"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, dezembro 31, 2010

O que queremos para 2011?

Um sistema Socioeducativo melhor com:

Respeito por parte do Governador.
Porte de arma para os Agentes de Segurança.
Salários compatíveis com os riscos das atividades.
Matérias de proteção individual completo.
Valorização dos profissionais.
Eleições diretas para os Diretores das Unidades.
Uniformes de acordo com as atividades de segurança.
Viaturas novas.
Reestruturação da lei de instituição da carreira de Agentes de Segurança.
Novos concursos para preenchimentos das vagas.
Aproveitamento do tempo de trabalho dos Agentes contratados em novos concursos.
Critérios para promoção dos Servidores baseados nos méritos.

Polícia prende sete menores suspeitos de tráfico em vários pontos do Rio

Um dos casos ocorreu na zona sul onde um casal foi detido com cocaína

Pelo menos sete adolescentes foram apreendidos na noite do último sábado (20) em vários pontos da região metropolitana do Rio de Janeiro suspeitos de tráfico de drogas.
Um dos casos ocorreu no morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, na zona sul da capital. Um casal de menores de 15 anos e uma jovem de 21 anos foram flagrados com 44 sacolés de cocaína e acabaram detidos. A comunidade é ocupada por uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora).
Em Coroa Grande, distrito de Itaguaí, dois adolescentes de 17 anos trocaram tiros com PMs que foram checar uma denúncia de tráfico de drogas. Ninguém ficou ferido mas os jovens foram presos com uma pistola.
Na comunidade Parque das Palmeiras, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, um menor de 17 anos foi preso com 81 cápsulas de cocaína.
Na favela da Fazendinha, em Pendotiba, bairro de Niterói, um adolescente de 17 anos foi preso com 601 pedras de crack, além de R$ 30 em espécie.
A outra prisão ocorreu na comunidade Tiradentes, em Guadalupe, na zona norte da capital. Um menor de 16 anos estava com 127 cápsulas de cocaína.
Fonte:http://noticias.r7.com Data:21/11/2010

quinta-feira, dezembro 30, 2010

Polícia prende adolescente e homem durante operações contra a criminalidade em BH

Menor de idade foi encontrado trocando tiros com outro rapaz no bairro Cafezal
A Polícia Militar prendeu duas pessoas na terça-feira (23) durante uma operação de combate à criminalidade em Belo Horizonte, Minas Gerais. Um dos presos é um adolescente de 16 anos. De acordo com os policiais, o garoto estava trocando tiros, da porta de casa, com um homem, na Vila do Cafezal, no centro-sul da cidade. As informações são do Hoje em Dia.
Os militares esperaram o tiroteio terminar e renderam o adolescente. Segundo os policiais, o jovem estava com revólver, munição, colete a prova de balas e um rádio para acessar a faixa da polícia. O garoto e os materiais foram apreendidos e levados ao CIA (Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional). O rapaz que também estava envolvido no tiroteio fugiu.
O outro homem, de 25 anos, foi preso no morro das Pedras, região oeste da capital. Ele foi flagrado em um ponto de tráfico de drogas. Com ele, a polícia encontrou dois papelotes de cocaína e R$ 2.400 em dinheiro.
Os militares fizeram buscas na casa do suspeito, que fica próxima ao local em que ele foi abordado, e acharam um revólver calibre 38 e 13 cartuchos do mesmo calibre no armário de um dos quartos. O homem foi levado à Delegacia Regional Sul, onde foi autuado em flagrante.
Fonte:http://noticias.r7.com Data:publicado em 24/11/2010

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Quatro menores de idade ligados ao tráfico são presos na comunidade Criança Esperança

Com eles, foram apreendidas uma pistola, uma carabina e um revólver

Quatro adolescentes, entre 14 e 16 anos, além de um jovem de 19 anos, foram presos na tarde desta quinta-feira (16) na comunidade conhecida como Criança Esperança, em Anchieta, na zona norte do Rio de Janeiro.
Com os suspeitos, foram apreendidas uma pistola, uma carabina, um revólver, além de cocaína e maconha.
Fonte:http://noticias.r7.com Data:16/12/2010

terça-feira, dezembro 28, 2010

Corpo de Enfermagem da Fundação Casa denuncia violações de direitos

Esta semana, o mandato do deputado federal Ivan Valente recebeu a denúncia do Corpo de Enfermagem da Fundação Casa, órgão do governo do estado de São Paulo responsável por adolescentes em privação de liberdade, acerca de violação de direitos trabalhistas e dos internos.
Segundo as enfermeiras, o atendimento à saúde disponível aos adolescentes é precário. Os médicos passam pelas unidades somente duas vezes por semana e, no restante do tempo, é o Corpo de Enfermagem que cuida dos internos. No entanto, a maior parte das unidades não conta com enfermeiros ou auxiliares de enfermagem à noite. Somente o complexo da Vila Maria possui dois auxiliares à noite, para atender a centenas de jovens.
“Quando os meninos precisam, a medicação é dada por alguém que não tem instrução para isso, como um técnico da segurança”, conta uma enfermeira. “Às vezes somos obrigadas a fazer o atendimento por telefone, orientando outro funcionário. E isso é proibido. Mas, se não atendemos o telefone, depois a chefia diz que somos negligentes”, conta outra.
Direitos trabalhistas

As enfermeiras da Fundação Casa questionam como é possível fazer um bom atendimento aos adolescentes se nem mesmo os direitos dos funcionários são garantidos. Nos últimos anos, contam, a escala de trabalho foi alterada unilateralmente pela Direção da Fundação Casa e o Corpo de Enfermagem perdeu o direito às duas folgas que tinha no mês. O pagamento de horas extras também foi cortado e os novos funcionários não recebem o adicional insalubridade.
“Fizemos um concurso público para trabalhar 40 horas semanais, ou seja, 160 horas/mês. Hoje há meses em que trabalhamos 192 horas e não recebemos nada por isso”, contam. “A escala, que era de três dias de doze horas trabalhados por dois dias compensados, mais duas folgas e hora extra agora se transformou em um dia de 12 horas trabalhado para um dia compensado, sem folga e sem hora extra, estourando a carga de 40 horas semanais”, relatam.
Enquanto isso, os demais funcionários públicos estaduais da área da saúde trabalham 30 horas semanais, com a garantia das duas folgas. “Não somos tratados como servidores públicos”, reclama uma das enfermeiras.
Esta semana, o Corpo de Enfermagem protocolou denúncia na Procuradoria de Direitos Difusos e Coletivos do Ministério Público do Trabalho. A ouvidoria da Fundação Casa já havia sido comunicada da situação dos trabalhadores da saúde. O documento afirma que a mudança unilateral na carga e escala de trabalho dos enfermeiros afronta o princípio da segurança jurídica e causa prejuízos aos trabalhadores, que estão cumprindo a escala e até o momento não receberam quaisquer esclarecimentos sobre a forma como as folgas a que tem direito serão gozadas.
O deputado federal Ivan Valente se comprometeu em acompanhar a denúncia junto ao Ministério Público, cobrar informações da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania – à qual a Fundação Casa está ligada –, e analisar medidas jurídicas que possam ser tomadas para garantir os direitos dos adolescentes internos e dos trabalhadores e trabalhadoras da Fundação.
“Esta situação descrita pelo Corpo de Enfermagem é temerária e não pode continuar. A vida desses meninos está sob custódia do Estado. Já os funcionários da Fundação Casa devem ser tratados com respeito, como servidores públicos estaduais, e terem condições dignas para exercerem com qualidade seu trabalho. Vamos cobrar uma resposta do governo de SP para que esta situação mude”, afirmou Ivan Valente.
Fonte:http://psol50.org.br Data:01/10/2010

segunda-feira, dezembro 27, 2010

Mensagem de um Agente de Segurança


Mensagem: SE AS OUTORIDADES NAO APROVAREM LEIS MAIS SEVERAS PARA ESTES ADOLECENTES DAQUI 5 ANOS SEREMOS TODOS REFENS DELES E PERDEREMOS O CONTRLE, SE É QUE TEMOS. SENHORES DO CONGRESSO ABRAM OS OLHOS POQUE AMANHÃ OU DEPOIS A VITIMA COM CERTEZA VAI SER UM DE VOÇÊS; PORQUE NAO APROVARAM LEIS MAIS RIGOROSAS, O PORTE DE ARMA; PARA TODOS NOS. NAO ACREDITO QUE ALGUM DE VOÇES DEVERA LER ESTA MESAGEM, MAS SE LER POR FAVOR, PONHA A MÃO NA CONSCIENCIA É O PEDIDO DE UM AGENTE SOCIO EDUCATIVO QUE SE ORGULHA DO QUE FAZ.


Agente: RONALDO / RIBEIRÃO DAS NEVES

Casal de irmãos adolescentes é apreendido com droga em terminal

Um casal de irmãos adolescentes foi apreendido nesta tarde de quarta-feira, 17, por volta das 13h50, no Terminal da Integração do São Cristóvão. Foram encontrados em poder deles três tabletes de maconha, dois celulares e a quantia de R$ 22. A prisão foi efetuada pela Guarda Municipal.
O guarda Jussiê disse que suspeitou dos adolescentes e tentou revistar o garoto, que se irritou e desacatou os guardas. Então, os irmãos foram levados para o posto da Guarda Municipal, que fica dentro do terminal do São Cristóvão. Ainda de acordo com Jussiê, a jovem também se recusou a ser revistada, mesmo assim, os guardas revistaram a bolsa da jovem e encontraram três tabletes de maconha.
Os menores apreendidos foram conduzidos pela VTR 14 até a Delegacia do Adolescente Infrator (DAÍ – Madre Deus). O comandante da guarnição, Sanches, o condutor da viatura, Jussiê, e os outros guardas, F. Melo e Nunes disseram que os menores não declararam quem havia fornecido a droga.
Fonte:http://www.oimparcialonline.com.br Data:17/11/2010

domingo, dezembro 26, 2010

Dez são presos e dois menores apreendidos no centro-oeste de MG


Do G1 MG

Dez pessoas foram presas e dois menores apreendidos numa operação da Polícia Militar (PM), nesta sexta-feira (19), em Cláudio, no centro-oeste de Minas. Segundo a PM, a quadrilha que atuava na região é suspeita de crimes como latrocínio, roubo e tráfico de drogas.
Ainda de acordo com informações da PM de Cláudio, dois dos integrantes do grupo já tinham mandado de prisão expedido. Eles são suspeitos de um homicídio cometido em Itapecerica, também no centro-oeste do estado.
Segundo a PM, a quadrilha foi descoberta depois de um latrocínio cometido na região, na quinta-feira (18). Por meio de uma denúncia anônima, a polícia conseguiu prender o primeiro suspeito, e os outros foram localizados durante a investigação.
Após serem ouvidos na delegacia de Cláudio, os suspeitos foram encaminhados ao Presídio de São Joaquim de Bicas, na região central de Minas Gerais. Ainda conforme a PM, os dois menores envolvidos no caso, foram levados para a delegacia de menores de Itapecerica, no centro-oeste do estado.
Fonte:http://g1.globo.com Data:20/11/2010

