"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quarta-feira, maio 19, 2010

Cada vez mais presentes em roubos, menores infratores foram responsáveis por 1.802 ocorrências de assalto a transeuntes


Há três meses, um adolescente de 16 anos morreu quando tentava assaltar a cobradora de um micro-ônibus em Santa Maria. O jovem, conhecido como "Coração Gelado", levou um tiro na cabeça disparado por um policial do Departamento de Operações Especiais (DOE), da tropa de elite da Polícia Civil. Foi o último dos inúmeros assaltos do currículo do menor, que também tinha passagem por homicídio e era conhecido pela frieza com a qual cometia os crimes. O jovem foi um dos responsáveis por engrossar as estatísticas das Polícia Civil no número de menores envolvidos em roubos cometidos em ônibus. De 73 menores identificados em 2007, o número pulou para 148 no ano passado - um aumento de 102%.Os índices de roubos de maneira geral têm preocupado a polícia. Nos dez primeiros meses de 2009, foi constatada a autoria de 1.802 crianças e adolescentes em assaltos a transeuntes. Os menores também estão cada vez mais envolvidos nos roubos a comércio. O Paranoá é uma das cidades que tem sofrido com constantes assaltos e furtos. Segundo o presidente da Associação Comercial, João do Violão, há em toda a avenida principal e nas entrequadras 1.480 comerciantes. Difícil encontrar quem não tenha sido roubado nos últimos anos e, pior: na maioria das vezes, por um menor integrante do grupo que geralmente chega sob efeito de drogas.Em 20 anos, a dona de um mercado na Quadra 13 do Paranoá acredita que já foi assaltada mais de 50 vezes. "Já aconteceu de me roubarem duas vezes no mesmo dia", contou. Ela lembra que cansou de ver adolescentes entrarem em seu estabelecimento e ameaçarem os funcionários com uma arma de fogo. "São abusados mesmo. Se tiver pouco dinheiro no caixa, eles ainda agridem porque querem mais, e quando voltam são sempre os mesmos. Dá a impressão que nada acontece com eles", disse. Cansada de tantos roubos, ela resolveu instalar equipamentos de segurança pelo mercado. Alarme e 16 câmeras de filmagens monitoram o movimento dentro e fora do comércio - um gasto de mais de R$ 10 mil.Mas nem mesmo as câmeras e o posto policial a 200 metros do local foram suficientes para impedir a ação dos assaltantes no mercado Maré Mansa, na Quadra 13. Em 27 de dezembro do ano passado, assaltantes levaram cerca de R$ 700, que estavam no caixa. Segundo o gerente do estabelecimento, Timóteo da Silva, 46 anos, desta vez um maior foi quem roubou a quantia, mas eles geralmente chegam acompanhados por adolescentes, responsáveis por entrar no mercado e praticar o assalto. "A gente se sente desprotegido porque ninguém faz nada para acabar com isso", acredita.Segundo o delegado-chefe da 6ª DP do Paranoá, Miguel Lucena, o menor assalta para manter o vício da droga. O dinheiro do roubo, ele gasta em bocas de fumo, com traficantes. O delegado avalia que tudo começa muito cedo, ainda na infância. A pobreza, aliada à falta de perspectiva de uma vida melhor, faz com que o menor comece praticando pequenos delitos. No Paranoá, o delegado luta para evitar que um menino de 11 anos continue a cometer atos infracionais.

Publicação: 03/01/2010 07:59 Atualização: 03/01/2010 13:26

Fonte:www.correiobraziliense.com.br
Nota dos Administradores do Blog: Cada dia temos noticias como esta e ainda continua "dando" nada para estes infratores da lei. E como fica a familia e o Agente quando encontra estes individuos armados nas ruas?
******************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.