"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quinta-feira, maio 31, 2012

Adolescente é flagrado vendendo crack no centro de Maringá

Professora é estuprada dentro de casa por adolescente em Cuiabá

Da Redação - Laura Petraglia

Um adolescente de 16 anos estuprou uma mulher de 49 anos na tarde desta terça-feira (22) em Cuiabá, após invadir a casa dela no bairro Três Barras e roubar dois celulares.

Segundo informações do Centro Integrado de Operações Policias (Ciosp), a professora ligou pedindo socorro à Polícia Militar logo após o ocorrido, por volta das 14h20.

Segundo relatos policiais, ela estava em casa por estar doente e acordou com o adolescente na cama dela, dizendo estar armado e mandando que ela tirasse a roupa.

Após estuprar a professora, o adolescente fugiu levando dois celulares da vítima. Os policiais conseguiram localizar o jovem, o detiveram e levaram para a delegacia. Apenas um dos celulares foi encontrado com ele. O outro foi trocado por droga, segundo o próprio adolescente.


Fonte: http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?noticia=Professora_e_estuprada__dentro_de_casa_por_adolescente_em_Cuiaba&id=257891

Suspeito de roubar e estuprar jovem de 14 anos é preso em Campo Grande

Crime ocorreu no último dia 16 e jardineiro foi preso na quinta-feira (24).
Homem andou a pé com adolescente por 3h antes de estuprá-la, diz polícia.

Um jardineiro de 30 anos, suspeito de estuprar uma adolescente de 14 anos no Jardim Montevidéu, região norte de Campo Grande, foi preso na quinta-feira (24). Conforme a titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Regina Márcia Rodrigues, o homem andou a pé com a vítima durante três horas antes de estuprá-la.
O crime aconteceu no último dia 16. Segundo a delegada, a vítima foi rendida pelo suspeito quando ia para um treino de vôlei em um ginásio poliesportivo no fim da rua 14 de Julho, bairro Monte Castelo. Alegando estar armado, de acordo com Regina, o suspeito teria roubado dinheiro e celular da adolescente e mandado que ela o abraçasse para fingir que eram namorados.
Duas amigas da vítima que também iriam para o treino viram o momento da abordagem do suspeito, chegaram a pedir ajuda, mas não a conseguiram. As duas tentaram ir atrás da adolescente e do homem, entretanto, não conseguiram encontrá-los, conforme a delegada.
“Os dois caminharam abraçados por cerca de três horas até o local do estupro. O tempo todo, ele a ameaçava de morte”, disse Regina. A vítima, segundo a delegada, foi estuprada em um matagal no Jardim Montevidéu, cerca de 8 quilômetros distante do local onde foi rendida. O jardineiro ficou meia hora com ela no matagal e fugiu. Em seguida, a adolescente ligou para a mãe, que chamou a polícia.
Durante depoimento na Depca, a garota informou o nome que o suspeito tinha dito para ela e as características dele. De acordo com Regina, um homem chegou a ser levado para a delegacia como suspeito para o crime, no entanto, não foi reconhecido pela vítima. Ele disse à delegada que havia um homem com o qual tinha uma desavença que já havia usado seu nome para cometer outros crimes.
Desta forma, o jardineiro foi identificado e preso em um assentamento de Rochedo, a 89 km de Campo Grande. A delegada disse que o suspeito tentou fugir, mas foi capturado após três horas de perseguição. Segundo a Polícia Civil, ele tem seis passagens e está em liberdade condicional desde julho de 2010, após cumprir pena por furto qualificado.

quarta-feira, maio 30, 2012

Adolescente ao volante foge a mais de120 km da polícia

PM flagra adolescentes fumando maconha nas proximidades de escola

A Audiência Pública realizada na última sexta-feira, na Câmara Municipal, que debateu o uso de drogas e a violência nas escolas da cidade, começou a surtir efeito. Na ocasião, o comando da Polícia Militar prometeu intensificar o patrulhamento nas escolas visando coibir estes tipos de crimes.
Na manhã de terça-feira, a PM flagrou 4 adolescentes, todos com idade em torno de 14 anos, fumando maconha nas proximidades da escola Antonio Olympio, na região central. Pelo menos um cigarro da droga foi apreendido pelos policiais.
Os menores foram conduzidos à Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), para onde os pais dos mesmos foram solicitados a comparecer.
A reação de alguns pais diante da situação trágica foi de grande decepção, sendo que alguns deles tentaram agredir os próprios filhos, mas impedidos pelos policiais.

Mulher terá que pagar R$ 8.000 por traição

Homem alegou na Justiça que, além de ter sido infiel, a ex-companheira fez piadas com o desempenho sexual dele

LUCIENE CÂMARA

Um caso de traição conjugal, que ficou famoso na pequena cidade de Nanuque, no Vale do Mucuri, acabou em disputa judicial. A desempregada D.S.M., de 49 anos, foi condenada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) a pagar R$ 8.000 para o ex-marido, porque, além de ter sido infiel, fez piadas com o desempenho sexual do homem.

O adultério ocorreu em 2007, quando a mulher já vivia a cerca de dez anos em união estável com o funcionário público G.P.S, de 50 anos. Ambos trabalhavam no mesmo lugar, em um frigorífico da cidade que tem cerca de 800 funcionários, e, segundo relatos do processo, todos sabiam que ela traía o marido com um instrutor de autoescola, exceto o próprio companheiro.

Além da infidelidade da companheira, G.P.S. alegou ser vítima de comentários ofensivos e mentirosos sobre seu desempenho sexual. "Ela acabou com a minha imagem perante toda a cidade, como forma de justificar a sua traição", contou o marido.

Após descoberto o adultério, o casal se separou e, assim que a ex-mulher entrou com ação de dissolução de união estável, em 2010, pedindo a divisão dos bens, G.P.S. decidiu buscar a indenização.

A juíza Patrícia Bitencourt Moreira, que na época atuava na 2ª Vara de Nanuque, julgou procedente o dano moral sofrido pelo funcionário público. "A minha decisão não foi embasada na traição pura e simplesmente, mas, sim, no que veio acoplado à traição, que foram os comentários ofensivos dela, denegrindo a imagem do marido", explicou a magistrada.

Para chegar a essa conclusão, foram ouvidas testemunhas e apresentados também bilhetes trocados entre D.S.M. e o amante que teriam confirmado o adultério. Por fim, a juíza acatou parcialmente o pedido de G.P.S., determinando o pagamento de R$ 5.000 e não R$ 32,7 mil, como ele havia solicitado. "Acredito que esse já é um valor penoso para a ré", declarou Patrícia.
Ambas as partes recorreram da primeira decisão, a mulher pedindo a redução do valor e o marido, o aumento. No último dia 15, a 10ª Câmara Cível do TJMG optou por acatar parcialmente o recurso de G.P.S., fixando uma indenização de R$ 8.000.

O advogado do ex-marido, Tadeu Barberino Rios, informou que está analisando com seu cliente a possibilidade de recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), pedindo mais dinheiro. "Perto da vergonha que esse homem passou na cidade, R$ 8.000 ainda é pouco", justificou Rios.
Já a defensora de D.S.M., a advogada Suzi Patrice Aguilar, disse que não pretende recorrer da
decisão. "Seria prolongar demais um problema", afirmou.

Ela comentou ainda que sua cliente está desempregada há dois anos e não tem bens em seu nome. "O ex-marido ganhou, mas não vai levar o dinheiro", afirmou Suzi.

