidação do trabalho no CIA-BH, onde a atuação conjunta da Polícia Civil, Ministério Público, Defensoria Pública e Justiça permite a aplicação da pena ao menor infrator em menos de 24 horas.

No relatório parcial, entre janeiro a abril, a reincidência baixou para 13% (de 2.922 ocorrências).

- É cedo para estabelecermos uma conclusão definitiva, mas o próprio CIA-BH é uma resposta.

Os dados servirão de análise para eventuais ajustes nas políticas públicas de prevenção em Belo Horizonte. A cidade foi pioneira no país ao se enquadrar às determinações do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que atribui aos municípios a responsabilidade de garantir a oferta de três das seis medidas socioeducativas previstas: reparação ao dano pelo infrator (no caso de pichações, por exemplo), prestação de serviços à comunidade e liberdade assistida.

Desafio

Entre os objetivos dos assistentes sociais do município está a recolocação do menor infrator em sala de aula, o que ainda se apresenta como um grande desafio, segundo Mônica Brandão, gerente de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto da Secretaria Adjunta de Assistência Social de Belo Horizonte.

- A evasão e frequência escolar são fatores que ainda precisam ser trabalhados.

Cris do Morro, produtor cultural do programa Vozes do Morro, no Aglomerado Santa Lúcia, vivencia de perto essa demanda ainda não atendida.

- Não é possível estruturar a vida de um jovem se a família dele ainda está em risco. Cadê as oportunidades para os pais desse menino?

L., o jovem de 15 anos do Morro das Pedras, sabe o que isso significa. O pai é usuário de crack e a mãe trabalha fora para manter os cindo filhos. Ele tem audiência na Justiça na terça-feira, mas isso parece pouco importar.

- Para sobreviver na favela, a gente tem que roubar, que matar.

Fonte:http://noticias.r7.com

segunda-feira, agosto 15, 2011

Rebelião de menores no CAJE - Brasília DF


POLICIAIS MILITARES DO 50ºBPM APREENDEM MENOR COM ARMAS DE FOGO:


BO 53.398/11: Policiais Militares apreenderam na tarde desta quarta (10), um menor com armas de fogo na Vila Castelo Branco.


Equipe de policiais sob o comando do Cabo Campos, durante patrulhamento pela Rua Um, na rua Um, Vila Castelo Branco, deparou com o menor em conflito com a lei de 16 anos, portando uma arma tipo polveira e uma bolsa de cor preta, contendo 04 buchas de maconha, estopa de pano, 02 tubos de pólvora, 01 tubo com várias espoletas, 06 esferas de aço, 01 chave inglesa, 02 alicates e 01 chave de fenda.


Próximo ao menor foi encontrado outra arma tipo polveira que segundo ele, seria de outro menor que estava em sua companhia e que teria evadido quando perceberam a chegada dos militares.


O menor foi apreendido e entregue na Delegacia de Plantão juntamente com todo o material apreendido.

Fotos enviadas pelo Soldado Alves -Força Tática 50ºBPM
Fonte:http://www.pmonline.com.br

Menina de 11 anos, designer, universitários e professor são indiciados por quebra-quebra

Uma menina de 11 anos está entre as centenas de indiciados pelos distúrbios que atingiram a Inglaterra nos últimos dias. A menina - cujo nome não foi divulgado - foi acusada de depredação e tentativa de depredação na cidade de Nottingham, norte da Inglaterra.

Ela se junta a um menino também de 11 anos, acusado de roubar um cesto de lixo em uma loja saqueada no bairro de Romford, em Londres, na lista de 500 indiciados e 1.400 presos pelo quebra-quebra que se espalhou pela Inglaterra.

A idade dos dois chocou o Reino Unido e, à medida que os perfis dos responsáveis pelos ataques começa a surgir, outros fatores começam a surpreender o país.