sábado, dezembro 25, 2010

Polícia Militar prende 11 nesta quinta-feira no Rio de Janeiro

A operação da Polícia Militar (PM) realizada em várias comunidades do Rio de Janeiro para combater a onda de violência prendeu 11 suspeitos nesta quinta-feira. Além das detenções, foram apreendidos materiais explosivos. Segundo o Corpo de Bombeiros, cinco veículos foram incendiados entre o fim da manhã de desta quinta e meio da tarde.
Duas pessoas foram detidas e um menor apreendido em Botafogo, onde foram localizados três garrafas pet com gasolina. Outras duas foram detidas em Vila Isabel, onde também foi encontrada uma garrafa pet com gasolina.
Seis bananas de dinamite e seis espoletas foram apreendidas em Cavalcante, onde dois suspeitos foram presos. No Morro do Galão, uma pessoa foi detida, assim como em Porto da Madama. Outro suspeito foi preso em Mangueirinha. No local, a polícia também encontrou um galão de gasolina, um isqueiro, corda e um carro. Em Chatuba, assim como na Barra da Tijuca, uma pessoa foi presa. Na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Pavão Pavãozinho, foram encontradas 500 munições.
Fonte:http://www.clicrbs.com.br Data:25/11/2010

sexta-feira, dezembro 24, 2010

Verdadeiramente tenha um Feliz Natal


Adolescente atira em amiga, que fica em estado grave

Correioweb
É grave o estado de saúde da adolescente de 15 anos baleada por uma amiga de 16 anos no fim da tarde de hoje, em Ceilândia. A menina recebeu cinco tiros e está internada no Hospital Regional da cidade.
Segundo o chefe da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte), Raimundo Vanderly Alves de Melo, as duas garotas moram na mesma rua e teriam discutido ontem a tarde.
“Depois da briga ontem, a adolescente de 16 anos procurou a amiga com uma pistola e disparou contra ela. Os agentes estão atrás da adolescente, que fugiu levando a arma. Ela já tem passagem pelo Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje)”, contou Vanderly.
Fonte:http://correiodesantamaria.com.br

quinta-feira, dezembro 23, 2010

Adolescente fica furioso após ter moto apreendida e atira contra policiais

Policiais do Sertão estão a procura de adolescente que atirou contra guarnição da PM em Bom Sucesso
Um adolescente de 17 anos ainda não foi localizado pelos policiais do pelotão da PM de Bom Sucesso, no Sertão paraibano. Ele teve a moto apreendida por uma guarnição militar e logo depois foi emborado do local.
Para surpresa dos policiais, por volta das 21h30 de sábado, 10, quando a guarnição estava fazendo policiamento na praça central de Bom Sucesso foi surpreendida por aproximadamente dez disparos de arma de fogo, sendo que três atingiram a viatura. A arma utilizada foi uma pistola 9mm.
Após conseguir identificar o autor dos disparos os policiais de Bom Sucesso, com apoio de guarnições de Catolé do Rocha, Patrulha Rural, Brejo do Cruz e até mesmo de Alexandria (RN, saíram em diligências, mas até a manhã desta segunda-feira, 12, não haviam localizado o adolescente.
Cardoso Filho
Fonte:http://www.wscom.com.br Data:12/07/10

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Adolescente atira contra policiais e é baleado em Novo Hamburgo

Marcos Jorge/Da Redação
Novo Hamburgo - Um adolescente de 17 anos foi baleado em confronto com a Brigada Militar por volta das 15 horas desta terça-feira, na Rua da Divisa, na Vila Palmeira, no bairro Santo Afonso. Segundo o delegado Enizaldo Plentz, os policiais militares foram acionados após receberem uma denúncia de que três homens estariam armados. Com a chegada dos agentes, dois deles fugiram, entre eles um foragido da Justiça. Já o menor, decidiu enfrentar a BM e desferiu um disparo contra a guarnição. Os PMs revidaram e acertaram o glúteo do suspeito.
O adolescente foi socorrido até o Hospital Municipal e está sob custódia da BM. "Ele é furioso, já tem homicídio e é bastante polêmico aqui no bairro, conhecido por assaltos", definiu a vítima, o delegado.
A arma, usada pelo menor contra os policiais, um revólver calibre 38, foi apreendida. O inquérito que indiciou o menor por tentativa de homicídio contra os policiais será remetido ao Ministério Público, que irá se posicionar se o jovem deve ser recolhido ao Centro de Atendimento Sócio-Educativo (Case).
Fonte:http://www.jornalvs.com.br Data:terça-feira, 19 de outubro de 2010

terça-feira, dezembro 21, 2010

O que é liderança: Conceitos e dicas básicas

O que é liderança?

O líder é quem guia, quem dá a cara a tapas, quem toma a frente, quem inspira, quem dá confiança… São muitas definições, mas a melhor que já ouvi é: o líder é quem serve.
Servir, pra mim, é:


Mostrar o caminho além do horizonte:

O líder é quem alinha o grupo em torno de uma visão, mostrando o caminho a ser percorrido e garantindo o comprometimento de todos para chegar lá.
Fornecer ferramentas e monitorar os trabalhos:

O líder é responsável por acompanhar e cobrar as atividades de cada um. Assim, ele deve fornecer quaisquer ferramentas e/ou orientações pra que todos façam sua parte da melhor forma.
Inspirar pelo exemplo:

O líder é como um ídolo, transparecendo confiança, direção, pulso firme, honestidade e que sabe como e o quê fazer.


Saber o que é o conceito de liderança não é o suficiente – como tudo, o difícil é botar em prática. Por isso, como é de praxe no Saia do Lugar, aqui vão 7 dicas práticas para líderes:


1- Seja sempre transparente

Líderes também erram (menos Chuck Norris) e passam por problemas. Seus liderados não querem ver alguém perfeito, mas sim alguém que consegue lidar com problemas e, principalmente, resolvê-los.

2- Dê valor às opiniões alheias
A época dos tiranos já passou. Um líder que não aceita opiniões, ainda mais da sua equipe, não consegue criar harmonia no trabalho.

3- Nunca desista
Você e sua equipe provavelmente terão ondas de desmotivação, quando é normal que você queira dar um roundhouse-kick em tudo. Nesse momento em que não se sente vontade de cantar uma bela canção, o líder deve se sobressair pra motivar a equipe e fazê-la chegar numa solução.

4- Equipe = amiguinhos
Ter uma boa relação com seus liderados te faz conhecer as necessidades e desejos deles, te ajudando a serví-los da melhor forma possível.

5- Representar e assumir
Quando as coisas vão bem, o mérito é da equipe, quando vão mal é o líder que deve assumir a responsabilidade – representar a equipe em qualquer situação e dar a cara a tapas é essencial (#Capitão Nascimento). Compartilhar os bons resultados com a sua equipe sempre irá animá-la pra fazer mais e melhor.

6- Saiba escolher seus liderados
Um bom liderado é o cara/mulher que tem uma habilidade complementar à equipe e cuja personalidade seja pareável à sua – lembre-se que a vida é muito curta para trabalharmos com pessoas que não gostamos (veja mais em como contratar e demitir pessoas).

7- E, se você não tiver escolha, saiba lidar com imbecis
Imbecil é aquele cara que pode até trabalhar bem, mas que causa intrigas, fala mal dos outros, instiga a liderança de uma maneira destrutiva – e na frente de todo mundo tenta manter a política e “fica manso”. Tentar lidar com essa pessoa dessa mesma forma só vai tirar seu sono, então comunique-se o mínimo possível com ela (mas sem rancor) e continue cuidando muito bem do resto da equipe.
Abraços,Luiz Piovesana (por líderes motivados querendo cantar uma bela canção)

Fonte:http://www.saiadolugar.com.br

Namorada de Agente prisional é levada para delegacia após este ter feito denuncias contra Policiais.

Ele foi exonerado após denunciar assédio moral, tráfico de drogas e tortura na cadeia pública de Serro, na região central de Minas
O agente de segurança prisional exonerado porque teria feito denúncias de assédio moral, tráfico de drogas e tortura na cadeia pública de Serro, na região central, fez novas denúncias de perseguição durante audiência pública na Câmara Municipal da cidade realizada na manhã desta terça-feira (16) pela Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa.
Segundo ele, após audiência pública anterior da comissão, realizada em Belo Horizonte, no 6 de outubro, sua ex-namorada foi levada à Delegacia da Polícia Civil do Serro por três policiais civis, em viatura, e sem mandato, a pretexto de prestar esclarecimentos sobre ele.
O presidente da comissão, deputado Durval Ângelo (PT), considerou o fato grave e cobrou esclarecimentos das autoridades após lembrar que a comissão tinha sido procurada pela primeira vez há seis meses por agentes que estariam sendo perseguidos por terem alertado autoridades locais sobre o tráfico e o consumo de drogas na cadeia do Serro.O delegado Bernardo Teixeira de Freitas Braga, representante da Corregedoria-Geral da Polícia Civil de Minas Gerais, disse desconhecer o fato envolvendo a ex-namorada do agente. Para o delegado, estão querendo denegrir o trabalho da Polícia Civil.
Já o delegado do Serro, Kléber Valadares Coelho Júnior, por sua vez, disse que o fato não chegou ao seu conhecimento formalmente e que ele teria orientado que o caso fosse levado à delegacia regional.
O delegado regional de Diamantina, Denirval Campos da Cruz, informou que, após a audiência pública na ALMG, os fatos denunciados foram separados, resultando na instauração de sete inquéritos policiais, mas nenhuma sindicância. Em um deles, segundo Denirval, consta que a ex-namorada do agente exonerado teria sido convidada a prestar esclarecimentos e que teria acompanhado os policiais por vontade própria.
Segundo o delegado, que não deu detalhes sobre os inquéritos, quatro deles foram instaurados pela Delegacia Regional da Polícia Civil de Diamantina e três pela Corregedoria da PC. Em entrevista à TV Assembleia, ele disse que os mesmos estariam em processo de conclusão, devendo ser remetidos ainda esta semana para o Ministério Público da Comarca do Serro, com cópias para a comissão.
Fonte:http://experidiao.blogspot.com Data:18/11/2010

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Servidores da Penitenciária de Iaras sofrem grave acidente