Menor que postou fotos é apreendido

Polícia Civil de São Paulo informou ontem que o menor de 17 anos apreendido por suspeita de invadir o site da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e publicar fotos da atriz Carolina Dieckmann nua está envolvido em golpes bancários na internet. Além dele, dois outros suspeitos foram identificados e devem ser ouvidos na 4 ª Delegacia de Investigação sobre Fraudes Financeiras e Econômicas Praticadas por Meios Eletrônicos, pelo delegado Hélio Bressan.
"A investigação está apenas começando. Os computadores apreendidos estão sendo clonados e já foram verificados, diversos crimes financeiros relacionados a esse grupo", disse o delegado.

O adolescente foi apreendido ontem, em Carapicuíba (SP). Ele seria o responsável por postar imagens da atriz no site da Cetesb em 15 de maio. Após ser ouvido, ele foi liberado.

De acordo com Bressan, o menor é suspeito de realizar clonagem de páginas de bancos e cartões de crédito para aplicar golpes. O delegado disse que encontrou, na casa do adolescente, manuais e apostilas para a infecção de computadores através de vírus.

A polícia não citou nenhuma relação entre o menor apreendido ontem e o grupo suspeito de roubar e divulgar as fotos da atriz na internet.

terça-feira, maio 29, 2012

Adolescentes assaltam ônibus na Rodovia Santos Dumont

Menino conta o motivo de vender crack

Mãe e filho adolescente são detidos por tráfico de drogas em Brotas, SP

Eles foram flagrados com entorpecentes no quintal da casa deles, diz PM.
Residência era usada como ponto de venda de drogas, segundo vizinhos.

Uma mulher e o filho dela de 15 anos foram detidos por suspeita de tráfico de drogas, na tarde desta quinta-feira (24), no Jardim Taquaral, em Brotas (SP). Segundo a Polícia Militar, a mãe e o adolescente foram flagrados com entorpecentes no quintal da casa deles.
A Polícia Militar informou que cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência, que seria usada como ponto de venda de drogas, segundo denúncias feitas por vizinhos.
Ao chegarem ao local, os policiais flagraram mãe e filho com 129 gramas de maconha, 50 gramas de cocaína, duas balanças de precisão e R$ 170 em dinheiro.
A mulher, segundo a polícia, foi encaminhada para a Cadeia de Rio Claro (SP) e o adolescente levado para a Promotoria de Brotas.

Baile funk em Campinas tinha 200 adolescentes, drogas, bebidas e sexo

Segundo policiais, jovens mantinham relações sexuais em um sofá.
Também foram encontrados cocaína, maconha e um cachimbo de narguilé.

Policiais militares e representantes da Vara da Infância e Juventude flagraram na madrugada deste sábado (26) cerca de 200 adolescentes entre 14 e 16 anos participando de um baile funk que era “regado” a drogas e bebidas alcoólicas na Vila Padre Anchieta, em Campinas. O proprietário da casa e dois DJs foram levados para a delegacia. Eles só vão ser liberados após o pagamento de fiança. Um dos detidos é garçom na Prefeitura de Campinas. A administração espera ser notificada oficialmente para se pronunciar e tomar providências.
O baile, do “Clube Hipnose”, acontecia dentro de uma casa e na chegada dos policiais o evento estava no auge. Os responsáveis tentaram impedir a entrada das autoridades e algumas pessoas pularam o muro para escapar do flagrante.
De acordo com os fiscais e policiais, alguns adolescentes mantinham relações sexuais em um sofá colocado abaixo do palco. O consumo de álcool e drogas era evidente.
Um rapaz de 16 anos estava desmaiado e precisou ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).
Em uma mesa no quintal da casa uma amostra do “combustível” da festa. Eram várias bebidas alcoólicas, porções aparentemente de cocaína e maconha, além de vidros com lança-perfume. Também foi encontrado um cachimbo de narguilé. A venda do narguilé é proibida para menores de 18 anos em todo o Estado de São Paulo desde 2009.
Festa Divulgada na Internet
De acordo com as autoridades que participaram do flagrante, a festa era divulgada na internet. Meninas entravam de graça e os rapazes pagavam R$ 10. “Aqui tem mulher dá hora. E o bagulho é louco. As meninas piram nesta festa. Só tem menina novinha”, disse um rapaz que disse ser frequentador do lugar. “De 11 para cima”, completou outro adolescente.
Um adolescente de 14 anos disse à EPTV que era a sexta vez que frequentava o lugar, mas disse que só bebeu refrigerante. “Só guaraná”, completou. Os jovens flagrados só puderam deixar o local na presença de pais ou responsáveis.
Foto: Baile com adolescentes na Vila Padre Anchieta, em Campinas (Foto: Reprodução EPTV)

segunda-feira, maio 28, 2012

Adolescente é estuprada pelo vizinho

Adolescente traficava dentro da cadeia

Ao fim da tarde do dia 15, domingo, policial militar que exercia a guarda externa da cadeia pública, flagrou o adolescente L. P. S. L., 17 anos, já dentro da cadeia, quando tentava repassar pacote suspeito aos presos. O adolescente, ao se ver descoberto, tentou fugir, porém foi contido e imobilizado pelo policial. O pacote continha três celulares, quatro chips, um carregador de bateria, sete porções de substância tida como cocaína e sete tabletes de substância tida como maconha. O adolescente informou ter sido contratado por detentos para levar o material. Infrator e material foram apreendidos e entregues à autoridade policial competente.

Militar se apresenta à policia após atirar no enteado em Belo Horizonte


Segundo corporação, militar contou que disparo foi acidental.
Os dois teriam discutido e o adolescente o agrediu com um cabo de vassoura.

Um cabo da Polícia Militar (PM) se apresentou espontaneamente à corporação na tarde desta terça-feira (22) após ter se envolvido em uma briga com o enteado e ter atirado acidentalmente no adolescente no bairro Glória, na Região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com informações da PM, o militar teria ido à casa da ex-companheira, com quem está em processo de separação, para pegar algumas roupas quando ela pediu para que ele conversasse com o filho dela de 17 anos. Quando ele se aproximou do garoto, os dois começaram a discutir e, segundo o policial contou à corporação, o adolescente bateu nele com um cabo de vassoura.
De acordo com a polícia, depois da agressão, o homem disse ter sacado a pistola calibre 380, de uso pessoal, para impedir que a arma caísse, mas houve um disparo acidental. O tiro atingiu a cabeça do enteado. A PM informou que o policial ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para contar sobre o acontecido e o adolescente foi levado para o Hospital Pronto-Socorro João XXIII, onde passa por uma cirurgia no fim da tarde desta terça-feira (22).
Em seguida, de acordo com a corporação, o policial se apresentou na 8ª Companhia da Polícia Militar, na qual trabalha, no bairro Caiçara, também na Região Noroeste da capital. O homem foi conduzido à delegacia da área.
Ainda segundo a PM, a mãe do adolescente está sob os cuidados de um assistente social. A polícia também informou que, apesar de não ser o pai do adolescente, o militar o registrou e o cria como filho desde os dois anos de idade. De acordo com a corporação, o homem aparentar estar transtornado devido ao acidente.