O comparecimento dos suspeitos a tribunais vem mostrando que os responsáveis pelos saques e pela depredação não foram somente adolescentes desempregados de baixa renda sem valores e sem perspectivas de futuro, como muitos se apressaram a classificar.

Um dos envolvidos nos distúrbios a ser acusado formalmente, por exemplo, foi o professor-assistente de primário Alexis Bailey, de 31 anos, preso em uma loja saqueada de Croydon, no sul de Londres, na noite da segunda-feira (8).

Segundo o especialista em assuntos legais da BBC Clive Coleman, a maioria dos indiciados pelos tribunais britânicos com acusações relacionadas aos distúrbios são homens na faixa de vinte e poucos anos. Mas é nas profissões ou ocupações e alguns dos envolvidos que está a surpresa:

- Entre os acusados na terça-feira havia um designer gráfico, estudantes universitários e de pós-graduação e um homem que havia recém se alistado no Exército.

Segundo ele, muitos dos indiciados alegaram nos tribunais que são pessoas que levavam uma vida tranquila e que têm um bom caráter, mas que simplesmente caíram na tentação de cometer um crime no calor do momento. O advogado de um dos acusados reconheceu que seu cliente cometeu um delito, mas alegou que o fato aconteceu em "um momento de loucura".

Perplexidade

Políticos e acadêmicos reagiram com perplexidade aos distúrbios dos últimos dias. Uma cidade aparentemente tranquila e relativamente segura se incendiou de repente sem que estivesse claro quem estava por trás disso e muito menos por que razão faziam aquilo.

Não parece haver um elemento racial nem político ou econômico na onda de violência que se iniciou na noite de sábado em Tottenham, no norte de Londres, e se espalhou pelo país.

Mais de 1.400 pessoas já foram presas em todo o país nos últimos dias, com mais de 500 indiciamentos. Os acusados estão sujeitos a penas de prisão de até seis meses.
Sem controle

Para John Pitts, professor de direito da Universidade de Bedfordshire, um dos elementos que ajudou a disseminar os saques foi que muita gente "percebeu que podia fazer isso sem controle".

- Quando viram na TV ou seus amigos contaram que isso estava acontecendo, a coisa saiu do controle. Achavam que podiam fazer o que quisessem sem que ninguém fizesse nada para evitar.

Uma jovem de Brixton, no sul de Londres, que falou à BBC confirmou essa visão: "Quando as pessoas viram o que tinha acontecido em Tottenham, viram os roubos nas lojas, todo mundo se excitou e pensou: 'Uau! Coisas grátis!' E pensaram que também podiam fazer a mesma coisa".

A sensação de impunidade foi tanta que em algumas lojas era possível ver os saqueadores provando as roupas antes de levá-las.
Foto:Homem suspeito de ter participado de um motim recente em Londres deixa a Corte de Magistrados no leste de Londres

Fonte:http://noticias.r7.com/

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO SERVIDOR PÚBLICO E DA ALTA ADMINISTRAÇÃO ESTADUAL

TÍTULO I
DA CONDUTA ÉTICA DO SERVIDOR PÚBLICO


CAPÍTULO I
DOS PRINCÍPIOS E VALORES FUNDAMENTAIS


Art. 1º - A conduta do servidor público reger-se-á,
especialmente, pelos seguintes princípios e valores:
I - boa-fé;
II - honestidade;
III - fidelidade ao interesse público;
IV - impessoalidade;
V - dignidade e decoro no exercício de suas funções;
VI -lealdade às instituições;
VII - cortesia;
VIII - transparência;
IX - eficiência;
X - presteza e tempestividade;
XI - respeito à hierarquia administrativa;
XII - assiduidade; e
XIII - pontualidade.