No final da tarde de ontem (09), servidores da Penitenciária de Iaras se envolveram em um grave acidente de trânsito do qual resultou em uma morte e vários feridos. Nos dois carros que se chocaram estavam três servidores que voltavam do serviço para casa, e cinco servidores plantonistas que iriam iniciar o turno.
O ASP Olivério Preto, que dirigia o carro que teria causado o acidente, faleceu na hora. No mesmo carro, estavam as oficiais administrativas Ana Paula B. Pires e Maria Helena Alves L. dos Reis. No outro veículo envolvido no acidente estavam os plantonistas Marcos Alberto de Abreu; Marcos Antonio Sanches; Aparecido Fiorato; José Roberto Amaro; e Márcio Antonio Gomes. Dois deles ainda se encontram hospitalizados.
O Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo se solidariza com os familiares das vítimas e também com os companheiros de trabalho, os servidores da Penitenciária de Lavínia. Lamenta profundamente o ocorrido, e se coloca à disposição.
"É um choque. Somos todos companheiros e não há como não se chocar com um acidente dessa natureza. Certamente abala todos os servidores da Penitenciária de Iaras. Aliás, esta é a segunda tragédia recente que acontece com servidores dessa penitenciária. Há seis anos, cinco funcionários da unidade morreram em outro acidente de carro nesta mesma região, e vários outros ficaram feridos", comenta Antonia Maria Ribeiro de Angelis, do SIFUSPESP.
Fonte:http://www.sifuspesp.org.br

domingo, dezembro 19, 2010

Tragédia em Juína - Agente prisional morre em acidente de transito

Redação: Marcos Di Perez
TV Record de Juína

O agente prisional de Juína Edvaldo Nunes morreu no fim da tarde deste domingo (14) na Rodovia MT -170, cerca de 4 km de Juína. Segundo as primeiras informações, Nunes que estava só em um veículo de passeio, pode ter perdido o controle do carro e bateu violentamente com o muro de proteção da ponte sob o rio Perdido.
No sentido oposto vinha uma viatura do SAMU que presenciou o acidente, pararam e foram prestar socorro a vitima que não resistiu os ferimentos e morreu no local.
A batida foi tão violenta que o motor do carro se despedaçou e foi lançado para junto do motorista. O cabo Antero da Polícia Militar contou a nossa reportagem que há suspeitas que ele possa ter passado mal no volante por que ele é hipertenso ou possa ter cochilado perdendo o controle do veículo, informações que serão checadas pela Polícia Civil que esteve no local do acidente para liberação do corpo.
O investigador Marcelo disse que no local não há sinais de marcas das frenagens o que pode levantar a hipótese de que o motorista possa ter dormido no volante.
A MT ficou interditada por mais de meia hora para remoção do veiculo que ficou cravado no muro de proteção da ponte. Dentro do carro da vitima havia objetos pessoais e caixas de isopor. Testemunhas contaram à polícia que ele retornava do distrito de Fontanilas e havia informações que sua família vinha em um outro veiculo mas não tinha chegado no município.
Funcionários da funerária e policiais tiveram trabalho para retirar o corpo da vitima de dentro do veiculo.
Nunes era agente prisional e enfermeiro, exercia a função como agente prisional na cadeia pública de Juína, passou no concurso público do estado e também nas fases do certame, era casado com uma professora e tinha três filhos.
O corpo de Nunes foi levado para o necrotério da funerária alternativa e não foi informado ainda onde será o velório.
Fonte:http://www.juinanews.com.br

sábado, dezembro 18, 2010

Cidades - Rapaz morre queimado em centro de internação (MP)


Polícia apura se jovem infrator foi obrigado por colegas a colocar fogo em colchão de sua cela
A Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) de Luziânia instaurou inquérito para investigar as circunstâncias em que o adolescente Leonardo da Silva Paiva, de 14 anos, morreu. A morte ocorreu depois que o alojamento dele, no Centro de Apoio Socioeducativo (Case), pegou fogo na noite de terça-feira. Leonardo chegou a ser socorrido pelos Bombeiros e encaminhado para o Hospital da Asa Norte, em Brasília, mas não resistiu às queimaduras de terceiro grau e morreu na madrugada de quinta-feira.
O inquérito policial aponta que o adolescente teria sido obrigado por outro adolescente a colocar fogo no próprio alojamento, porque não cumpria algumas regras criadas pelos internos dentro do Case. A delegada responsável pelas investigações, Dilamar Aparecida de Castro, explica que Leonardo tinha o costume de ofender as mães dos outros adolescentes, o que não seria permitido no Case, e que também entregava os outros jovens infratores. "Um outro garoto teria jogado um isqueiro para ele colocar fogo no próprio colchão. A gente acredita que ele teria colocado com medo de que acontecesse algo mais grave com ele", explica.
Um funcionário do Case que não quis se identificar conta que no dia da morte pelo menos cinco educadores estavam de plantão, mas apenas três trabalhavam o que, segundo ele, não seria suficiente para cuidar dos mais de 40 adolescentes infratores.
Leonardo estava apreendido por roubo. De acordo com a Polícia Civil, ele teria fugido do Case um mês antes porque alguns internos o ameaçavam de morte. Ele foi recapturado no dia 11 de novembro. De acordo com a Polícia Civil, na semana passada ele já havia sido agredido por outros garotos que tinham queimado o rosto dele. Leonardo chegou a fazer o exame de corpo de delito no IML, mas não foi registrada nenhuma ocorrência.
O Ministério Público entrou no caso. A promotora da Infância e Juventude, Janaína Costa Vecchia de Castro, vai apurar as circunstâncias do fato e como os meninos tinham isqueiro dentro do Case. As investigações ainda vão continuar. Todos os monitores que estavam de plantão e os garotos que se encontravam na mesma ala serão ouvidos. Segundo a gerente de Gestão do Sistema Socioeducativa, Cristine Ramos Rocha, já foi aberta uma sindicância para investigação interna para saber os motivos de na noite do incidente apenas três educadores estarem de plantão, sendo que seriam cinco, e a questão do isqueiro.
Fonte: O Popular - 26/11/2010

sexta-feira, dezembro 17, 2010

Adolescente foge durante transferência para o CIP

Um adolescente de 17 anos conseguiu fugir quando era transferido para o CIP (Centro de Internação Provisória) de Criciúma, que fica no bairro Vila Zuleima. A fuga ocorreu agora pela manhã, por volta das 10h, quando ele chegava da unidade de Tubarão.
“Não sei ao certo se foi dentro ou fora do local, se os portões estavam abertos, tudo isso será averiguado. O objetivo agora é recapturar o rapaz. A central já foi informada”, diz o delegado Márcio Neves.
Segundo informações preliminares, no momento em que o marca-passo (corrente que fica nos pés) e as algemas eram retiradas o adolescente saiu correndo. Ele estava acompanhado por um educador no momento da fuga. A polícia faz as rondas pelo bairro para localizar o fugitivo.
O adolescente é bem conhecido da polícia de Criciúma, pois possui várias passagens por furto. Ele seria levado para o Centro de Internação Provisória São Lucas, em São José, na Grande Florianópolis.
Fonte:http://www.atribunanet.com Data: 27/08/10

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Aposentado é morto por adolescentes em Uberlândia; ex-mulher é suspeita

FERNANDO COSTA
A Polícia Civil vai investigar o assassinado de um aposentado de 75 anos na tarde dessa terça-feira (14) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi abordada em casa, no bairro Morumbi, por quatro adolescentes. Os jovens teriam invadido a residência e, sem dizer nada, atiraram quatro vezes no peito da vítima. Em seguida, os rapazes deixaram o locam em bicicletas rumo ao bairro Celebridade.
Segundo a PM, testemunhas informaram que o aposentado vinha recebendo ameaças da ex-mulher, que recebia uma pensão da vítima. Nos últimos meses, entretanto, o aposentado teria se recusado a pagar o benefício.
Para se vingar, a mulher teria feito uma denúncia de que o ex-marido teria abusado de uma criança. Conforme a polícia, os suspeitos estiveram na casa do aposentado mais cedo, mas não o encontraram. Os autores dos tiros ainda não foram identificados ou localizados.
Fonte:
http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=104597 Data: 15/12/2010

Agentes sofrem acidentes

Preso que seguia para apresentação de coral morre em acidente, em MG


Carro da Suapi com 2 agentes e 5 detentos perdeu controle e rodou na pista.Eles estavam a caminho do Fórum de Varginha, no sul de Minas.



Um preso morreu depois que um carro da Subsecretaria de Assuntos Prisionais (Suapi), órgão que faz parte da Secretaria de Defesa Social de Minas Gerais (Seds), se envolveu em um acidente, nesta quarta-feira (15), em Varginha, no sul do estado. Segundo a polícia, dois agentes penitenciários e cinco detentos estavam a caminho do Fórum de Varginha para uma apresentação de coral, quando o carro rodou na pista e foi parar no canteiro central da Avenida do Contorno. Chovia no momento do acidente.
Dois detentos e um agente penitenciário estão internados no Hospital Bom Pastor, em Varginha. Segundo informações da EPTV, afiliada da TV Globo, um dos detentos está em estado grave e aguarda transferência para Centro de Tratamento Intensivo (CTI). Outra vítima está em observação e o agente penitenciário não corre risco de morte.


Segundo a polícia, os outros dois detentos foram medicados no hospital e retornaram para o Presídio de Varginha. O outro agente também foi atendido e recebeu alta.
O detento de 27 anos que morreu no acidente vai ser enterrado às 14h, no Cemitério Municipal de Varginha.
As causas do acidente estão sendo investigadas.



Fonte:http://g1.globo.com Data: 16/12/2010
Fotos: Sidinei Pimenta

Adolescentes fogem do Centro de Internação Provisória (CIP) de Rio do Sul

Quatro adolescentes fugiram na noite desta terça-feira do Centro de Internação Provisória (CIP) de Rio do Sul. A fuga ocorreu por volta das 21h15min, depois da janta. Os adolescentes teriam se deslocado até a quadra de esportes e escalado a tela do local para sair da unidade. O CIP está localizado na Estrada Geral Serra do Canoas, ao lado do Presídio de Rio do Sul.
Um dos adolescentes foi encontrado por policiais militares ainda na madrugada desta quarta-feira, por volta da meia-noite, no Bairro Bela Aliança. Os outros três permanecem foragidos.
JORNAL DE SANTA CATARINA

quarta-feira, dezembro 15, 2010

Agente penitenciário acusado de torturar amante é condenado a 10 anos de prisão

MATEUS RABELO
O agente penitenciário Cristiano Eloy Gomes, acusado de torturar e tentar matar a amante, foi condenado a dez anos de prisão. A decisão divulgada nesta terça-feira pelo Tribunal de Justiça de Minas gerais (TJMG), foi do juiz Christian Gomes Lima, no 1º Tribunal do Júri do Fórum Lafayette. O réu foi condenado ao cumprimento da pena em regime inicial fechado, mas ainda pode recorrer em liberdade.
Segundo a denúncia, na tarde de 25 de maio de 2008, o agente penitenciário foi à casa da vítima, no bairro Ipiranga, região nordeste de Belo Horizonte. À noite, o agente teria exigido que a mulher admitisse ter mantido relacionamento amoroso com outra pessoa. Amedrontada, ela admitiu o fato.
Com a revelação, o condenado teria começado a torturá-la e espancá-la, utilizando uma barra de ferro e uma faca, durante toda a madrugada. O agente penitenciário ainda teria queimado peças de roupa sujas de sangue da vítima. A fumaça provocada e os gritos da vítima chamaram a atenção dos vizinhos, que acionaram a polícia.
O agente já havia fugido quando a PM chegou no local, mas foi preso em flagrante no dia 26 de maio. Ele foi denunciado por tentativa de homicídio qualificado.
COM TJMG
Fonte:
http://www.otempo.com.br Data: 14/12/2010