domingo, maio 27, 2012

Pistola da PM é encontrada com adolescente de 17 anos

Cadeia de Lutécia reabre celas masculinas e de adolescentes

Depois de 57 dias fechadas após ter sido interditada parcialmente pelo juiz corregedor dos presídios da Comarca de Paraguaçu Paulista, Adilson Russo, as quatro celas da ala adulta masculina e um xadrez destinado a abrigar adolescentes autores de atos infracionais, a Cadeia Pública de Lutécia voltou a funcionar em sua totalidade na última quarta-feira, dia 9 de maio.
Nesse período de quase dois meses, apenas as celas reservadas para mulheres não foram desativadas.
Segundo o delegado seccional de Assis, Newton de Calazans Junior, durante vistoria efetuada pelo juiz corregedor foi observada uma infiltração no teto da área interna que, segundo a autoridade judicial, poderia comprometer a infiltração das celas.
Por solicitação do juiz, o ex-delegado seccional Roberto Tucunduva determinou a interdição parcial da cadeia.
Inaugurada em agosto de 2.011, o prédio possui uma garantia contratual da empresa construtora para pequenos reparos pelo período de cincos.
Com isso, a contrutora, que tem sede em Presidente Prudente, recuperou o local afetado sem qualquer custo para a Secretaria Estadual de Segurança Pública e a obra foi entregue na última quarta-feira, dia 9 de maio.
Durante o período em que as cinco celas permaneceram desatividadas, os homens detidos na área de jurisdição da Seccional de Assis eram levados inicialmente à Duartina e, mais recentemente, para Pirajuí. Já os adolescentes encaminhados para a unidade de Garça.
No entanto, pessoas presas na região de Assis durante os dias de semana, desde que até às 16 horas, eram conduzidas diretamente para o Anexo de Detenção Provisória de Assis.
Os detentos levados para Duartina e Pirajuí, em três da semana - segunda, quarta e sexta-feiras eram trazidos para o ADP de Assis.
Ou seja, praticamente todos os dias da semana havia policiais civis nas estradas, escalados para escoltas, fossem para levar os detentos para Pirajuí ou Duartina ou para trazê-los de volta para Assis.
Pela última vez isso foi aconteceu nos últimos dois dias quando dezenas de policiais e várias viaturas foram empenhados para recambiar esses detentos de Pirajuí para Lutécia, que voltou a receber homens e adolescentes, distribuídos em quatro celas para adultos - sendo duas para prisões provisórias, uma aos devedores de pensão alimentícia e outra para presos que devem permanecer mais isolados por questões de segurança - e um xadrez que recebe menores de idade das regiões de Assis e Ourinhos, num acordo entre as duas Seccionais.
Em contra-partida, os presos autores de crimes contra costumes - por exemplo estupro e estupro de vulneráveis - praticados na região de Assis serão levados para a cadeia de São Pedro do Turvo, na área da Seccional de Ourinhos.
Cada cela da Cadeia de Lutécia recebe cerca oito detentos. “Como há cada dois dias, esses presos são transferidos para o Anexo de Detenção Provisória de Assis, não existe o risco de haver superlotação carcerária”, explicou Calazans Júnior.
Fonte: Jornal da Segunda | Foto: I7 Notícias

sábado, maio 26, 2012

Pistola da PM é encontrada com adolescente de 17 anos

PM suspeito de tortura é preso com drogas

Corregedoria da PM localizou maconha, crack e munição na casa de soldado
RAPHAEL RAMOS

Suspeito de participar de uma abordagem truculenta, em que uma mulher grávida teria sido estuprada e espancada e um homem, torturado com choques elétricos, um soldado de 25 anos, lotado no 39º Batalhão da Polícia Militar, foi preso ontem, em flagrante, por posse de munição e de droga.

A Corregedoria da Polícia Militar, que investiga o crime, encontrou uma bucha de maconha e uma pedra de crack, além três munições de revólver calibre 32 e outras sete de uma pistola semiautomática, na casa dele, no bairro Estrela do Oriente, na região Oeste de Belo Horizonte.

Detido por mais de 24 horas, um cabo de 40 anos, acusado de cometer o estupro contra a grávida e de também ter participado da tortura, acabou liberado ontem. A casa dele também foi vasculhada, mas nada foi encontrado. Autorizadas pelo juiz titular da 1ª Auditoria da Justiça Militar, Marcelo Adriano dos Anjos, as buscas foram feitas como sequência das investigações do suposto abuso cometido pelos policiais.

De acordo com major Gilmar Luciano dos Santos, chefe da assessoria de imprensa da Polícia Militar, o soldado está preso em uma cela do 1º batalhão, em Belo Horizonte. Tanto ele quanto o cabo acompanharam as buscas feitas em suas residências.

Para a polícia, o soldado alegou ser usuário de drogas. Ele disse ter comprado as munições e uma casa de pesca no centro da capital.

Polícia investiga indício de tortura em espancamento de adolescentes por seguranças de terminal

TV Vitória
Redação Folha Vitória
 
A polícia vai investigar indícios de tortura no caso dos adolescentes que foram espancados por seguranças do Terminal de Campo Grande, em Cariacica. Segundo o titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegado Marcelo Nolasco, uma das vítimas prestou depoimento nesta sexta-feira (13).
“Temos fortes indícios de que não se tratou apenas de uma agressão, mas de um crime de tortura. O garoto apanhou para confessar um suposto delito”, comentou.
As imagens chocantes da agressão foram registradas por um passageiro na noite de quinta-feira (12) e divulgadas com exclusividade pela TV Vitória. Tudo teria começado com uma confusão em uma fila do terminal. De acordo com o homem que fez as imagens, os meninos começaram a brigar por causa de um boné. O homem, que não quis se identificar, disse que nenhum crime teria sido cometido.
Os seguranças levaram os dois garotos que foram colocados sentados em um banco. O cinegrafista amador se aproximou e flagrou o momento em que o segurança desferiu o primeiro soco contra um dos adolescentes. Em seguida, o homem se posicionou de pé em frente aos meninos e chutou um deles.
As vítimas até tentaram convencer o segurança a parar com a agressão, mas o homem ficou ainda mais violento e, com uma das mãos, apertou o pescoço do adolescente. Depois disso, vieram mais socos e ameaças. O menino disse que não fez nada e implorou para que o agressor parasse. Ele chorava e gritava ao mesmo tempo.
“A questão era apenas por causa de um boné. Parecia que um queria o boné e o outro também. Não houve nenhum delito por parte dos meninos. Como qualquer cidadão, eu imagino que não havia nenhum parâmetro que estabelecesse o direito de os vigilantes agredirem os meninos”, comentou o homem.
Na sequência das imagens é possível ver o momento em que outro segurança se aproximou e deu um chute no outro menor. Uma funcionária alertou ao segurança que iniciou a agressão que ele estava sendo filmado e, quando ele virou para o cinegrafista, um dos menores aproveitou para fugir. O terminal ainda estava bastante movimentado e muitos passageiros presenciaram a ação.
As pessoas seguiram atrás dele e, pouco tempo depois, o menino foi encontrado e carregado por outros funcionários. Três homens o seguraram pelas pernas e braços. A ação de violência só terminou quando alguns motoristas, cobradores e fiscais conversaram com o menor e entenderam o que realmente aconteceu.
Para o homem que flagrou a cena, tudo o que aconteceu foi uma covardia. “Uma sensação muito ruim. Chega a dar um nó no interior da pessoa porque você vê que a criança está ali indefesa. O menino não tinha como se defender pelo tamanho e pela postura dos vigilantes. Foi uma covardia”, lamentou a testemunha.
Depois de ver as cenas pela televisão, a mãe de um dos meninos foi à delegacia. “Fico me sentindo mal porque sou mãe e não posso bater. Como os outros podem? Cadê a Justiça?”, lamentou.
Um dos jovens agredidos contou com detalhes o tudo aconteceu. “Eles bateram bastante. Estou todo machucado e dolorido”.
A equipe de reportagem da TV Vitória foi até a sede da empresa responsável pela segurança do terminal, mas ninguém quis gravar entrevista. Por meio de nota, a empresa informou que lamenta o ocorrido e que a postura dos funcionários não condiz com o código de ética da empresa. A nota diz ainda que a empresa está apurando o caso e que vai tomar as medidas cabíveis contra os seguranças.
“Estamos oficiando o terminal para que forneça outras imagens que podem existir, bem como a identificação dos profissionais para que possamos dar início ao inquérito profissional”, finalizou o delegado.
As imagens da agressão foram mostradas à gerência de manutenção dos terminais da Companhia de Tranportes Urbanos da Grande Vitória, a Ceturb. “A Ceturb não compactua com esse tipo de ação dos vigilantes. A empresa vai ser advertida para responder porque eles agiram dessa forma. Ela não está orientada de forma nenhuma a agir dessa maneira, com essa agressão. A empresa é terceirizada. É a Transegur que presta serviço para a Ceturb. A empresa foi contratada para apaziguar os tumultos que acontecem no terminal e não ocasionar tumulto”, comentou Flávia Juliana.