CAPÍTULO II
DOS DIREITOS DO SERVIDOR PÚBLICO PROVENIENTES DA CONDUTA ÉTICA NO AMBIENTE DE TRABALHO


Art. 2º - Como resultantes da conduta ética que deve imperar no ambiente de trabalho e em suas relações interpessoais, são direitos do servidor público:
I - igualdade de acesso a oportunidades de crescimento intelectual e profissional;
II - liberdade de manifestação, observado o respeito à imagem da instituição e dos demais agentes públicos;
III - igualdade de oportunidade nos sistemas de aferição, avaliação e reconhecimento de desempenho;
IV - manifestação sobre fatos que possam prejudicar seu desempenho ou sua reputação;
V - sigilo a informação de ordem pessoal;
VI - atuação em defesa de interesse ou direito legítimo; e
VII - ter ciência do teor da acusação e vista dos autos, quando estiver sendo investigado.
Art. 3º - Ao autor de representação ou denúncia, que se tenha identificado quando do seu oferecimento, é assegurado o direito de obter cópia da decisão da Comissão de Ética e, às suas expensas, cópia dos autos.


Art. 4º - O servidor que fizer denúncia infundada estará sujeito às penalidades deste Código.


CAPÍTULO III
DOS DEVERES E DAS VEDAÇÕES AO SERVIDOR PÚBLICO


Seção I
Dos Deveres Éticos Fundamentais Do Servidor Público


Art. 5 º - São deveres éticos fundamentais do servidor
público:
I - agir com lealdade e boa-fé;
II - ser justo e honesto no desempenho de suas funções e em suas relações com demais servidores, superiores hierárquicos o com os usuários do serviço;
III - atender às demandas com presteza e tempestividade;
IV - ser ágil na prestação de contas de suas atividades;
V - aperfeiçoar o processo de comunicação e contato com o público;
VI - desempenhar suas atividades com qualidade;
VII - ser cortês, ter urbanidade, disponibilidade e atenção, respeitando a capacidade e as limitações individuais de todos os usuários do serviço público, sem qualquer espécie de preconceito ou distinção de raça, sexo, nacionalidade, cor, idade, religião, preferência política, posição social e quaisquer outras formas de discriminação;
VIII - respeitar a hierarquia administrativa, sem temor de representar contra atos ilegais ou imorais;
IX - resistir às pressões de superiores hierárquicos, de contratantes, interessados e outros que visem a obter quaisquer favores, benesses ou vantagens indevidas, em decorrência de ações ilegais ou imorais, denunciando sua prática;
X - zelar, no exercício do direito de greve, pelas exigências específicas da defesa da vida, da segurança pública e dos demais serviços públicos essenciais;
XI - ser assíduo e freqüente ao serviço;
XII - comunicar imediatamente a seus superiores todo e qualquer ato ou fato contrário ao interesse público, exigindo as providências cabíveis;
XIII - manter limpo e em perfeita ordem o local de trabalho;
XIV - participar dos movimentos e estudos que se relacionem com a melhoria do exercício de suas funções, tendo por escopo a realização do bem comum;
XV - apresentar-se ao trabalho com vestimentas adequadas ao exercício da função;
XVI - manter-se atualizado com as instruções, as normas de serviço e a legislação pertinentes ao órgão onde exerce suas funções;
XVII - facilitar as atividades de fiscalização pelos órgãos
de controle;
XVIII - exercer sua função, poder ou autoridade visando exclusivamente à finalidade pública da qual são instrumentos de concretização, ficando vedado o exercício com finalidade estranha ao interesse público, mesmo que observadas as formalidades legais;
XIX - observar os princípios e valores da ética pública; e
XX - divulgar e informar a todos os integrantes da sua classe sobre a existência deste Código de Conduta Ética, estimulando o seu integral cumprimento.