Quatro menores fogem pela porta dafrente de centro de internação no DF

Esta é a segunda fuga que ocorre na instituição em menos de um mês.
Quatro internos do Ciago (Centro de Internação de Adolescentes Granja das Oliveiras,) em Brasília (DF), fugiram na última quarta-feira (3) pela porta da frente do prédio da instituição. Eles haviam sido presos por suspeita de homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e furto. É a segunda fuga no local em menos de um mês.
Segundo os funcionários, cerca de 80 internos eram levados para a escola, dentro do prédio, quando os quatro rapazes fugiram pela portão principal sem serem notados. Oito câmeras monitoravam os menores.
O lugar conta com 144 internos, 20 acima da capacidade máxima. Na frente do Ciago funciona um posto da polícia militar, que não tem autorização para entrar no prédio, mas tem como função impedir fugas do local. Até a publicação desta notícia, nenhum adolescente tinha sido capturado.
Fonte:http://noticias.r7.com Data:publicado em 04/11/2010

Adolescentes fogem de centro de internação no Recanto das Emas

Funcionários do Centro de Internação de Adolescentes Granja das Oliveiras (Ciago) disseram que 18 adolescentes eram levados do pavilhão onde dormem para outro pavilhão, onde funciona a escola.
Segundo relato dos funcionários, os menores começaram a correr em direção ao portão principal. Houve um momento de grande tensão, já que apenas quatro agentes faziam a escolta dos menores. Quatro deles conseguiram pular os dois portões da frente do Ciago e fugiram para o matagal.
As buscas duraram o dia todo e foram encerradas no início da noite desta quarta-feira (3). Nenhum menor foi encontrado.
Flávia Marsola
Fonte:http://dftv.globo.com

terça-feira, dezembro 14, 2010

Adolescente rende mulher e rouba carro com arma de brinquedo em São Paulo

Um adolescente de 14 anos foi detido na manhã desta terça-feira após usar uma arma de brinquedo para render uma mulher e roubar seu carro na zona sul de São Paulo.
Segundo a Polícia Militar, a vítima trafegava por volta das 7h30 pela rua Cenerino Branco de Araújo, na Vila Campo Grande, quando foi rendida. Ela estava indo para a casa do noivo, que foi informado do ocorrido logo após o crime.
O noivo da vítima procurou uma base da PM localizada na rua Orlando Pinto Ribeiro, no mesmo bairro, e informou que o veículo --um Celta prata-- tinha sido roubado.
Em sgeuida, os policiais começaram a patrulhar a região, localizaram o carro e conseguiram abordá-lo na rua Paulo Bueno, no Jardim Primavera.
De acordo com o tenente Gustavo Marangon, foram mais de dez minutos de perseguição para apreender o adolescente que já tinha passagem por receptação. O infrator não apresentou resistência e teve a pistola de brinquedo recolhida. O caso foi registrado no 48º DP.

Fonte:http://www1.folha.uol.com.br Data:11/05/2010

Jovens agridem e roubam mulher de 77 anos no Bairro Santa Inês

Publicação: 25/11/2010

Um rapaz de 18 anos foi preso e um adolescente apreendido, na tarde desta quinta-feira, depois de assaltarem uma idosa de 77 anos na Rua Timóteo, no Bairro Santa Inês, na Região Leste de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos chegaram a agredir a mulher.
De acordo com o Tenente Jackson, os adolescentes chegaram a pé e renderam a vítima. “Eles chegaram a dar tapas na mulher e depois apontaram uma arma para a cara dela”, conta. Os suspeitos roubaram a bolsa da senhora e correram. Segundo o tenente, no meio da fuga eles trocaram de camisas.
Os militares foram acionados e conseguiram deter os suspeitos. Com eles foram encontrados os pertences da vítima e um revólver calibre 32. Os suspeitos serão encaminhados para o Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA-BH).
Fonte:http://www.em.com.br

segunda-feira, dezembro 13, 2010

Agente é preso suspeito de deixar celular para detento em Joinville

Taísa Rodrigues
Ele confessou ter deixado aparelho embaixo de uma lixeira; preso pagaria R$ 1.200
Um agente foi preso na noite de quarta-feira suspeito de passar um celular para um detento da Penitenciária Industrial de Joinville.
Segundo o diretor da unidade, Richard Harrison Chagas dos Santos, o agente Jean Carlo Moreira, de 25 anos, contratado da empresa terceirizada Montesinos, estava sendo monitorado por uma equipe interna há quatro dias.
Na quarta, ele teria deixado um celular embaixo de uma lixeira no banheiro com o número da conta para o preso depositar o valor combinado.
— Ele confessou que o apenado pagaria em torno R$ 1.200 pelo aparelho —, diz o diretor da Penitenciária.
Jean Carlo irá responder por corrupção ativa e já está no Presídio Regional de Joinville.
AN.COM.BR
Fonte:http://www.clicrbs.com.br Data:11/11/2010

domingo, dezembro 12, 2010

Mensagem de fim do Diretor de Segurança do Ceip Dom Bosco

Ser ou Ter?

Nossa correria diária não nos deixa parar
para perceber se o que temos já não é
o suficiente para nossa vida.


Nos preocupamos muito em TER: ter isso,
ter aquilo, comprar isso, comprar aquilo.


Os anos vão passando, quando nos damos
conta, esquecemos do mais importante
que é VIVER e SER FELIZ!


Muitas vezes para ser Feliz não é preciso
Ter, o mais importante na vida é SER.


As pessoas precisam parar de correr atrás
do Ter e começar a corre atrás do SER:
Ser Amigo, Ser Amado, Ser Gente.


Tenho certeza de que, quando SOMOS,
ficamos muito mais Felizes do que
quando Temos.


O SER leva uma vida para se conseguir e
o Ter muitas vezes conseguimos logo.


O SER não se acaba nem se perde com
o tempo, mas o Ter pode terminar logo.


O SER é eterno, o Ter é passageiro. Mesmo
que dure por muito tempo, pode não trazer
a Felicidade... E é ai que vem o vazio
na vida das pessoas...


Por isso, tente sempre SER e não Ter.
Assim você sentira uma Felicidade
sem preço!


Espero que você deixe de cobrar o que
fez e o que não fez nos últimos anos e
que você tente o mais importante:
SER FELIZ


Desejo a todos um Natal próspero e que o ano que vem seja melhor do que 2010.


Abraço!


Virgilino Martins Félix
Diretor de Segurança Ceip Dom Bosco
Dezembro de 2010

sábado, dezembro 11, 2010

Adolescentes retornam ao tráfico de drogas/Sorocaba

Dois adolescentes, do Jardim Nova Esperança e Vila Barão, retornaram ao tráfico depois de terem sido detidos pelo mesmo motivo. Um deles havia saído recentemente da Fundação Casa. Em Sorocaba, a reincidência entre menores pegos no tráfico oscila em torno de 30%. Guardas municipais flagraram o adolescente de 16 anos na rua Isaltino Guanabara Rodrigues Costa, Vila Barão, no início da madrugada de ontem. Ele tinha nove frasconetes de crack e R$ 405,00, dinheiro que obteve no tráfico.
Ao ser abordado pelos GMs, o rapaz falou que venderia a droga perto de uma casa noturna no centro da cidade. Ele contou que ficou internado na Fundação Casa por causa de ato infracional de tráfico. Tinha saído há um mês.
Policiais militares encontraram outro adolescente, também de 16 anos, vendendo droga na rua Itanguá, Jardim Nova Esperança. Ele possuía 14 frasconetes de crack e foi detido às 22h de domingo. O garoto disse que já foi pego pela polícia por tráfico e frequenta o Núcleo de Acolhimento Integrado de Sorocaba (Nais).
Na rua Itanguá e imediações é comum a apreensão de adolescentes com drogas. Traficantes costumam usar a mão-de-obra juvenil nas “bocas” para não serem presos nas abordagens policiais. A venda de droga acaba sendo uma porta de entrada no mundo do crime. Os dois detidos ontem foram encaminhados à Justiça e por causa da reincidência poderão cumprir nova medida socioeducativa na Fundação Casa.
Perspectiva

Para o delegado José Augusto de Barros Pupin, da Delegacia da Infância e Juventude (Diju), o problema esbarra na condição social e no ambiente em que vive o adolescente. “Na Fundação Casa ele tem aula, alimentação, recreação e aprende a cumprir regras. Quando sai, muitas vezes volta para o que fazia antes por falta de perspectiva”, diz o delegado. Pupin cita o artigo 94, parágrafo 18, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê programas de apoio e acompanhamento de egressos. Segundo ele, esse suporte teria que dar encaminhamento profissional e educacional. Programas de apoio previstos pelo ECA ainda não existem em Sorocaba, conforme Pupin.
Fonte:http://www.cruzeirodosul.inf.br

sexta-feira, dezembro 10, 2010

Adolescente é preso vendendo drogas para alunos em escola de Cuiabá


Escrito por Redação NotíciasNX
Ter, 15 de Junho de 2010
Policiais militares das Rondas Escolares prenderam em flagrante um adolescente de 17 anos que vendia drogas em frente à Escola Municipal Ilda Caetano, no bairro Sucuri, em Cuiabá. Com ele, foram apreendidas oito trouxinhas de pasta-base de cocaína, além de R$ 77,35 em notas miúdas. A prisão ocorreu ontem de manhã, após os PMs fazerem rondas pelas proximidades e suspeitarem do garoto. Ao revistá-lo, apreenderam a droga e o dinheiro.
Aos policiais, o adolescente confirmou que vende drogas em frente à escola e sua clientela são os alunos. Acrescentou que comercializa a R$ 5 cada trouxinha. Ele chega sempre antes das aulas, com 20, 30 trouxinhas. “Compro sempre uma pedra. Aí, é só ralar e fazer (os papelotes). Rende sempre essa quantia. Varia de dia para dia”, frisou.
O infrator lembrou que sempre aparece na frente da escola no início dos períodos escolares. Em algumas vezes, espera o final da aula para poder completar o tráfico. “Hoje (ontem) eu já ia embora e voltaria mais tarde”, completou.
O garoto disse que garantiu não ser viciado, estava atuando na região da escola há cerca de dois meses e nesse período, conseguiu fazer um grande número de “clientes”.
Pela faixa etária que a unidade educacional atende, os policiais acreditam que o infrator teria viciado adolescentes de 12 a 15 anos. “Ao preço de R$ 5 cada trouxinha, já teria obtido um grande lucro”, assegurou um policial.
Segundo tenente Paulo Assunção, do 10º Batalhão, não é surpresa encontrar adolescentes no mundo do tráfico. “São os traficantes adultos que aliciam os menores para poder driblar a polícia”, observou.
O oficial da PM disse ainda que os policiais das Rondas Escolares têm sido eficiente no combate ao tráfico na porta de escolas. Explicou que, além de atuar na repressão desse tipo de crime, evita outros tipos de violência, como brigas, agressões entre estudantes ou mesmo roubos.
O garoto será encaminhado para a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) e fica à disposição da Vara da Infância e Juventude. Como todo adolescente é considerado inimputável (não paga por seus atos), poderá ficar, no máximo, três anos cumprindo atividades sócioeducativas.
Fonte:http://www.noticiasnx.com.br