Adolescente traficava para tirar o pai da cadeia e sustentar casa

Um adolescente de 16 anos foi apreendido por tráfico de drogas na área da Cidade Operária, em São Luís. No momento do flagrante, ele embalava a droga para a comercialização. O jovem revelou, em depoimento, que traficava como forma de ganhar dinheiro para sustentar a casa e tirar o pai da cadeia, que cumpre pena por tráfico de drogas no Complexo Penitenciário de Pedrinhase

O adolescente disse, ainda, que comprou a droga de um traficante da região e que está devendo a droga. Ele foi foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). Com ele, a polícia encontrou porções de maconha e crack, além de uma balança de precisão e dinheiro.

Decreto regulamentando o acesso à informação

Na edição desta sexta-feira (25) do Minas Gerais, Diário Oficial dos Poderes do Estado, traz decreto do governador Antônio Anastasia regulamentando o acesso à informação no âmbito do Poder Executivo estadual. O Decreto 45.969 adéqua os mecanismos internos às normas autoaplicáveis da Lei Federal nº 12.527, de 18 de novembro de 2011.
Todos os cidadãos terão direito de acesso à informação dos órgãos e as entidades do Poder Executivo estadual de maneira objetiva, ágil, de forma transparente, clara e em linguagem de fácil compreensão, estabelece o decreto. Estão incluídas nessa obrigação as entidades privadas sem fins lucrativos que recebam, para realização de ações de interesse público, recursos públicos diretamente do orçamento ou mediante subvenção social, termo de parceria, convênio, acordo, ajuste ou outro instrumento congênere.
O decreto define ser “dever do órgão ou entidade promover, independentemente de requerimento, a divulgação, em local de fácil acesso, no âmbito de sua competência, de informação geral de interesse coletiva por ele produzida ou custodiada”.
O Portal da Transparência – www.transparência.mg.gov.br, de acordo com o decreto, deverá viabilizar o acesso à informação, contendo, entre outros itens, registro das competências e estrutura organizacional, endereços e telefones das respectivas unidades e horários de atendimento ao público; dados gerais para o acompanhamento de programas e ações de órgãos e entidades; registros de repasses ou transferências de recursos financeiros; registros das despesas, e informações relativas a procedimentos licitatórios, inclusive os respectivos editais e resultados.
Os sítios institucionais deverão conter ferramenta de pesquisa de conteúdo que permita o acesso à informação de forma objetiva, transparente, clara e em linguagem de fácil compreensão; possibilitar a gravação de relatório em diversos formatos eletrônicos, inclusive abertos e não proprietários, tais como planilha e texto, de modo a facilitar a análise da informação, e possibilitar o acesso automatizado por sistemas externos em formatos abertos, estruturados e legíveis por máquina.
Também deverão indicar local e instrução que permitam ao interessado comunicar-se, por via eletrônica ou telefônica, com o órgão ou entidade detentora do sítio, além de inserir seção denominada “Transparência” no menu principal com texto padrão explicativo sobre a Lei de Acesso à Informação, bem como promovendo o redirecionamento sítio www.transparencia.mg.gov.br.
Outra determinação do decreto é que esses sítios mantenham área de “Programas e Ações”, informando a lista dos programas e ações executados pelo órgão/entidade conforme descrições dos instrumentos oficiais de planejamento; o nome do gerente responsável pelas ações; relatórios sintéticos de monitoramento dos programas e ações, e instrumentos oficiais de Planejamento e Orçamento do Governo do Estado de Minas Gerais como o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI), Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e a Lei Orçamentária Anual (LOA).


Classificação

O decreto estadual define também a hierarquia da classificação das informações, de acordo com o teor e em razão de sua imprescindibilidade à segurança da sociedade ou do Estado, nos graus ultrassecreto, secreto ou reservado, que terão prazo máximo de classificação, respectivamente, 25 anos, 15 anos e cinco anos.
Somente poderão classificar informação como ultrassecreta, o governador, o vice-governador, os secretários de Estado e autoridades com mesma prerrogativa, o chefe de Polícia Civil e os comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. A decisão que classificar a informação em qualquer grau de sigilo deverá ser formalizada no Termo de Classificação de Informação (TCI), sendo que a autoridade que classificar informação no grau ultrassecreto ou secreto deverá encaminhar cópia do TCI à Comissão Mista de Reavaliação de Informações no prazo de trinta dias.
Esta comissão será formada pelos secretários de Estado de Governo (que a presidirá), de Casa Civil e de Relações Institucionais; de Planejamento e Gestão; de Fazenda; de Defesa Social, e Secretário Geral, pelo Advogado Geral, o Controlador Geral e o Ouvidor Geral do Estado. As Secretarias de Estado de Fazenda e de Desenvolvimento Econômico classificarão os documentos que embasarem decisões de política econômica, fiscal, tributária e regulatória.

Canais de informação

Os serviços de informação ao cidadão são oferecidos pelo Governo de Minas por três principais canais: Portal da Transparência (www.transparencia.mg.gov.br), Linha de Informação do Governo do Estado de Minas Gerais - LigMinas (155) e Unidades de Atendimento Integrado (UAIs).

Atendimento eletrônico

No Portal da Transparência (www.transparencia.mg.gov.br), gerenciado pela Controladoria Geral do Estado, o cidadão encontra informações sobre a Lei de Acesso à Informação, dados institucionais dos órgãos e entidades do Poder Executivo (estrutura, horário de atendimento, telefones de contatos, entre outros), programas e ações de governo, auditoria, repasse ou transferência de recursos, despesas e informações sobre procedimentos licitatórios, inclusive editais e resultados.
Por meio do Fale Conosco do Portal da Transparência, qualquer interessado pode solicitar acesso a informações aos órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual. O cidadão preenche um formulário e, ao cadastrar o pedido, receberá um número de protocolo, que permitirá o acompanhamento do pedido pelo próprio Portal.

Atendimento presencial

Nas 28 Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) o cidadão terá três formas para registrar o pedido de acesso à informação. A primeira opção é utilizar os Telecentros disponíveis nessas unidades para que ele mesmo faça o registro do seu pedido no Fale Conosco do Portal da Transparência. Outra forma é registrar o seu pedido por meio de formulário físico disponível na unidade ou entregar o pedido de acesso à informação já redigido que será protocolizado. Todos os pedidos registrados são encaminhados para a Controladoria Geral do Estado, responsável por receber e fazer a triagem dos pedidos, encaminhando para os órgãos detentores da informação.
O pedido de informações poderá ser feito também no Protocolo Geral da Cidade Administrativa. Se o cidadão não souber a qual órgão direcionar o pedido, a solicitação é enviada para a Controladoria Geral.

Atendimento telefônico

No LigMinas (155), pela opção nove do menu, o cidadão poderá ser orientado sobre como fazer algum pedido de informação. A ligação é gratuita e pode ser feita de telefone fixo, celular ou público.

Fonte: UEMG

sexta-feira, maio 25, 2012

Adolescentes são flagrados vendendo entorpecentes

Adolescentes em fuga de assalto matam trabalhador

Dois assaltantes foram baleados e encaminhados ao hospital.
Vítima tentou impedir a fuga dos bandidos.