Seção II
Das Vedações ao Servidor Público


Art. 6º - É vedado ao Servidor Público:
I - utilizar-se de cargo, emprego ou função, de facilidades, amizades, tempo, posição e influências, para obter qualquer favorecimento, para si ou para outrem;
II - prejudicar deliberadamente a reputação de outros servidores, de superiores hierárquicos ou de cidadãos que deles dependam;
III - ser conivente com erro ou infração a este Código de Conduta Ética ou ao Código de Ética de sua profissão;
IV - usar de artifícios para procrastinar ou dificultar o exercício regular de direito por qualquer pessoa;
V - deixar de utilizar os avanços técnicos e científicos ao seu alcance ou do seu conhecimento para atendimento do seu mister;
VI - permitir que perseguições, simpatias, antipatias, caprichos, paixões ou interesses de ordem pessoal interfiram no trato com o público ou com colegas hierarquicamente superiores ou inferiores;
VII - pleitear, solicitar, provocar, sugerir ou receber qualquer tipo de ajuda financeira, gratificação, prêmio, comissão, doação ou vantagem de qualquer espécie, para si, familiares ou qualquer pessoa, para o cumprimento da sua missão ou para
influenciar outro servidor para o mesmo fim;
VIII - aceitar presentes, benefícios ou vantagens de terceiros, salvo brindes que não tenham valor comercial ou que, sendo distribuídos a título de cortesia, propaganda, divulgação habitual ou por ocasião de eventos especiais ou datas comemorativas, não ultrapassem o valor de um salário mínimo;
IX - alterar ou deturpar o teor de documentos que deva encaminhar para providências;
X - iludir ou tentar iludir qualquer pessoa que necessite do atendimento em serviços públicos;
XI - desviar servidor público para atendimento a interesse particular;
XII - retirar da repartição pública, sem estar legalmente autorizado, qualquer documento, livro ou bem pertencente ao patrimônio público;
XIII - fazer uso de informações privilegiadas obtidas no âmbito interno de seu serviço, em benefício próprio, de parentes, de amigos ou de terceiros;
XIV - apresentar-se embriagado no serviço ou, habitualmente, fora dele;
XV - dar o seu concurso a qualquer instituição que atente contra a moral, a honestidade ou a dignidade da pessoa humana;
XVI - exercer atividade profissional antiética ou ligar o seu nome a empreendimentos que atentem contra a moral pública; e
XVII - permitir ou concorrer para que interesses particulares prevaleçam sobre o interesse público.


CAPÍTULO IV
DAS COMISSÕES DE ÉTICA

Art. 7º - Em todos os Órgãos e Entidades da Administração Pública Estadual Direta e Indireta, deverá ser criada uma Comissão de Ética, encarregada de orientar e aconselhar sobre a ética profissional do servidor público, no tratamento com as pessoas e com o patrimônio público, competindo-lhe conhecer concretamente de imputação ou de procedimento susceptível de censura.
§ 1o A Comissão de Ética a que se refere este artigo seguirá as normas e diretrizes expedidas pelo Conselho de Ética Pública e atenderá o disposto neste Código de Conduta Ética.
§ 2º A Comissão de Ética será integrada por três servidores públicos lotados no órgão ou entidade indicados pelo dirigente máximo, com mandato de dois anos, facultada uma recondução por igual período.
§ 3º A atuação, no âmbito da Comissão de Ética, não enseja qualquer remuneração para seus membros e os trabalhos nela desenvolvidos são considerados prestação de relevante serviço público.
§ 4º A Comissão de Ética poderá instaurar, de ofício, processo sobre fato ou ato que considerar passível de infringência a princípio ou regra ético-profissional, podendo ainda conhecer de consultas, denúncias ou representações formuladas contra servidor
público, repartição ou setor em que haja ocorrido a falta, cuja análise e deliberação forem recomendáveis para atender ou resguardar o exercício do cargo, emprego ou função pública, desde que formuladas por autoridade, servidor, qualquer cidadão ou
entidade associativa regularmente constituída, com a devida identificação.
§ 5º A Comissão de Ética deve fornecer à Comissão de Avaliação de Desempenho de que trata a Lei Complementar nº 71, de 30 de julho de 2003, os registros sobre a conduta ética dos servidores públicos, para o efeito de instruir e fundamentar
promoções e para todos os demais procedimentos próprios da carreira do servidor público.
§ 6º Os procedimentos a serem adotados pela Comissão de Ética, para a apuração de fato ou ato que, em princípio, se apresente contrário à ética pública, em conformidade com este Código, terão o rito sumário, ouvidos apenas o denunciante e o
servidor público, no prazo de 5 (cinco) dias, ou apenas este, se a apuração decorrer de conhecimento de ofício, sendo facultada ao investigado a produção de prova documental.
§ 7º Da decisão final da Comissão de Ética caberá recurso ao respectivo Secretário de Estado, equivalente hierárquico ou dirigente máximo da entidade.
§ 8º As decisões da Comissão de Ética, na análise de qualquer fato ou ato submetido à sua apreciação ou por ela levantado, serão resumidas em ementa e, com a omissão dos nomes dos interessados, divulgadas no próprio órgão, bem como remetidas às demais
Comissões de Ética, com a finalidade de formação de consciência ética na prestação de serviços públicos, devendo uma cópia completa de todo o expediente constar na pasta funcional do servidor público.
§ 9º A Comissão de Ética não poderá se eximir de fundamentar o julgamento da falta de ética do servidor público alegando omissão deste Código, cabendo-lhe recorrer aos princípios da Administração Pública, em especial o da moralidade administrativa, com todos os valores que o compõem.