quinta-feira, dezembro 09, 2010

Dois adolescentes preso por tráfico de drogas no Janga

Do JC Online
Publicado em 12.11.2010
Dois adolescentes, um de 15 e outro de 16 anos, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas nesta sexta-feira (12), no bairro do Janga, em Paulista, Região Metropolitana do Recife. Com a dupla foram recolhidos 130 pedras de crack, 17 papelotes de maconha e um saco com 500 gramas também de maconha, além de dois revólveres calibre 38, dois telefones celulares e R$ 49 em dinheiro.
Os acusados foram encaminhados para a Funase e de acordo com o delegado Diógenes Cavalcante eles não têm passagem pela GPCA. A investigação da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico vai apontar se existem outros envolvidos ou os adolescentes recebiam ordens de outras pessoas.
"A investigação já durava dois meses e tínhamos informações sobre venda de drogas naquele local", disse Cavalcante.
Fonte:http://jc.uol.com.br

quarta-feira, dezembro 08, 2010

Feliz aniversário ao blog dos Agentes


Polícia prende quatro traficantes no Parque do Povo

Da Redação, 2/12/2010
Um adulto e três adolescentes foram detidos por tráfico de drogas na tarde desta quinta-feira (2), no Parque do Povo, em Presidente Prudente. A Polícia Militar recebeu denúncia de que eles estavam em uma mesa, próxima a um banheiro público, comercializando e consumindo entorpecentes.
De longe, os policiais avistaram os quatro e perceberam quando um deles foi até uma lata de lixo, retirou algo, voltou à mesa e entregou a outra pessoa. Os PMs observaram também que um dos rapazes recebia um valor em dinheiro e anotava em um caderno.
Diante da suspeita, os policiais abordaram os rapazes, momento em que um deles tentou fugir e foi capturado em seguida. Outro jogou um embrulho no chão e tentou destruir, mas o objeto foi recuperado. Tratava-se de maconha.
Ao todo, quatro pessoas foram abordadas e, com eles, os policiais localizaram quase 7 gramas de maconha, seda para embrulhar a droga, um caderno com as possíveis contabilidades da venda do entorpecente e demais objetos.
Todos foram encaminhados ao plantão policial, onde o maior, de 19 anos, foi preso por tráfico de drogas e os três adolescentes, sindicados pelo mesmo delito e responderão pelo ato infracional.
O adulto foi recolhido e ficou à disposição da Justiça e os adolescentes foram entregues sob a responsabilidade dos pais.
Segundo o setor de comunicação do 18º Batalhão de Polícia Militar do Interior, o pai de um dos adolescentes relatou: “Há aproximadamente oito meses descobri que meu filho é viciado em drogas. Não sei onde errei. Nunca faltou nada para ele. Acredito que as más amizades o levaram para o vício. Agora quero conversar com o Promotor de Justiça e pedir a internação do meu filho para tratamento”.
Fonte:http://www.portaldoruas.com.br

terça-feira, dezembro 07, 2010

Socioeducadores do Acre se mobilizam para fundar sindicato


Dulcinéia Azevedo, do jornal A Gazeta
Sáb, 04 de Dezembro de 2010

Atualmente, os profissionais que exercem atividades socieducativas estão ligados ao Instituto Socioeducativo do Estado do Acre (ISE)

Profissionais que exercem atividades com menores em situação de risco e vulnerabilidade social se mobilizam para fundar a entidade sindical da categoria. Trata-se do Sindicato dos Técnicos e Agentes em Ações Socioeducativas do Estado do Acre (Sintase). À frente do projeto está o jovem professor e contador Betho Calixto, nome já conhecido na sociedade local por liderar um dos grupos mais radicais da política acreana.
Calixto é apontado por muitos como um militante linha dura, conservador, severo nos argumentos e defensor de políticas públicas voltadas às regiões periféricas da cidade, como os famosos pré-vestibulares solidários. “O Sindicato dos Técnicos e Agentes em Ações Socioeducativas vem de encontro aos anseios daqueles que necessitam de um parceiro na luta por melhores condições de trabalho”, observa.
Segundo ele, favorecer o exercício de luta por novos ideais é um principio a ser obedecido por toda entidade. “Afinal, servidor satisfeito é sinônimo de compromisso, lealdade e busca pela excelência. A Necessidade de sermos além de funcionários, grandes orientadores não se deve a uma lei, mas a pedagogia que esta incumbida a cada um enquanto agentes da mudança”, explica.
Atualmente, os profissionais que exercem atividades socieducativas estão ligados ao Instituto Socioeducativo do Estado do Acre (ISE), autarquia responsável pelas políticas publicas voltadas ao menor em situação de risco social. O ISE é vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento para Segurança Social e possui autonomia administrativa, financeira e patrimonial com o objetivo de humanizar, planejar, coordenar, implementar, articular, supervisionar, fiscalizar e executar as diretrizes da Constituição Federal e o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).
Neste contexto, o Sintase nasce com a responsabilidade de defender perante a sociedade, das autoridades administrativas e judiciárias os interesses gerais da categoria representada. O Sindicato será formado inicialmente por: agentes socioeducativos, assistentes sociais, psicólogos e pedagogos. Todos com atuação nas diversas unidades e centros de internações espalhadas por todo Estado.
A fundação do Sindicato deve ocorrer ainda este ano. De acordo com Betho, toda a imprensa será convocada para o ato de oficialização. O local e a data ainda não foram definidos pela diretoria provisória, mas alguns nomes já foram cogitados para participar do evento, como o do Governador Binho Marques, do Senador eleito Jorge Viana, do Governador eleito Tião Viana e demais autoridades.
Faz parte dos planos da diretoria provisória, encaminhar documento à equipe de transição do governador eleito Tião Viana (PT). Além de sugestões para o setor, o documento conterá algumas reclamações e denúncias feitas pelos socioeducadores no decorrer de 2010. A maioria está relacionada às condições de trabalho impostas à categoria.
Uma das propostas defendidas pelo Sintase é convocação imediata de pelo menos 100 novos agentes para as unidades de Rio Branco, além das gratificações constitucionais que não estão sendo repassadas pelo atual governo.
“O ano de 2010 pode ser considerado um ano muito especial para os profissionais que trabalham em medidas socioeducativas no Estado do Acre, pois está sendo o ano do nascimento e da efetivação do primeiro sindicato que irá atuar na representação e na defesa destes profissionais”, conclui.
Fonte:http://agazeta.net

Pai de acusado de degolar adolescentes em São Caetano é preso

Publicada: 23/11/2010
Thiago Pereira
Um simples depoimento terminou em cadeia para Valfredo Miranda da Silva, pai de Alex Santos e Silva, o “Lequinho”, acusado de torturar, assassinar e degolar duas adolescentes no último final de semana, no bairro de São Caetano, em Salvador. De acordo com investigadores da 4ª Delegacia (São Caetano), Valfredo possuía um mandato de prisão em aberto por tráfico de drogas, crime do qual “Lequinho” também é suspeito.
Valfredo chegou à delegacia no início da tarde para falar sobre o paradeiro do filho. Após o depoimento, acabou surpreendido pela voz de prisão dos policiais. Segundo os investigadores, ele permanece detido na 4ª DP.
Outras sete pessoas prestaram depoimento nesta terça-feira. A expectativa dos policiais era a de conseguir informações sobre o paradeiro de “Lequinho”; Risovaldo da Hora Costa, o “Iso”; e Adriano Silva Nunes. Os três são apontados como responsáveis pela morte de Janaína Cristina Brito Conceição, 16 anos, e Gabriela Alves Nunes, 13. O trio também é suspeito de integrar a quadrilha de um traficante identificado como “Branco”, líder do tráfico na região conhecida como Rocinha da Divinéia.
Durante esta manhã, policiais realizaram diligências em busca dos acusados, mas não tiveram sucesso. O delegado titular da 4ª DP, Omar Andrade Leal, não descartou a hipótese das jovens terem sido mortas após os criminosos terem descoberto que uma delas era filha de um policial militar. A suspeita é de que as jovens conheceram os assassinos em sites de relacionamento.
Fonte:http://www.tribunadabahia.com.br

segunda-feira, dezembro 06, 2010

Clipping: Goiás lidera o ranking de tráfico de pessoas no Brasil

O Estado de Goiás ocupa a primeira posição do ranking nacional de tráfico de pessoas, atividade que submete suas vítimas a cárcere privado, exploração sexual, consumo de drogas, ameaças, trabalho escravo e venda de órgãos humanos. De acordo com dados de inquéritos apurados pela Polícia Federal, com uma população sete vezes menor que a de São Paulo, o Estado goiano foi responsável, nesta década, por 140 (18,6%) dos 750 casos registrados em todo o País nesse período.
O Estado de São Paulo ocupa a segunda posição, com 96 inquéritos (12,8%), seguido por Minas Gerais com 72 casos (6%), Rio de Janeiro, com 53 (7%), e Pernambuco com 35 (4,6%).
De acordo com o coordenador da unidade de governança e Justiça do Escritório das Nações Unidas Sobre Drogas e Crime (UNODC) para o Brasil e Cone Sul, Rodrigo Vitória, o tráfico de pessoas atinge 2,5 milhões pessoas em todo o mundo. "Esse é o segundo negócio mais lucrativo do mundo, movimenta US$ 32 bilhões por ano, só perde para o tráfico de drogas".
Para o coordenador de enfrentamento ao trafico de pessoas do Ministério da Justiça, Ricardo Lins, os números registrados em Goiás apontam a existência de uma rede de tráfico de pessoas na região, mas também são resultado da ação integrada entre a polícia e o Ministério Público no combate a esse crime.
"Os dados evidenciam que, em Goiás, a Polícia Federal está atuando em conjunto com o Ministério Público Federal, investigando denuncias feitas pela sociedade. O fenômeno de Goiás aponta a incidência de tráfico de pessoas para fins de trabalho forçado, com finalidade de exploração econômica e sexual", explica.
De acordo com a secretária geral do Grupo de Pesquisa sobre Tráfico de Pessoas, Violência e Exploração Sexual de Mulheres, Crianças e Adolescente (Violes), da Universidade de Brasília (UNB), Fátima Leal, pesquisas apontam focos de exploração sexual em 930 cidades. "A Pestraf (Pesquisa Sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para Fins de Exploração Sexual), que faz levantamentos desde 2002, apontou a incidência de tráfico de crianças, adolescentes e adultos em 242 rotas (no Brasil)". Dados mais recentes só devem estar disponíveis no ano que vem.
As ações de combate a esse tipo de crime são recentes e ainda não existe uma rede integrada de informações que possa dar uma amplitude mais exata da situação.
Os principais destinos das vítimas brasileiras de tráfico de pessoas para fins de exploração sexual são Portugal, Itália, Suíça e Espanha, segundo dados coletados pela Polícia Federal nas 22 ações especiais deflagradas nos últimos seis anos que resultaram na prisão de 201 pessoas em todo o País, segundo apontou o relatório do primeiro Plano de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas divulgado nesse mês, em Minas Gerais.
O Brasil não é apenas o País de origem de vítimas de tráfico de pessoas, mas também o destino de trabalhadores de outros países vizinhos, da África e da Ásia, normalmente, para exploração de mão de obra escrava, como os casos de bolivianos submetidos à regime de escravidão na capital paulista. Na tríplice fronteira, Argentina, Brasil e Paraguai, as vítimas desses três países são mulheres atraídas por promessas de uma vida melhor, que caem na armadilha de aliciadores interessados em submeter suas vítimas à exploração sexual, afirma Lins.
Aliciadores e promessa de sonhos
De acordo com dados do relatório elaborado a partir do primeiro Plano de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, a mulheres, meninas e adolescentes são as maiores vítimas do tráfico para exploração sexual. Elas são cooptadas por aliciadores, que em muitos casos são pessoas próximas às vitimas, como familiares, amigos ou colegas. "Muitos, especialmente crianças e adolescentes, são raptados, drogados e presos, e outros são enganados por falsas promessas de trabalho em atividades como garçonetes, manicure, empregada doméstica, babá", diz trecho do documento divulgado pelo Ministério da Justiça.
O coordenador da UNODC, Rodrigo Vitória, diz que as vítimas são atraídas por promessas de sonhos. "Muitas vezes se vende a ideia de um sonho. Integrantes dessas organizações estão no Brasil e percorrem faculdades, publicam anúncios nos jornais e na internet para aliciar garotas jovens. Um dos assuntos que foi discutido no encontro da Rede Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, realizado em Belo Horizonte (MG) foi a necessidade de uma fiscalização mais efetiva nas redes sociais".
A pesquisadora Fátima Leal diz que são muitos os anúncios de trabalho no exterior para acompanhantes nos jornais, além de agencias de modelos que buscam, na verdade, mulheres que possam ser exploradas sexualmente fora do País. "É tudo um fiasco".
Venda de órgãos
Um dos casos mais recentes de venda de órgãos no País foi registrado na periferia do Recife em 2003. A Operação Bisturi, da Polícia Federal, identificou um comprador em Durban, na África do Sul. Os fornecedores recebiam até US$ 10 mil por rim humano, mas a excessiva oferta fez o valor cair. Onze pessoas foram presas, inclusive dois israelenses. Pelo menos 30 pernambucanos venderam os órgãos à quadrilha. Vitória diz que apesar da pessoa decidir vender o próprio órgão, isso não tira ao caráter criminoso dessa prática.
Redação Terra
Fonte:http://www.reporterbrasil.com.br Data:21/11/2010 Portal Terra