O eletricista Isaías Pólvora dos Reis Costa, 45 anos, foi assassinado com um tiro no rosto na noite da última terça-feira (15), no bairro do Icuí-Guajará, em Ananindeua. Ele estava na parada com a esposa quando quatro adolescentes anunciaram o assalto. Ao tentar impedir a fuga dos bandidos, um deles disparou um tiro no trabalhador, que morreu na hora.
De acordo com o tenente Erik da Silva, da 18° Área Integrada de Segurança Pública, uma viatura da Polícia Militar que fazia a ronda noturna passou pelo local minutos depois do assalto e iniciou a perseguição para capturar os envolvidos.
“Conseguimos apreender três deles, pois um fugiu. Dois ficaram feridos durante a troca de tiros e o outro já foi encaminhado ao órgão competente”. Os baleados foram encaminhados para o Pronto-Socorro da Cidade Nova e assim que tiverem alta serão levados para a Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data).
Segundo testemunhas, Isaías estava trabalhando próximo ao local onde foi assassinado e teria tentado recuperar os pertences roubados da companheira.

Traficante que torturou adolescente é preso em Itaboraí

Os traficantes Marlon da Fonseca da Silva e Webert José dos Santos foram presos nesta quinta-feira (19), em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, por policiais da 71ª Delegacia. Ambos tinham prisão preventiva temporária expedida pela justiça local e, segundo a polícia, são chefiados por George Alves, o "Anão", chefe do tráfico na comunidade. Anão também teve a prisão decretada, mas continua foragido.
Após saber que o filho, um adolescente, havia furtado 14 engradados de cerveja do bar da família, o comerciante pediu a criminosos do Morro do Catiço, ligados ao Comando Vermelho, que capturassem o menor e o torturassem. "Anão" então ordenou aos comparsas que dessem um castigo ao adolescente, que foi levado até a localidade conhecida como Cruzeiro e lá espancado por dez pessoas.
O comerciante chegou a ser detido pela polícia e, após se mostrar arrependido, teria ajudado os policiais a encontrar parte dos criminosos. Um menor, também integrante do tráfico no morro, também foi detido pelos policiais e confirmou que Webert participou da sessão de tortura contra o garoto acusado de furtar as bebidas. Com o menor detido, foram apreendidos dinheiro proveniente da venda de drogas e uma trouxinha de maconha.

Menores são sentenciados

Dois integrantes da Galoucura, acusados de matar o torcedor cruzeirense Otávio Fernandes, no dia 27 de novembro de 2010, foram sentenciados a cumprir medidas socioeducativas. Segundo o advogado dos réus, Dino Miraglia Filho, a sentença foi divulgada ontem.

Os locais onde as medidas serão cumpridas serão definidos pelo Juizado da Infância e Juventude. Os réus, segundo o advogado, cumprirão medidas socioeducativas porque, na época do crime, eram menores. Detalhes das medidas não foram informados. Os outros sete integrantes da torcida, acusados de participação no homicídio, vão a júri popular, mas ainda não há data marcada.
Fonte:
http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=71853,SUP&IdCanal=2

Tentativa de fuga no Case termina em morte de adolescente nesta quinta-feira

Um dos acusados permanece no Case e o outro foi transferido para a casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP)

quinta-feira, maio 24, 2012

Menores infratores são resgatados por criminosos no Rio

Rio de Janeiro - Quatro adolescentes infratores foram resgatados por criminosos quando eram transportados da Vara da Infância e Juventude, no centro do Rio, para um abrigo na Ilha do Governador, na zona norte, às 16h30 desta quinta-feira. Outros dois infratores aproveitaram o resgate para tentar fugir, mas foram recapturados.
A van que transportava 12 adolescentes sob a guarda de agentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), órgão estadual responsável por crianças e adolescentes infratores, foi abordada por dois veículos na Linha Vermelha, já nas imediações da Ilha do Governador. Com a chegada da Polícia Militar, houve tiroteio e um adolescente chegou a se ferir. Os quatro resgatados entraram nos veículos (um Kia Cerato preto e um Peugeot vermelho) e fugiram. Os agentes do Degase não usam armas.

OAB quer apuração sobre vídeo de 16 presos torturados

Acássia Deliê     

Mais uma denúncia de violência policial dentro do presídio Baldomero Cavalcanti mobiliza familiares dos internos e representantes de instituições públicas de Alagoas. Um vídeo divulgado pela internet e enviado a veículos de comunicação do Estado mostra 16 presos enfileirados, todos machucados, aparentemente com marcas de cassetete. Pelo menos dois deles apresentam sangramentos, no braço e no rosto.
Junto com o vídeo, uma mensagem anônima informa que as agressões ocorreram no dia 29 de março passado, por volta das 9h30, durante uma contagem no Módulo 2 do presídio. A direção do Baldomero buscava o paradeiro de três presos fugitivos: Everton Felipe de Souza, Carlos Antônio Monteiro e José Cláudio Gomes. A fuga havia ocorrido na noite anterior e resultou no cancelamento das aulas na Ufal (Universidade Federal de Alagoas), localizada ao lado do presídio. Um dos fugitivos, Luiz Cláudio Gomes, foio recapturado na mesma noite.
Durante a contagem, segundo a denúncia, policiais do Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar), acompanhados do diretor do Baldomero Cavalcanti identificado como “André” (provavelmente o gerente-geral André Luiz Lopes Rodrigues), teriam iniciado uma “grande tortura” contra os presos, para que eles informassem onde estariam os fugitivos. Entre os resultados da violência estariam facadas e dentes quebrados, de acordo com o texto enviado por e-mail. Enquanto agrediam os internos, os policiais teriam informado que não adiantaria reclamações, pois "eram ordens" do governo estadual. A denúncia aponta ainda para deficiências na alimentação dos presos.
De acordo com o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-AL (Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas), Gilberto Irineu, familiares dos presos procuraram a Ordem para denunciar as agressões. Irineu explicou que, no dia seguinte à fuga dos três presos, o Bope foi acionado pela direção do Baldomero Cavalcanti, pois os agentes penitenciários não conseguiam conter a agitação dos presos dentro da unidade.
“A informação que nós recebemos é de que os agentes descobriram um túnel no presídio, por onde cerca de trinta presos pretendiam fugir, e houve a necessidade da atuação do Bope. Falei com o ouvidor do Sistema Penitenciário, major Marcos [Antônio Alves de Lima], e ele disse que insistiu para que os presos fizessem exame de corpo de delito, mas nenhum deles quis fazer. De qualquer forma, mais ou menos vinte presos foram atendidos pelos médicos e já solicitamos a abertura de sindicância para apurar o fato”, disse Gilberto Irineu.
Acusados negam agressões
O Tudo na Hora ouviu o superintendente-geral de Administração Penintenciária, coronel Carlos Alberto Luna dos Santos, que foi enfático sobre a acusação de que o governo estadual teria dado ordens para as agressões denunciadas: “Isso é totalmente absurdo. É uma denúncia absolutamente vazia”, refutou o coronel.
Sobre a veracidade da denúncia de violência policial dentro do Baldomero Cavalcanti, o coronel informou que não estava em Maceió no dia 29 de março, mas abrirá uma sindicância administrativa para apurar as informações. “Ainda não tive acesso ao vídeo, mas todas as denúncias que chegam até nós são apuradas com rigor. Agressões podem ocorrer, inclusive entre os próprios presos, mas sobre este fato específico prefiro me posicionar após analisá-lo”, disse o superintendente-geral.
O coronel também explicou que, para garantir maior transparência nas ações internas, todas as revistas policiais dentro dos presídios são realizadas com o acompanhamento dos respectivos diretores das unidades penitenciárias. O Tudo na Hora tentou falar por telefone com o gerente-geral do Baldomero Cavalcanti, André Luiz Lopes Rodrigues, citado na denúncia, mas ele não atendeu às ligações.
Já o comandante do Bope, coronel Túlio Roberto, negou as acusações de truculência dos policiais dentro do presídio. O coronel confirmou a realização da revista na manhã do dia 29 de março, com o acompanhamento do gerente-geral do Baldomero, mas refutou que os policiais do Bope tenham agredido os presos.
“Em nenhum momento o Bope ficou sozinho com os presos. Fomos chamados para garantir segurança aos agentes penitenciários e assim fizemos, nem participamos ativamente da revista. Além disso, tudo foi acompanhado pelo diretor do presídio. Com certeza, não houve truculência do Bope”, enfatizou o comandante. Ele também informou que só abrirá sindicância para apurar o fato se a denúncia for oficializada junto à corporação.
O promotor de Justiça Cyro Blatter, da Promotoria de Execuções Penais do Ministério Público de Alagoas, disse que também já tomou conhecimento da denúncia, mas ressalvou que ainda não havia assistido ao vídeo. Ele informou que somente na próxima segunda-feira começará a apurar o assunto, ouvindo o superintendente-geral de Administração Penitenciária e os presos identificados nas imagens.
“Em janeiro do ano passado houve um episódio de agressão policial. Ouvimos os envolvidos e nossa ação gerou punição para os responsáveis. Outros casos de espancamento geraram ações criminais de tortura e homicídio contra agentes penitenciários. Vamos apurar este episódio da mesma forma”, ressaltou Blatter.
O Tudo na Hora tentou ainda falar por telefone com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado, sem sucesso.