Art. 8º - A violação das normas estipuladas neste Código acarretará, conforme sua gravidade, as seguintes providências pela Comissão de Ética:
I - advertência verbal, aplicável nos casos de menor gravidade; ou
II - censura ética, nos casos de maior gravidade ou de reincidência no inciso anterior.
§ 1º A censura de que trata o inciso II deste artigo consistirá em um documento escrito, fundamentado em parecer, com ciência do faltoso.
§ 2º Configurada a gravidade da conduta do servidor público ou sua reincidência, deverá a Comissão de Ética encaminhar a sua decisão e respectivo expediente para a Superintendência Central de Correição Administrativa da Auditoria-Geral do Estado.


Art. 9º - Todo ato de posse, investidura em função pública ou celebração de contrato de trabalho deverá ser acompanhado da prestação de compromisso solene, perante a respectiva Comissão de Ética, de acatamento e observância das regras estabelecidas por
este Código de Conduta Ética e de todos os valores morais que se apliquem à Administração Pública.


TÍTULO II
DA CONDUTA ÉTICA DA ALTA ADMINISTRAÇÃO ESTADUAL
CAPÍTULO ÚNICO
DAS NORMAS ÉTICAS FUNDAMENTAIS


Art. 10 - As normas fundamentais de conduta ética da Alta Administração Estadual visam, especialmente, às seguintes finalidades:
I - possibilitar à sociedade aferir a lisura do processo decisório governamental;
II - contribuir para o aperfeiçoamento dos padrões éticos da Administração Pública Estadual, a partir do exemplo dado pelas autoridades de nível hierárquico superior;
III - preservar a imagem e a reputação do administrador público cuja conduta esteja de acordo com as normas éticas estabelecidas neste Código;
IV - estabelecer regras básicas sobre conflitos de interesses públicos e privados e limitações às atividades profissionais posteriores ao exercício de cargo público;
V - minimizar a possibilidade de conflito entre o interesse privado e o dever funcional das autoridades públicas da Administração Pública Estadual; e VI - criar mecanismo de consulta, destinado a possibilitar o prévio e pronto esclarecimento de dúvidas quanto à conduta ética do administrador.


Art. 11 - As normas deste Capítulo aplicam-se às seguintes autoridades públicas:
I - Secretários de Estado, Secretários-Adjuntos, Subsecretários, Chefes de Gabinete e seus equivalentes hierárquicos nos Órgãos da Administração Direta; e
II - ocupantes dos cargos comissionados integrantes da estrutura básica das Entidades da Administração Indireta do Estado e da estrutura básica das Secretarias de Estado e Órgãos Autônomos, até o nível de Superintendência, nos termos do art. 8º
da Lei Delegada nº 49, de 2 de janeiro de 2003.