domingo, dezembro 05, 2010

Dois adolescentes são flagrados no tráfico de drogas

A Polícia Militar flagrou no dia 22 de setembro dois adolescentes na prática de tráfico de drogas, sendo um na Travessa Angatuba, no Jardim Nova Catanduva, e outro na Rua João Chimello com Rua Gramado, no Flamingo, segundo informa o boletim de ocorrência do Plantão Policial.
Segundo o relato, na Travessa Angatuba, por volta das 20h30, o menor infrator PSS, de 14 anos, morador no Jardim Eldorado, ao avistar a viatura da Polícia Militar evadiu-se e jogou no chão a quantia de R$ 11,65. Ao ser abordado, os policiais encontraram em seu poder R$ 40,00 e 28 papelotes de crack. Ele alega que o dinheiro e as drogas não lhe pertencem.
Na Rua Chimello, por volta das 20h40, foi pego em flagrante o adolescente infrator DBF, de 16 anos, com sete cápsulas de cocaína e uma trouxinha de maconha.
Segundo o boletim de ocorrência do Plantão Policial, o menor infrator encontrava-se na Praça João Chimello, e ao avistar a viatura evadiu-se numa bicicleta, sendo perseguido e abordado na Rua Gramado. Com ele foi encontrado um maço de cigarros e no interior a droga, a maconha e R$ 20,00 em dinheiro.
O menor infrator alegou que ia vender a droga, mas não disse de quem adquiriu. Confessou que o dinheiro é produto de venda da droga.
A autoridade policial determinou a lavratura de auto de apreensão dos dois adolescentes infratores, em face à gravidade do ato, devendo permanecer à disposição do juiz de Direito da Vara da Infância e Juventude.
Fonte:http://www.noticiadamanha.com.br Data:Polícia 23/09/2010
Por Antonio Sergio R. Silva (Barbosa)

sábado, dezembro 04, 2010

Tráfico e exploração sexual de jovens e adolescentes

Amadeu Epifanio - Rio de Janeiro(RJ) - 15/11/2010

Triste destino para filhos inconformados com a vida.

Estou cada vês mais perplexo com o avanço dessa forma (brutal) de violência contra mulheres, mais especificamente, contra as jovens e adolescentes, que ainda se encantam e se iludem com promessas de uma vida fácil e rendosa, em países como a Espanha e Holanda (que mais “importam” mulheres (brasileiras e iludidas), para prostituição.
Existem, hoje no Brasil, mais de 240 rotas de tráfico de mulheres, dos quais, 25 só aqui na região sudeste (Rio, SP e BH). A preferência é por uma faixa etária cada vês menor, já à partir dos 12 anos de idade. Para vocês, pais, terem uma idéia, quando chegam aos 16 anos, as garotas já são consideradas velhas demais, para prostituição. Imaginem só o bagaço em que se tornaram (também com ajuda das drogas). É difícil para qualquer pai, imaginar uma filha nessas condições.
Para embarcarem, não necessitam nem mesmo obterem documento de autorização dos pais, visto que até isso é providenciado pelos agenciadores, quando falsificam documento de identidade ou de autorização para viajarem. Uma grande parte destas adolescentes, são movidas pelo desejo precoce de liberdade e de independência financeira, em razão da não aceitação do modo de vida, gerado provavelmente, por excesso de regras e pouco (ou nehum) diálogo em família. Atitudes como estas, não chegam a ser uma escolha consciente, mas sim um ato involuntário da jovem, levado por circunstâncias que prejudicam e dificultam o discernimento delas, como a falta de afeto, diálogo, formação religiosa e evasão escolar.
Quando as garotas chegam ao seu destino, naqueles países, são logo postas a se prostituír e quando se recusam, são drogadas para não resistirem. É um pesadelo terrível !
Essas quadrilhas são muito organizadas e conhecem bem os anseios e frustrações de uma grande maioria de jovens. Sabem muito bem como abordá-las e cativá-las com promessas tentadoras, de muitos ganhos e de forma rápida.
É preciso chamar os filhos para conversar, extrair deles o conceito formado sobre a própria família, bem como das coisas que porventura eles ou elas não estejam aceitando e procurar corrigir o quanto antes, de forma democrática e harmoniosa, antes que “outros” tirem proveito disso. Assistam o filme “Busca implacável”.
Perder os filhos para redes de prostituição ou tráfico de drogas, é um pesadêlo só.
Para a exploração sexual ser mais lucrativa que o comércio de armas e o tráfico de drogas, é porque deve haver uma grande oferta de jovens. Sinal de que o convívio familiar anda deixando muito a desejar. Numa hora, sua filha está com você, noutra, pode estar no aeroporto, embarcando num vôo, para nunca mais voltar. Somos...pelo o que somos.
VOCÊ VAI FICAR AÍ PARADO, ESPERANDO QUE ISSO ACONTEÇA ?
Fonte:http://www2.forumseguranca.org.br

sexta-feira, dezembro 03, 2010

Tarado oferece sorvete e estupra menor

Adolescentes que não tem maturidade e confiam no primeiro que aparece, termina muitas vezes violentadas por quem acreditava ser pessoa de confiança. Ontem, em Porto Velho, por volta das 20 horas um homem identidicado como Alexandre convidou uma menor para irem a sorveteria. Quando ela montou em sua motocicleta o acusado foi para a pista de Motocros onde praticou a conjunção carnal e a levou para a casa dos pais dela. O pai notando o comportamento estranho da filha e tendo suas vestes sujas de sangue chamou a Polícia para apurar o caso. A vitima disse que conhecia o suspeito de vista, soube apenas informar que ele é conhecido pelo nome de Alexandre.
Fonte:http://www.rondoniagora.com Data:Segunda-feira, 8 de novembro de 2010

quinta-feira, dezembro 02, 2010

Polícia Militar : Direto do Ciosp: PM apreende adolescentes infratores e prende acusado de tentativa de homicídio

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) atendeu, entre às 6h de quinta-feira, 23, e às 7h de sexta-feira, 24, a 394 chamadas encaminhadas à Polícia Militar e a outras 54 repassadas ao Corpo de Bombeiros.
Às 19h38 de quinta, a equipe Tigre 02, da 1ª Companhia do 5º BPM, apreendeu quatro adolescentes, sendo três de 17 anos e um de 16, acusados por tráfico de drogas. Eles foram detidos perto de um colégio na rua G-1, Loteamento Piabeta, em Nossa Senhora do Socorro. Segundo denúncia feita ao Ciosp, os rapazes estavam consumindo drogas em frente a uma residência. Com eles, os policiais encontraram uma quantidade de maconha e outra quantia em dinheiro. Os jovens foram encaminhados ao Departamento de Narcóticos (Denarc) e autuados em flagrante.
Às 22h52, foi registrada uma tentativa de homicídio na avenida Nestor Sampaio, Ponto Novo, zona sul da capital. Segundo denúncia, um homem identificado como José Santos Alves Júnior foi atingido por um golpe de facão em um dos braços, que acabou fraturado devido à violência do golpe. Socorrido pelo Samu, ele foi internado no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). O autor do ataque, Epaminondas Gomes Salmeiron Sobrinho, escondeu-se no banheiro de uma casa, mas foi preso em flagrante por policiais das equipes Tucano 01 e Tucano 03, da 3ª Companhia do 1º BPM, e do Grupo Especial de Rondas e Blitze (Gerb), da Polícia Civil. Levado à Plantonista e aparentando estar drogado, o acusado admitiu que tentou matar Alves por causa de chacotas que a vítima lhe fazia constantemente. O caso será encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Às 0h34 de sexta, aconteceu um arrombamento na Avenida 1 do Conjunto João Alves, em Nossa Senhora do Socorro. Desconhecidos fizeram um buraco no telhado de uma loja de roupas e invadiram o local para levar vários objetos. A equipe Leão 10, da Companhia de Policiamento de Radiopatrulha (CPRp), foi ao local e conseguiu apreender um adolescente com idade entre 12 e 15 anos, que ficou preso no telhado enquanto tentava fugir do local. Ele foi encaminhado à Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).
Fonte:http://www.ssp.se.gov.br Data:24/09/2010