Adolescente são apreendidos com objetos roubados

Adolescente é apreendido com drogas e arma na zona norte de Londrina

Pauline Almeida com informações de Samuel Ribeiro

Policiais militares da 4ª Companhia Independente apreenderam um adolescente com drogas na madrugada desta terça-feira (22). O garoto de 16 anos era morador do Conjunto João Paz, zona norte de Londrina, e guardava entorpecentes e uma arma em sua casa.
A apreensão foi coordenada por uma equipe do Serviço Reservado. Por volta das 2h, o adolescente de 16 anos foi abordado com uma certa quantia de drogas e dinheiro trocado. Em diligências pela casa do garoto, a polícia encontrou outros 22 tabletes de maconha, 12 buchas de cocaína e R$ 120.
O adolescente ainda guardava uma pistola calibre 45 de uso restrito. Ele alegava que havia comprado a arma para se defender, pois estava sendo ameaçado.
O garoto, que já tem uma passagem pela polícia, foi apreendido e encaminhado para a 10ª Subdivisão Policial de Londrina.

Adolescente vende drogas para comprar roupas de marca

Um garoto, 14 anos e já com uma longa lista de passagens pela polícia. Ele foi apreendido mais uma vez, por tráfico de drogas, em Vila Velha. No DPJ, ele disse que vendia drogas para comprar roupas de marcas. Revelou também que quer parar, mas não consegue.

quarta-feira, maio 23, 2012

Adolescentes grávidas roubam supermercados para ir a baile funk

Adolescente esconde droga na boca e acaba detido em Sorocaba, SP

Certa quantidade em dinheiro também foi apreendida.
Menor atuava próximo a um prédio público do bairro.
Adriane Souza
Do G1 Sorocaba e Jundiaí

Um adolescente de 14 anos foi flagrado pela Guarda Civil Municipal de Sorocaba (SP), escondendo porções de cocaína na boca, nesta segunda-feira (21). Segundo a GCM, o menor é suspeito de traficar entorpecentes nas proximidades do Centro de Integração de Esporte e Lazer (Ciel) da Vila Santana.
Enquanto patrulhavam as proximidades do prédio público, guardas da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) flagraram o menor comercializando entorpecentes no local. Ele foi abordado e os GCMs descobriram que o menor estava com cinco porções de cocaína na boca.
Próximo ao suspeito, os guardas encontraram uma caixa com mais porções do mesmo entorpecente. Em um dos bolsos do adolescente foram apreendidos R$ 274. Ele confessou que conseguiu o dinheiro vendendo a droga naquela área.
A ocorrência foi levada ao Plantão Policial Norte, onde o menor foi autuado por ato infracional de tráfico de entorpecentes. Ele foi conduzido à Fundação Casa.

Fonte:http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2012/05/adolescente-esconde-droga-na-boca-e-acaba-detido-em-sorocaba-sp.html

terça-feira, maio 22, 2012

Adolescente é flagrado com grande quantidade de droga no Vila Garcia

Os moradores é que denunciaram o tráfico de drogas no lugar.



A Polícia Militar fez mais uma grande apreensão de droga em Patos de Minas. Um menor de 17 anos foi flagrado depois que um usuário foi abordado saindo de sua casa com pedras crack. Os moradores é que denunciaram o tráfico de drogas no lugar.
A apreensão aconteceu ainda pela manhã desta quinta-feira (17). Os policiais da Base Comunitária Móvel patrulhavam o bairro Abner Afonso quando receberam diversas denúncias de que havia comércio de drogas na Travessa Fernandes.
Os militares foram até o local e notaram que uma pessoa saía da casa em atitude suspeita. O homem foi abordado e algumas pedras de crack foram descobertas com ele. Diante da constatação do tráfico, os militares adentraram na residência e encontraram mais droga.
Com um menor que estava deitado ao lado de uma mulher no interior do quarto, os policiais apreenderam um tablete de maconha. A droga estava em seu bolso. Em um lote de frente, mais uma grande quantidade de crack e balança de precisão.
Cinco grandes porções da droga estavam escondidas no local que era usado como esconderijo do entorpecente. Tudo foi apreendido e levado para a delegacia. O menor receber uma medida educativa pelo ato infracional.
Autor: Farley Rocha

Ministério Público denuncia servidores por tortura contra adolescentes

 

O Ministério Público do Estado do Pará denunciou quatro servidores públicos, dois policiais militares e dois monitores, por tortura cometida contra cinco adolescentes que cumpriam medida socioeducativa de internação no Centro de Internação Masculina (Ciam) no Jardim Sideral, em Belém. Segundo a denúncia, assinada pelo promotor Franklin Lobato, os adolescentes apanharam dos policiais com barras de ferro, cadeiras, além de serem ameaçados de morte. Além da violência física houve ainda violência psicológica, com os adolescentes sendo obrigados a ficar de “cara contra a parede”.

A sessão de tortura, que aconteceu em um plantão durante a madrugada, teria sido motivada por “richas” anteriores entre adolescentes e monitores, o que configura que a situação de conflito já vinha se arrastando há meses no interior da unidade. Na denúncia há relato que é comum na unidade que monitores e adolescentes se desafiam a brigar entre si.

Ainda segundo as vítimas, após serem torturados, os adolescentes ficaram sangrando e não tiveram direito a nenhum atendimento médico. A informação é contestada pela administração da unidade.

Ainda segundo a denúncia, a violência foi testemunhada por várias pessoas. O MP arrolou 20 testemunhas, a maioria delas servidores da Funcap, órgão no Estado responsável pela execução de medidas no Estado do Pará. A denúncia foi enviada à Justiça no último dia 28.


Adolescente é abusada pelos colegas dentro de ônibus escolar

quarta-feira, maio 16, 2012

Gerente de padaria reage à assalto e atira em adolescente

REGIÃO DE VENDA NOVA – Menores assaltam posto e são detidos pela PM

Três menores, que assaltaram um posto de combustíveis na região de Venda Nova, foram detidos ontem, 14, por policiais militares do 49º Batalhão. De acordo com os levantamentos, os infratores, com as mãos sob a camisa para simular que estavam armados, chegaram ao estabelecimento comercial e renderam os funcionários.