Art. 12 - No exercício de suas funções, as autoridades públicas deverão pautar-se pelos padrões da ética, submetendo-se especialmente aos deveres de honestidade, boa-fé, transparência, impessoalidade, decoro e submissão ao interesse público.


Art. 13 - Além da declaração de bens e rendas na forma estipulada pela legislação vigente, a autoridade pública, no prazo de dez dias contados de sua posse, enviará ao Conselho de Ética Pública, na forma por ele estabelecida, informações sobre sua
situação patrimonial que, real ou potencialmente, possa suscitar conflito com o interesse público, indicando o modo pelo qual irá evitá-lo.


Art. 14 - As alterações relevantes no patrimônio da autoridade pública deverão ser imediatamente comunicadas ao Conselho de Ética Pública, especialmente quando se tratar de:
I - atos de gestão patrimonial que envolvam:
a) transferência de bens a cônjuge, ascendente, descendente ou parente na linha colateral;
b) aquisição, direta ou indireta, do controle de empresa;
c) outras alterações significativas ou relevantes no valor ou na natureza do patrimônio;
II - atos de gestão de bens, cujo valor possa ser substancialmente afetado por decisão ou política governamental da qual tenha prévio conhecimento em razão do cargo ou função, inclusive investimentos de renda variável ou em commodities,
contratos futuros e moedas para fim especulativo.
§ 1º Em caso de dúvida sobre como tratar situação patrimonial específica, a autoridade pública deverá consultar formalmente o Conselho de Ética Pública.
§ 2º A fim de preservar o caráter sigiloso das informações pertinentes à situação patrimonial da autoridade pública, uma vez conferidas pelo Conselho de Ética Pública, serão elas encerradas em envelope lacrado, que somente será aberto por determinação do
responsável.


Art. 15 - A autoridade pública que mantiver participação superior a 5% (cinco por cento) do capital de sociedade de economia mista, de instituição financeira, ou de empresa que negocie com o Poder Público, comunicará este fato ao Conselho de
Ética Pública.


Art. 16 - A autoridade pública não poderá receber salário ou qualquer outra remuneração de fonte privada em desacordo com a lei, nem receber transporte, hospedagem ou quaisquer favores de particulares de forma a permitir situação que possa gerar dúvida sobre a sua probidade ou imparcialidade.

Parágrafo único. É permitida a participação em seminários, congressos e eventos semelhantes, desde que tornada pública eventual remuneração, bem como o pagamento das despesas de viagem pelo promotor do evento, que não poderá ter interesse em decisão a ser tomada pela autoridade.


Art. 17 - É permitido à autoridade pública o exercício não remunerado de encargo de mandatário, desde que não implique a prática de atos de comércio ou quaisquer outros incompatíveis com o exercício do seu cargo ou função, nos termos da lei.


Art. 18 - É vedada à autoridade pública a aceitação de presentes, benefícios ou vantagens, salvo de autoridades estrangeiras, nos casos protocolares em que houver reciprocidade.


§ 1º Não se consideram presentes para os fins deste artigo os brindes que:

I - não tenham valor comercial; ou
II - distribuídos por entidades de qualquer natureza a título de cortesia, propaganda, divulgação habitual ou por ocasião de eventos especiais ou datas comemorativas, não ultrapassem o valor de um salário mínimo.


§ 2º Os presentes com valor superior a um salário mínimo deverão ser doados ao Serviço Voluntário de Assistência Social - SERVAS, na forma definida pelo Conselho de Ética Pública.


Art. 19 - No relacionamento com outros órgãos e agentes da Administração Pública, a autoridade pública deverá esclarecer a existência de eventual conflito de interesses, bem como comunicar qualquer circunstância ou fato impeditivo de sua participação em
decisão coletiva ou em órgão colegiado.


