"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quarta-feira, julho 14, 2010

Hélio Costa interrompe entrevista ao ser confrontado por jornalista


O candidato não soube responder o que era Ceip, sigla para Centro de Internação Provisória, e reclamou estar sendo vítima de uma pegadinha.

O candidato de oposição ao governo de Minas, o senador Hélio Costa (PMDB), participou no início da tarde desta terça de um ato de apoio à sua candidatura na Praça da Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Em meio a aliados da campanha, a maioria deles petistas, Costa foi evasivo ao responder sobre sua proposta para resolver o problema da superlotação do Centro de Internação Provisória (Ceip) Dom Bosco, que recebe adolescentes infratores em Belo Horizonte.

Costa disse apenas que a questão do adolescente precisa ser discutida do ponto de vista técnico e social, e que certamente vai “estar preocupado com isso na nossa campanha”, sem entrar no mérito da questão.

Quando o repórter perguntou ao candidato se ele sabia o que era o Ceip e se tinha conhecimento do problema vivido no centro, Costa disse desconhecer a sigla, reclamou estar sendo vítima de uma pegadinha e encerrou a entrevista.

O Ceip Dom Bosco é o principal centro de internação provisória de adolescentes de Minas Gerais. A precariedade da estrutura e a superlotação do Ceip Dom Bosco são tema de ação civil pública promovida pela Promotoria da Infância e da Juventude de Minas Gerais desde 2007.

Recentemente o governo mineiro realizou reformas no espaço mas, para o Ministério Público, o problema ainda não está resolvido. Agentes socioeducativos já assinaram manifesto reclamando dos problemas e da falta de cuidado com o espaço para onde são levados adolescentes infratores apreendidos na Grande BH.

A pergunta foi feita no dia em que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 20 anos.


ENTREVISTA

Confira o diálogo com Hélio Costa, no início da tarde de hoje, na Praça da Savassi.


Repórter: Hoje o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 20 anos, o CEIP em Minas Gerais está superlotado há muitos anos, este é um problema que se estende. O senhor tem alguma solução para este problema, isto vai ser prioridade no governo do senhor?


Costa: Olha, eu acho que nós já demos um passo importante nessa semana, quando nós aprovamos a PEC da Juventude. Na esteira da PEC, vem a questão do adolescente, que nós precisamos realmente com muita atenção discutir essa questão no ponto de vista técnico e social.

Eu certamente vou estar preocupado com isso na nossa campanha.

Repórter: Mas o senhor sabe o que é o CEIP?

Costa: Pode falar por favor.

Repórter: O senhor não conhece o CEIP?

Costa: Veja você, eu sei que se refere a questões relacionadas com o adolescente, com o jovem, mas a sigla eu lamentavelmente não sei..

Repórter: É o Centro de Internação de Provisória de adolescentes infratores. O senhor não acha que deveria ter conhecimento dessa questão?


O assessor de imprensa do candidato interrompe a entrevista: “mas Ceip não é uma sigla conhecida, eu não sabia o que era, não é uma sigla conhecida. Isso é uma pergunta maldosa..”

Repórter: Não é uma pergunta maldosa, estou falando do Centro…
Hélio: Olha aqui, se você perguntasse pela sigla, dizendo assim, eu sou de Barbacena. Em Barbacena, nós tivemos assim, por mais de 30 anos, o mais importante centro de recuperação de adolescentes. Que foi fechado exatamente há cerca de 15 anos, por falta de atenção. Esse centro foi levado para Sete Lagoas, depois foi trazido para Belo Horizonte, então o assunto é muito bem conhecido. Agora, se você quiser fazer pegadinha comigo com a sigla, eu realmente..

Repórter: Não era pegadinha, então vamos falar da política (de governo)…

O candidato deu a entrevista por encerrada e saiu para cumprimentar eleitores.

Fonte:www.uai.com.br

Um comentário:

  1. Esta situação, não me surpreende em nada e não fica isolada só com este político em questão.Quem não se lembra de um propaganda no governo do Aécio Neves, divulgando todos os órgãos da segurança pública, deixando de fora o sistema sócioeducativo. Gostaria de um pouco mais de atenção por parte de todos os políticos e também consciência que o sistema socioeducativo é que lida com o crime na raiz, ou seja, se ainda há esperança é necessário que tenhamos condições e estrutura para tal.

    ResponderExcluir

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.