A Polícia Militar foi acionado e o crime foi lançado pelo Centro Integrado de Comunicações Operacionais – CICOp na rede-rádio. A dupla, conforme os levantamentos, tinha fugido, a pé, em direção à Avenida Doutor Álvaro Camargo. Durante o rastreamento, um morador da região fez contato com os policiais militares e disse que três rapazes em um Fiat Uno tentaram roubar o seu veículo, mas não conseguiram.

A busca continuou e, alguns minutos depois, o Uno, ocupado pelo trio, foi localizado e abordado. No tênis de um dos jovens - J.S.D., 15 anos -, a equipe encontrou uma chave mixa e outra na ignição do carro, que também havia sido furtado.

Diante da semelhança dos três suspeitos com os autores do ataque ao posto de gasolina, os policiais militares os levaram à presença das vítimas e eles foram reconhecidos.

Com os adolescentes, apreenderam parte do dinheiro levado do estabelecimento e de um cliente – R$ 66,00 e outros objetos. Em continuidade às diligência, os policiais militares conduziram os menores para a delegacia local. (Alexandre França)
 
Fonte: PMMG

Casal de Adolescentes é apreendido por assalto à ônibus

Quarteto de assaltantes fez passageiros como escudo durante fuga.
Casal foi conduzido à Delegacia de Atendimento ao Adolescente.

Do G1 PA
 
Um casal de adolescentes foi apreendido pela Guarda Municipal de Belém (GMB) nesta terça-feira (8), após participarem de assalto armado à um ônibus da linha Icoaraciense, na capital do Pará. Dos quatro assaltantes do veículo de transporte coletivo, dois conseguiram fugir invadindo quintais de residências próximas.
O motorista que conduzia o ônibus conseguiu sinalizar com luzes para uma viatura da Guarda Municipal, a qual passava pelo local, que algo estava errado. Após perceber a interferência dos guardas, os assaltantes obrigaram o condutor a parar o veículo em um ponto de ônibus e tentaram se infiltrar entre os passageiros, os quais foram usados como escudo entre os bandidos e a polícia.
Os dois fugitivos estavam armados. Com a jovem apreendida foram encontrados R$ 435 reais roubados do ônibus e o casal foi levado até a Delegacia de Atendimento ao Adolescente.

Fonte: http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2012/05/casal-de-adolescentes-e-apreendido-por-assalto-onibus.html

Polícia prende homem e apreende jovem suspeitos de matar motorista

Crime aconteceu dentro de ônibus, neste sábado (12), em Esmeraldas.
Segundo PM, arma que teria sido usada pelos suspeitos foi apreendida.

Do G1 MG
 
Um homem foi preso, e um adolescente, apreendido, nesta segunda-feira (14) por suspeita de terem matado um motorista de ônibus neste sábado (12) em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), os jovens, de 20 e 17 anos, foram encontrados durante uma operação conjunta com a Polícia Civil.

Ainda de acordo com a PM, com os suspeitos, foram apreendidas uma faca e uma arma, que teria sido usada no crime. Segundo a polícia, eles disseram que atiraram para assaltar o motorista.
Crime
O motorista, de 43 anos, morreu após ser baleado em um assalto no trajeto entre
Contagem e Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O motorista dirigia o ônibus, quando, em um ponto do bairro Recreio, em Esmeraldas, um suspeito anunciou o assalto à cobradora.
Enquanto isso, outro suspeito efetuou o disparo que acertou a vítima. De acordo com a Polícia Militar (PM), o motorista não reagiu. Ele chegou a ser levado para a policlínica de Contagem, mas não resistiu e morreu.

Segundo a empresa de transporte, ele já havia sido assaltado outras vezes. A viação informou ainda que, no mesmo dia, dois motoristas também foram intimidados por homens armados, que se negaram a pagar as passagens. A mesma linha em que o motorista trabalhava já havia sido assaltada, no mesmo local, na última quarta-feira (9).

O motorista era casado e tinha duas filhas, uma de 12 e outra de 14 anos. Ele trabalhava na empresa há 15 anos.
Fonte: http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2012/05/policia-prende-homem-e-apreende-jovem-suspeitos-de-matar-motorista.html

segunda-feira, maio 14, 2012

Detentas do CDPF são flagradas com drogas e celulares dentro do presídio

Mãe e filha são presas suspeitas de tráfico de drogas, em Manaus

Em um presídio, um outro filho estaria comandando mercado de drogas.
A filha de 14 anos ajudava na distribuição, disse a PM.

Ana Graziela Maia
Do G1 AM

Uma mulher de 55 anos foi presa e uma adolescente de 14 anos foi apreendida, durante ação da Ronda Ostensiva Candido Mariano (Rocam), na madrugada deste domingo (11). As duas, mãe e filha, são suspeitas de tráfico de drogas. A ação da PM ocorreu no bairro Nova Vitória, Zona Leste de Manaus. Um outro filho da mulher, presidiário, estaria comandando a comercialização de drogas.
De acordo com o tenente da Rocam Alberto Neto, a polícia recebeu uma ligação anônima, informando que, no lugar, a suspeita seria referência no abastecimento de drogas, chefiado por um filho dela e outro homem. As orientações sobre a comercialização estariam sendo dadas de dentro de um presídio.
A polícia foi até o local da denúncia e ao entrar na residência da suspeita encontrou uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38 com munição. Os PMs também apreenderam 53 trouxinhas e mais de 300 gramas de pasta base de cocaína.
Ainda segundo o tenente, a adolescente apreendida estaria ajudando a mãe na entrega da substância.
A mulher foi encaminhada para o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde foi autuada em flagrante, por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. A adolescente foi encaminhada para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).

Fonte:http://g1.globo.com/amazonas/noticia/2012/05/mae-e-filha-sao-presas-suspeitas-de-trafico-de-drogas-em-manaus.html

Menino de 12 anos é estuprado no Ceseu

Larissa Santos Repórter

Um  adolescente de 12 anos foi vítima de estupro e agressão dentro do Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu), no bairro São Francisco, zona Leste da cidade. O garoto violentado foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) na madrugada desta sexta-feira (11), para fazer exame de corpo delito.
De acordo com o boletim de ocorrência, a violência sexual acontecia desde a segunda-feira (7) e durante as madrugadas. Os suspeitos são dois menores, com 16 e 17 anos, e seriam colegas de alojamento da vítima. Eles foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos.
Segundo os depoimentos de dois agentes da unidade prisional à delegada de plantão Ana Cristina Bernardes, eles chegaram para o turno de trabalho e receberam a informação que teria acontecido o abuso dentro do Ceseu e tomaram as providências necessárias.
Ainda de acordo com o Auto de Apreensão em Flagrante de Ato Infracional (AAFAI), os suspeitos de abusar do colega não negaram ter praticado relação sexual com a vítima, mas afirmaram que houve consentimento dele.
O adolescente também foi ouvido pela delegada e afirmou que foi ameaçado e espancado enquanto era estuprado. Ele disse também que os abusos aconteceram na segunda, terça e quarta-feira desta semana.
Em nota, a Secretaria de Estado de Defesa Social confirmou que recebeu a denúncia e informou que o Ceseu instaurou os procedimentos administrativos cabíveis para a apuração dos fatos.