Art. 20 - As divergências entre autoridades públicas serão resolvidas internamente, mediante coordenação administrativa, não lhes cabendo manifestar-se publicamente sobre matéria que não seja afeta a sua área de competência.


Art. 21 - É vedado à autoridade pública opinar publicamente a respeito:

I - da honorabilidade e do desempenho funcional de outra autoridade pública estadual; e
II - do mérito de questão que lhe será submetida, para decisão individual ou em órgão colegiado.


Art. 22 - As propostas de trabalho ou de negócio futuro no setor privado, bem como qualquer negociação que envolva conflito de interesses, deverão ser imediatamente informadas pela autoridade pública ao Conselho de Ética Pública, independentemente
da sua aceitação ou rejeição.


Art. 23 - Após deixar o cargo, a autoridade pública não poderá:

I - atuar em benefício ou em nome de pessoa física ou jurídica, inclusive sindicato ou associação de classe, em processo ou negócio do qual tenha participado, em razão do cargo; e
II - prestar consultoria a pessoa física ou jurídica, inclusive sindicato ou associação de classe, valendo-se de informações não divulgadas publicamente a respeito de programas ou políticas do órgão ou da entidade da Administração Pública
Estadual a que esteve vinculado ou com que tenha tido relacionamento direto e relevante nos seis meses anteriores ao término do exercício de função pública.


Art. 24 - No prazo de quatro meses, contados da exoneração, a autoridade que, desligando-se do serviço público, atue como administrador ou conselheiro, estabeleça vínculo profissional ou intervenha em benefício ou em nome de pessoa física ou jurídica
com a qual tenha mantido relacionamento oficial direto e relevante nos seis meses anteriores à exoneração, deve comunicar o fato ao Conselho de Ética Pública.


Art. 25 - Para facilitar o cumprimento das normas previstas neste Código, o Conselho de Ética Pública informará à autoridade pública as obrigações decorrentes da aceitação de trabalho no setor privado, após o seu desligamento do cargo, emprego ou função.


Art. 26 - A violação das normas estipuladas neste Capítulo acarretará, conforme sua gravidade, as seguintes providências:

I - advertência, aplicável às autoridades no exercício do cargo, do emprego ou da função;
II - censura ética, aplicável às autoridades que já tiverem deixado o cargo, o emprego ou a função.
Parágrafo único. As sanções previstas neste artigo serão aplicadas pelo Conselho de Ética Pública, que, conforme o caso, poderá encaminhar sugestão de demissão à autoridade hierarquicamente superior.


Art. 27 - O processo de apuração de prática de ato em desrespeito ao preceituado neste capítulo será instaurado pelo Conselho de Ética Pública, de ofício ou em razão de denúncia fundamentada, desde que haja indícios suficientes.

§ 1º A autoridade pública será oficiada para manifestar-se no prazo de cinco dias.
§ 2º O eventual denunciante, a própria autoridade pública, bem como o Conselho de Ética, de ofício, poderão produzir prova documental.
§ 3º O Conselho de Ética Pública poderá promover as diligências que considerar necessárias, bem como solicitar parecer de especialista, quando julgar imprescindível.
§ 4º Concluídas as diligências mencionadas no parágrafo anterior, o Conselho de Ética Pública oficiará a autoridade pública para nova manifestação, no prazo de três dias.
§ 5º Se o Conselho de Ética Pública concluir pela procedência da denúncia, adotará uma das penalidades previstas no art. 26 com comunicação ao denunciado e ao seu superior hierárquico.


Art. 28 - O Conselho de Ética Pública, se entender necessário, poderá fazer recomendações ou sugerir ao Governador do Estado normas complementares, interpretativas e orientadoras das disposições deste Código, bem como responderá às consultas formuladas por autoridades públicas sobre situações específicas.


Art. 29 - Aplica-se o disposto neste Título, no que couber, ao Governador e ao Vice-Governador do Estado.

DECRETO 43673 2003


Aécio Neves - Governador do Estado

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.