Caminhoneiro é preso acusado de estuprar duas menores

O caminhoneiro Luís José da Silva Filho, de 36 anos, foi detido em São Cristóvão, Zona Norte do Rio, acusado de estuprar duas menores.
O homem prometeu que levaria três meninas, de 11, 12 e 13 anos de idade, de Posto da Mata, na Bahia até outro município próximo. Porém, o caminhoneiro seguiu viagem até Campos, ameaçando deixar as garotas no meio da estrada, caso não tivessem relação sexual com ele.
Ele acabou por estuprar duas meninas e poupou a menor de 12 anos, que alegou ser virgem. Segundo a polícia, uma denúncia anônima foi feita na noite da última terça-feira, e o homem foi localizado em São Cristóvão e preso.
Quando os PMs se aproximaram do caminhão, as meninas disseram ser sobrinhas do motorista e que apenas tinham pego carona com o tio para o Rio. Na delegacia, as meninas disseram que foram obrigadas a mentir. As menores ainda contaram que o caminhoneiro teria oferecido as meninas para fazer programas, chegando a fazer uma ligação oferecendo as garotas para um programa completo no valor de R$ 50.
As três menores passaram por um exame de corpo de delito e receberam medicação contra doenças sexualmente transmissíveis. Elas foram encaminhadas a um abrigo na cidade para aguardarem a chegada dos pais. O suspeito foi indiciado por cárcere privado, estupro e favorecimento à prostituição. Se condenado, pode pegar pena de até 30 anos de reclusão. Ele será encaminhado para a Polinter nesta quarta-feira
Fonte:http://www.sidneyrezende.com Data:11/08/2010

quarta-feira, dezembro 01, 2010

Garota de 9 anos era estuprada todos os dias e obrigada a se ajoelhar em grãos de milho

Redação 24 Horas News
Uma menina de apenas nove anos vinha sendo violentada há mais de seis meses pelo padrasto. Além da violência sexual, a garota ainda minha sendo agredida, humilhada, sofria maus-tratos quando ficava de joelhos em grãos de milho e ainda era ameaçada de morte para não falar.
A violência foi descoberta pelo avô da menina, cujo pai morreu recentemente e ele ficou sob a guarda da mãe, mesmo com protestos da família de que ela não tinha competências e meio para cuidar da filha.
Ao tentar pegar a neta na casa onde ela estava morando, na Rua 24 do Jardim Vitória, na periferia de Cuiabá, o avô percebeu que a menina parecia muito nervosa, como se estivesse pedindo ajuda.
Ao levá-la para casa, o avô começou a perguntar se a menina estava bem, quando ela começou a chorar. Já mais calma, e garota começou a contar e a confirmar que vinha sendo usada sexualmente, praticam,ente todos os dias pelo padrasto, identificado apenas como André, de 25 anos.
A garota contou que todas às vezes que a mãe dela sai de casa, o padrasto a molestava sexualmente. Contou também, que durante à noite, quando a mãe dormia, o padrasto ia para o quarto dela para fazer sexo.
Segundo a pequena vítima, que já era obrigada a fazer sexo oral, o padrasto passava um óleo e fazia sexo anal. Ao tentar gritar, a menina tinha a boca tapada com as mãos e ainda era ameaçada de morte.
Desabafando pata o avô, a garota contou ainda que estava sendo espancada constantemente. Em determinadas vezes, para causar ainda mais terror, a menina era obrigada a se ajoelhar em grãos de milho.
Se você abrir a boca e contar eu vou te matar, dizia o padrasto à garota. A queixa-crime de estupro, maus-tratos e ameaças de morte foi registrada na Central de Ocorrência, mas o caso será investigado pela Delegacia de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), chefiada pela delegada Mara Rúbia. (RJT).
Fonte:http://legisbrasil.com.br Data:01/11/2010

terça-feira, novembro 30, 2010

Dez anos depois, Justiça manda Estado indenizar menina estuprada dentro de escola em R$ 177 mil

SÃO PAULO - Dez anos após o crime, o governo do estado de São Paulo foi condenado a pagar R$ 177 mil a uma ex-aluna da rede estadual de ensino que foi estuprada dentro da escola em horário de aula. O crime aconteceu no dia 17 de setembro de 1999, em Hortolândia, a 105 km da capital. Quando o crime ocorreu, a menina tinha apenas 12 anos e ficou muito ferida.
Ela estudava na 5ª série do ensino fundamental na Escola Estadual Jardim Santa Clara. Naquela manhã, a garota saiu da classe no início da segunda aula para ir ao banheiro. Como não era horário de intervalo, os corredores estavam vazios.
Quando entrou, foi dominada pelo desempregado Nodeci Correia, que estava escondido em uma das cabines dos vasos sanitários. Ele arrastou a menina para dentro de um dos boxes, tirou a camiseta dela e enrolou em volta de sua cabeça, tapando sua boca e olhos.
Nodeci começou a espancar a menina e a ameaçou de morte caso ela gritasse. Depois, bateu a cabeça da garota contra a parede várias vezes e a estuprou. Instantes depois, algumas pessoas entraram no banheiro. Nodeci se assustou com o barulho e saiu correndo do local. Ele atravessou o pátio correndo e pulou o muro para fugir.
Durante a fuga, o estuprador deixou cair o RG. A menina foi socorrida por colegas e professores e levada para um hospital da região. Com o documento em mãos, a polícia chegou ao suspeito. Ele foi reconhecido pela vítima e confessou o crime.
O criminoso contou à polícia que estava passando pela rua, na frente da escola, quando resolveu olhar por cima do muro. Como não havia ninguém, pulou para dentro e cometeu o estupro. Ele foi ao banheiro feminino, se escondeu e esperou aparecer a primeira vítima. Naquele horário, não havia Ronda Escolar da PM na escola, que também não contava com vigias ou seguranças.
Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), em 27 de janeiro de 2000 o estuprador foi condenado a 9 anos de prisão. Em 19 de agosto de 2003, a Justiça condenou o governo estadual a pagar 50 salários-mínimos da época para vítima. O governo foi condenado por não ter garantido a segurança e integridade física de uma aluna dentro da escola, no horário de aula. A defesa recorreu, por considerar o valor irrisório diante da violência do fato. Em novembro passado, o TJ mudou a indenização para R$ 40 mil, corrigidos desde a data do estupro até a data do pagamento. De acordo com a defesa da vítima, atualmente seriam R$ 177 mil.
Hoje aos 21 anos, a jovem ainda vive em Hortolândia com os pais. Ela não trabalha, ficou seriamente traumatizada com o episódio e tenta terminar o ensino médio. Logo após o episódio, a garota mudou de escola.
Pagamento pode levar mais 10 anos

O governo do estado de São Paulo não recorreu da sentença e o caso já está "transitado em julgado", o que significa que não cabem mais recursos de nenhuma das partes. Ademar Gomes, advogado da família da vítima, já ingressou com pedido de execução da sentença.
A Procuradoria Geral do Estado (PGE) não confirma a informação. Porém, afirma que, se não couber mais recurso, pagará a dívida como manda a Justiça.
De acordo com a Procuradoria Geral do Estado, "o juiz determinará a expedição de um título precatório que entrará na fila de pagamento". Precatórios são títulos de dívidas judiciais que a prefeitura, o governo estadual e o governo federal devem pagar (geralmente referentes a indenizações), de acordo com um cronograma pré-definido.
Na prática, isso significa que a jovem pode ter que esperar mais 10 anos para receber sua indenização. Em 2008, o governo de São Paulo pagava os precatórios referentes a 1998. O governo do estado informa que antes de entrar com uma ação na Justiça por indenização, pode ser mais rápido procurar a PGE e tentar um acordo sem processo.
Indenização por abuso na Febem foi bem mais alta

Em março de 2007, o Estado foi condenado a pagar uma indenização de R$ 860 mil a uma ex-funcionária da Febem (atual Fundação Casa). A educadora, de 32 anos, foi estuprada por quatro internos durante uma rebelião na unidade em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, em 2005. A vítima ainda não recebeu a indenização que, corrigida, passaria de R$ 1 milhão.
Segundo o advogado Francisco Mouzinho Magalhães, que acompanhou o caso até o ano passado, o Governo havia apelado da decisão no Tribunal Superior do Trabalho. O recurso, último possível, não foi julgado. O benefício se estende ao marido da educadora, também ex-funcionário da Febem, feito refém na rebelião.
Fonte:http://oglobo.globo.com Data:27/01/2009

segunda-feira, novembro 29, 2010

Justiça manda exumar corpo de "símbolo" da Febem


A Justiça de Araraquara, no interior de São Paulo, determinou ontem a exumação do corpo do ex-interno da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) Cleonder Santos Evangelista e a realização de uma necropsia para esclarecer a causa da morte.Apontado como símbolo de sucesso pela Febem de São Paulo, ex-estudante de direito e autor de um livro, Evangelista voltou a ser preso e morreu no último dia 12. Segundo laudo do hospital no qual foi atendido, ele teve falência múltipla de órgãos e pneumonia. Entretanto, o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Araraquara, onde Evangelista estava preso, não encaminhou o corpo para perícia do Instituto Médico Legal (IML), como acontece em casos de mortes suspeitas. Segundo o advogado Ribamar de Souza Batista, a família de Evangelista afirma que o ex-interno pode ter sido vítima de péssimas condições na cadeia e negligência, informou o jornal Folha de S.Paulo. "Ele mudou de um quadro aparentemente saudável para um coma profundo em poucos dias. Essa morte é muito suspeita", disse Batista.Os peritos do IML e o dia da exumação devem ser definidos hoje. O laudo necroscópico será submetido à analise da Justiça, que pode determinar o arquivamento do caso ou a abertura de investigação.
Fonte: Terra Data:Publicado em: 22/11/2005