Fonte:http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/adolescentes-confirmam-abuso-sexual-dentro-do-ceseu/

sexta-feira, maio 11, 2012

Quadrilha invade loja e são reconhecidos por vendedoras

GM encontra 73 pedras de crack com adolescente

Adolescente drogado mata tia a facada na frente dos 2 filhos

NONATO SOUSA

A população de Boa Vista se chocou ontem com a notícia do assassinato de mais uma mulher. Mãe de dois filhos pequenos, a doméstica Roselene Nascimento Ribeiro, que no próximo dia 15 completaria 26 anos, foi morta com uma facada no peito dentro de casa, quando assistia à novela. O autor do crime foi o seu sobrinho de apenas 14 anos. Apreendido em flagrante na mesma noite na casa de outro familiar, ele confessou o crime e disse ao delegado de Polícia Civil que atendeu o caso, que havia cheirado cola de sapateiro e thinner.

O adolescente era recém-chegado a Boa Vista e estava morando na casa da vítima. Segundo informou o marido de Roselene, Darlison Silva Gomes, o crime foi por motivo banal. Ele apontou pelo menos duas prováveis causas. Uma delas pelo fato de a vítima ter reclamado com o adolescente por ele ter pegado um pacote de pipoca. A doméstica argumentou que a pipoca era para seus filhos comerem mais tarde enquanto assistiam a um filme que ia passar na televisão. A outra hipótese para o crime, segundo Darlison, foi porque o sobrinho queria dinheiro, ela inclusive chegou a dar R$ 10,00 para ele, que achou pouco e reclamou. De acordo com Darlison, o sobrinho queria dinheiro para comprar droga.

O adolescente teria saído chateado com a tia e ao retornar pegou o pacote de pipoca, momento em que a tia o repreendeu. Novamente o garoto saiu de casa chateado e ao retornar para casa pela segunda vez surpreendeu a vítima com a facada no peito e depois fugiu. Antes do crime, o adolescente pegou uma bolsa que estava do lado de fora da casa, jogou no chão e depois furou a bolsa com a faca.

De acordo com Darlison, os filhos pequenos do casal viram a mãe morrer. Ele disse que o jovem infrator foi criado pela sua mãe desde os dois anos e depois de algum tempo foi mandado para morar com os pais em Manaus (AM). No entanto, lá ele estava causando problemas para a família e decidiram mandá-lo de volta para Boa Vista. “Nós questionamos e até não queríamos que ele viesse, mas dias atrás chegou aqui de surpresa e ficou morando em minha casa”, contou Darlison. Lembrou que a mulher já havia reclamado para ele sobre o comportamento do adolescente em casa. Disse que ele não conversava e nem ao menos lavava as suas roupas.

Darlison reclamou da demora das equipes de socorro do Samu e Resgate em atender o caso da sua mulher. Disse que depois de Roselene foi esfaqueada, ela ficou pelo menos 40 minutos aguardando o socorro. Nesse tempo ele contou que ficou tentando reanimar a esposa, mas ela não resistiu e morreu no local.

Logo depois do crime, policiais militares foram atender a ocorrência, mas o adolescente foi localizado por agentes de plantão da Delegacia-Geral de Homicídio, que também foram comunicados do homicídio e estiveram no local colhendo informações. Em seguida, com a ajuda inclusive de familiares da vítima e acusado, realizaram diligência pela cidade e cerca de uma hora depois do crime, por volta das 22h, apreenderam o adolescente na casa de outra tia, no bairro Cinturão Verde.

Ele foi conduzido ao Plantão Central 2 da Polícia Civil, onde o delegado de plantão, Marcus Albano formalizou o Auto de Apreensão em Flagrante por Ato Infracional (AAFAI) contra o mesmo. Posteriormente ao procedimento ele passou por exame de integridade física no IML e depois foi entregue ao Centro Sócio Educativo (CSE), onde deve ficar à disposição da Promotoria e do Juizado da Infância e Juventude. Em seu relatório o delegado enfatizou que o adolescente confessou o crime, porém não apresentou um motivo concreto e disse que havia cheirado cola e thinner.

O corpo de Roselene foi removido ao IML para realização do exame cadavérico que determina a causa da morte e ontem pela manhã, após o procedimento, foi entregue para a família realizar o velório e sepultamento.       

Adolescentes são apreendidos com mais de 100 pedras de crack em Santa Luzia

Um dos menores disse ter comprado as drogas na Pedreira Prado Lopes, em Belo Horizonte.

Dois adolescentes de 16 e 17 anos foram apreendidos após serem flagrados com drogas na manhã desta quarta-feira em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Militares do 35º Batalhão da Polícia Militar (PM), receberam uma denúncia informando que eles estavam embalando drogas em uma casa no Bairro Bela Vista. Chegando ao local, os policiais encontraram a dupla na casa onde o mais novo mora. Foram apreendidas 95 pedras de crack embaladas e mais sete pedras brutas da mesma droga.

De acordo com os militares, o rapaz de 17 anos disse ter comprado as drogas por R$ 4 mil na Pedreira Prado Lopes, em BH, e que pretendia vendê-las em Santa Luzia. Ele já tem passagens pela polícia por uso de drogas. Os pais do adolescente mais novo estavam no trabalho e disseram aos policiais que não sabiam do envolvimento do filho com o tráfico. Os suspeitos e o material apreendido serão encaminhados à Polícia Civil.

Fonte:http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2012/05/09/interna_gerais,293326/adolescentes-sao-apreendidos-com-mais-de-100-pedras-de-crack-em-santa-luzia.shtml

quinta-feira, maio 10, 2012

Na capital, 26 menores são detidos por dia

A Vara Infracional da Infância e da Juventude divulgou ontem um relatório referente aos atos infracionais cometido por jovens, entre 2009 e 2011, em Belo Horizonte, além do perfil dos adolescentes em conflito com a lei. Segundo o estudo, pelo menos 26 adolescentes são encaminhados, todos os dias, ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional de Belo Horizonte (CIA/BH), somando quase 800 apreensões por mês.

3 adolescentes participam de assalto a uma lanchonete

Adolescentes rendem os agentes e fogem da Fundação Casa

Cela para menor infrator é desativada na cidade

Segundo a Seds, desde que a delegacia mudou de endereço, os adolescentes são levados para BH ou Ribeirão das Neves.

DAYSE RESENDE

Depois de cinco anos no improviso, a cela do 2º Distrito Policial de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, para onde os menores infratores eram encaminhados e acautelados foi desativada no início deste mês, quando a unidade foi transferida para outro prédio, no bairro PTB. Desde então, em função do ocorrido, os adolescentes que cometem algum tipo de delito no município estão sem destino certo.

Enquanto isso, segundo informou o delegado regional Wagner Sales, a orientação é que eles sejam encaminhados, através de uma intervenção do Ministério Público (MP) e da Justiça local, para os centros socioeducativos da capital ou de cidades vizinhas. "Os trabalhos das polícias Civil e Militar continuam normais, mas o MP e o judiciário ficam responsáveis por localizar uma vaga para o acautelamento do infrator até que a Suase (Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas) assuma suas funções na cidade", disse.

Ciente do ocorrido, a delegada responsável pelo 2º DP, Cristiane Ferreira Lopes, informou que, desde a mudança, o fluxo de apreensão de menores diminuiu. "O último deles foi transferido para Belo Horizonte", explicou ela, que avisou sobre a mudança ao MP. "A proposta do judiciário é que a Suase assuma a responsabilidade administrativa".

O juiz Gustavo Cheik de Figueiredo Teixeira, que responde provisoriamente pela Vara da Infância e da Juventude de Betim, estava em audiência e não foi encontrado ontem para falar sobre o assunto.
Projeto no papel
Apesar de em 2010 a Justiça ter bloqueado R$ 3,5 milhões do Estado para a criação do centro para menores infratores e da Divisão de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad) na cidade, as propostas não saíram do papel. O último debate sobre o assunto aconteceu em 2010, na Câmara de Betim, quando moradores do Pingo d’Água se manifestaram contra a construção de uma unidade na região.
 

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.