domingo, novembro 28, 2010

TST condena Febem a indenizar monitor por rebelião

A 1ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 10 mil a um monitor mantido refém por duas vezes durante rebelião dos internos. A Vara do Trabalho e o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) haviam negado a indenização ao trabalhador.
Relator do processo no TST, o ministro Walmir Oliveira da Costa entendeu que “o dano moral em si não é suscetível de prova, em face da impossibilidade de se fazer demonstração, em juízo, da dor, do abalo moral e da angústia sofridos”. Esse tipo de dano, afirmou ,” é consequência do próprio fato ofensivo”.
“É pouco crível que qualquer pessoa submetida à situação análoga à do reclamante, o qual, repita-se, foi rendido por menores infratores durante rebelião, não fique psicologicamente abalada, uma vez que é notória a violência psíquica e, muitas vezes, física infligida aos reféns pelos internos”, concluiu.
O monitor afirmou, na ação, que começou a trabalhar na Febem em outubro de 1993. Apesar de ter sido contratado para a função de educador, disse que era obrigado a trabalhar como carcereiro em uma unidade com superlotação de menores infratores e com número insuficiente de empregados.
Ele alegou que, em 1999, ficou refém por 11 horas, momento em que foi agredido com barras de ferro, pedras e pedaços de pau, o que ocasionou traumatismo crânioencefálico, escoriações e contusões no tórax. Por esse motivo, disse, ficou afastado pelo INSS durante 90 dias e teve seus rendimentos diminuídos durante o período da licença.
Relatou, ainda, os momentos de terror que passou em poder dos internos que o cobriram com um cobertor embebido em álcool ameaçando colocar fogo em seu corpo. Dada a violência do episódio, fartamente noticiado pela imprensa, ele teve que ser submetido a tratamento psiquiátrico e passou a tomar remédios controlados.
Em janeiro de 2003, ocorreu outra rebelião, desta vez na unidade de Franco da Rocha, onde ficou refém novamente de bandidos. Por conta dos dois fatos, entrou com reclamação trabalhista pedindo diferenças salariais decorrentes do período em que ficou afastado pelo INSS e indenização por danos morais, cujo valor deixou a critério do juízo.
Já a Febem alegou que o trabalhador não foi agredido durante a segunda rebelião, pois não estava na relação dos feridos. Disse, ainda, que a segurança do estabelecimento estava a cargo de empresa terceirizada e da Polícia Militar, não havendo provas de ação ou omissão que sugerisse culpa da Febem. Sustentou, também, que o empregado continuou trabalhando normalmente para empresa e que “não apresenta qualquer sequela que o impeça de viver com dignidade”.
Na primeira audiência feita na Vara do Trabalho, o empregado sustentou a condição de refém nos dois episódios, porém negou que tenha sido espancado na segunda rebelião. Disse que sofreu “apenas agressões psicológicas”. O depoimento foi suficiente para que o juiz extinguisse o processo, com julgamento do mérito, negando o pedido de indenização. Segundo a sentença, faltou “atualidade do pedido”, já que o fato (segunda rebelião) ocorreu em janeiro de 2003 e a ação foi proposta somente em outubro de 2004. A decisão foi mantida pelo TRT. Segundo o tribunal, o juiz não se pronunciou sobre a primeira rebelião e o empregado não apresentou embargos declaratórios para forçar o juízo a emitir tese a respeito, ficando preclusa a discussão. Quanto à segunda rebelião, o TRT destacou que não ficou comprovado o dano moral sofrido pelo trabalhador e destacou : “tivesse o dano atingido de forma robusta a honra subjetiva , a imagem e a intimidade do recorrente, não teria aguardado 22 meses após a ocorrência do último fato para buscar a pretensa reparação moral”.
Já no TST, o ministro Walmir Oliveira entendeu que o fato do monitor ter entrado com a ação 22 meses depois da rebelião “não evidencia a falta de dano moral”. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.
RR—230940-08.2004.5.02.0045

sábado, novembro 27, 2010

Amanhã não perca!

Dia 28/11/2010,
Leia a materia:
TST condena Febem a indenizar monitor por rebelião

Menores infratores fazem rebelião com maçaricos em Campinas, São Paulo

Cerca de 110 internos de uma unidade da Fundação Casa (antiga Febem) em Campinas, São Paulo, realizaram uma rebelião e fizeram três funcionários reféns na noite desta última quarta-feira. O motim só foi controlado na madrugada desta quinta, após a chegada de policiais vindos da capital e de Franco da Rocha, na Região Metropolitana.
Os menores usaram paus e pedras para dominar os pavilhões da unidade, além de dois maçaricos deixados por uma empresa de construção que fez uma obra no local. Com os instrumentos, eles botaram fogo em colchões e roupas. A Fundação Casa informou que o único menor que conseguiu escapar durante a rebelião foi recapturado. Ninguém ficou ferido.

Fonte:http://www.sidneyrezende.com

sexta-feira, novembro 26, 2010

Não perca!

Dia 28/11/2010,
Leia a materia:
TST condena Febem a indenizar monitor por rebelião.

Ressocialização de menores é tema de destaque em encontro da Polícia Militar com palestrante da UNEC

Por meio do programa Infância e Compromisso da Sociedade que abrange o projeto Brinquedoteca, foram feitos levantamentos, pela Polícia Militar, cadastrando estes menores e encaminhando-os para este projeto.

A criminalidade envolvendo os adolescentes tem crescido vertiginosamente, de modo que muitas das vezes eles são assemelhados aos adultos em suas atividades delitivas, conscientes do que querem fazer, e não apenas seres indefesos de uma situação social específica.
Não é mais uma questão de cunho exclusivamente político-social, mas jurídica, no que tange à punição dos infratores. A preocupação de muitos em relação à elaboração de medidas sócio-educativas recuperativas é explicada pelo fato do menor ser ainda um indivíduo em processo de construção da personalidade, que por um ou outro motivo, comete delito, mas que ainda pode ser resgatado para uma sociedade justa no futuro.
Na verdade a repressão, tal qual no sistema aplicado aos imputáveis, é vista como muito rigorosa aos menores e na maioria das vezes não os recuperaria. Assim, o adolescente submetido à tal tratamento, passaria de sua personalidade ainda não formada para a deformada pelos procedimentos inconsistentes e ausentes de propostas recuperativas dos presídios, que não raras vezes, revolta e aguça a tendência para o crime.
É por este motivo e pelo anseio por uma ressocialização destes menores infratores que na manhã desta terça-feira (09/11), através de uma parceria entre Polícia Militar e UNEC, que os envolvidos se reuniram para tratar e dar suporte às famílias, menores e demais órgãos e pessoas interligadas à vida dos menores infratores. Por meio do programa Infância e Compromisso da Sociedade que abrange o projeto Brinquedoteca, foram feitos levantamentos, pela Polícia Militar, cadastrando estes menores e encaminhando-os para este projeto.
O tratamento dos menores é muito mais amplo que a simples repressão aos atos infracionais, mas trata-se de uma política de caráter assistencial, que visa educá-lo e regenerá-lo, de modo a torná-lo útil ao país e a si próprio. Não há o interesse em apenas punir, mas tentar resgatar esse adolescente entregue à delinquência enquanto ele ainda é passível de tratamento eficaz de revitalização.
A Brinquedoteca funciona na Escola Professor Jairo Grossi e além de atender aos alunos desta instituição disponibiliza trabalhos desenvolvidos durante a semana com jovens carentes, menores de 12 anos, focando-se em toda uma questão de ressocialização. Por semana cerca de 80 crianças são atendidas e a intenção e abrangir este projeto, criando Brinquedotecas em outros pontos.
Fonte:http://www.tvsupercanal.com.br Data:última modificação 10/11/2010

quinta-feira, novembro 25, 2010

Não perca!

Dia 28/11/2010,
Leia a materia:
TST condena Febem a indenizar monitor por rebelião.

Duas índias são presas por matar adolescente a golpes de foice

Duas irmãs indígenas de 15 e 17 anos foram presas pela polícia civil do Mato Grosso do Sul por terem matado a golpes de foice e faca uma outra adolescente de 17 anos, no sábado, às margens da rodovia MS-156. As meninas confessaram o crime.
De acordo com o delegado Humberto Lima, da 1ª Delegacia de Polícia de Dourados, as irmãs disseram ter agido em legítima defesa, depois de terem sido atacadas pela vítima e seu grupo de amigos.
"Elas disseram que haviam saído da aldeia para comprar bebidas para uma festa do dia dos namorados. Junto com elas foi um irmão e a cunhada", disse o delegado.
As índias afirmaram que levavam as armas por causa dos frequentes casos de roubos e estupros na região. O grupo teria sido abordado na entrada de um bar pela vítima e cinco índios que tentavam roubar suas bicicletas.
Na briga, o irmão das suspeitas acabou atingindo por um golpe de facão no rosto e caiu. Depois disso, a vítima foi atingida na altura do peito e chegou a ser levada a Dourados, mas já chegou morta. O irmão da vítima continua internado com lesões no rosto e no olho direito.
Fonte:http://www.sidneyrezende.com

quarta-feira, novembro 24, 2010

Estudo aponta que expectativa de vida de agente penitenciário é de 45 anos em SP

DA AGÊNCIA USP
Estudo do Instituto de Psicologia da USP (Universidade de São Paulo) revela que as péssimas condições de infraestrutura das penitenciárias, a extensa jornada de trabalho e o estresse são os fatores responsáveis pela baixa expectativa de vida dos agentes penitenciários.

Segundo o psicólogo Arlindo da Silva Lourenço, autor de um doutorado sobre o tema, "o trabalho em locais insalubres como as prisões, e as condições de trabalho bastante precarizadas do agente são estressantes, desorganizadoras e afetam sua saúde física e psicológica".
Lourenço trabalha como psicólogo em penitenciárias masculinas do Estado de São Paulo e, entre 2000 e 2002, foi um dos responsáveis, na Escola de Administração Penitenciária, pela implementação de uma política de saúde dos trabalhadores, que acompanhou os agentes vitimados em rebeliões.
De acordo com o pesquisador, muitos agentes sofrem pressões e ameaças constantes que prejudicam sua saúde psicológica. "Cerca de 10% dos agentes penitenciários se afastam de suas funções por motivos de saúde, geralmente, desordens psicológicas e psiquiátricas", afirma.
Outro dado preocupante é a média de anos de vida, destes agentes. "Muitos deles morrem novos, em média entre 40 e 45 anos (alguns muito mais novos), devido à uma série de problemas de saúde contraídos durante o exercício da profissão, como diabetes, hipertensão, ganho de peso, estresse e depressão", afirma Lourenço. Segundo o estudo, estes índices são reflexo da alta jornada de trabalho dos agentes carcerários (12 horas de trabalho e 36 horas de repouso), das más condições de trabalho nas penitenciárias e do ressentimento dos agentes em relação a dificuldade de modificar o ambiente de trabalho.


CONDIÇÕES

A realidade precária e carente de equipamentos materiais básicos do sistema prisional brasileiro foi apontada como fator de desorganização psicológica dos trabalhadores. "As penitenciárias são repletas de ambientes úmidos e de iluminação insuficiente, de cadeiras sem encosto ou assento, e janelas de banheiros quebradas, elementos que comprometem o bem-estar e a privacidade de agentes e de sentenciados."
Com isso, o "improvisado", que é algo corriqueiro entre os detentos, é assimilado pelos agentes: "O cafezinho de muitos agentes é preparado em latas de sardinha equipadas com resistências de chuveiro que funcionam como um fogão elétrico", exemplifica.
Para o psicólogo, essas condições deterioram e empobrecem a pessoa, além de influenciar na capacidade de ressocialização do detento. "Como dizer para o detento que a vida pode ser diferente, o aprisionando em um ambiente insalubre, empobrecido, de miséria e desgraça?". Além disso, Lourenço diz que "os recursos atuais não permitem a execução do trabalho do agente penitenciário com decência, o que implica em um não reconhecimento de sentido na profissão e, por consequência, em um não reconhecimento de sua função social e de sua existência".
A resolução dos detalhes estruturais das instalações, tornando-as adequadas para o convívio, trabalho e permanência humana, já representaria uma grande diferença na qualidade de trabalho dos agentes e na reabilitação dos detentos, segundo o pesquisador. Contudo, essa situação pouco se modificará enquanto os agentes não perceberem a influência destes fatores em sua qualidade de vida.
"A situação tende a permanecer como está, pois os trabalhadores penitenciários lutam e reivindicam, principalmente, melhorias salariais; ao mesmo tempo, as penitenciárias estão longe de ser uma política pública prioritária para o Estado, como pudemos ver nas manchetes recentes que mostraram presos cumprindo penas em contêineres, no Espírito Santo, e na rebelião ocorrida há alguns dias no Maranhão, em que 18 presos foram mortos. O motivo do motim: a superlotação da unidade penal."

Fonte:http://www1.folha.uol.com.br Data:22/11/2010

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.