"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

terça-feira, agosto 31, 2010

A Polícia Penal não foi uma reivindicação dos agentes penitenciários,afirma sindicalista

A Polícia Penal não foi uma reivindicação dos agentes penitenciários, disse o coordenador de comunicação do Sindicato de Agentes de Segurança Penitenciária de São Paulo, Daniel Grandolfo. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 308, apresentada pelo ex-deputado federal Neuton Lima em 2004, regulamenta a carreira dos servidores da área penitenciária (inspetores e agentes) e cria a Policia Penal.
De acordo com Grandolfo, os agentes penitenciários ficaram sabendo da criação da PEC pelo ex-parlamentar. 'Ninguém pediu nada. O ex-deputado Neuton Lima queria aumentar o contingente, colocar mais 35 mil policiais. A primeira alegação é de que traria os policiais do presídio e colocaria na rua. No fim de 2004, vimos que seria uma ideia muito boa para nós'.
A PEC foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. Além disso, a transformação da carreira de agente penitenciário em Polícia Penal também foi aceita por 52% dos participantes da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg), em 2009.
Segundo o coordenador, os agentes penitenciários já fazem um trabalho policial. 'A gente apreende droga e mantém a segurança da unidade. Acontecem inúmeros crimes dentro de unidades prisionais. Como a Polícia Civil vai investigar? A cada 100 crimes, 99 ficam impunes porque a Polícia Civil não tem estrutura para cuidar de tudo'.
Os servidores da área penitenciária reivindicam o reconhecimento da profissão. 'Dentro do presídio, quem cuida de tudo é o agente penitenciário. Na Assembleia Constituinte de 1988, nós fomos esquecidos. [A aprovação da PEC] seria uma maneira de regulamentar e reconhecer o nosso trabalho', afirmou Grandolfo.
Mesmo sendo aprovada na 1ª Conseg, a proposta é contestada pelo Ministério da Justiça. Para o diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Airton Michels, a criação da Polícia Penal seria um retrocesso para o país. 'Estão admitindo que o presídio é um local onde ocorre crimes. Dar capacidade de polícia para esses agentes cria uma polícia fechada e sem transparência. O Brasil pagaria um mico no cenário internacional. O Congresso sabe que o ministério é contra a PEC. Se for aprovado, o problema será dos estados', disse o diretor.
Ontem (17), cerca de 400 policiais e servidores penais invadiram o Salão Verde da Câmara para pressionar os deputados a votar as propostas de emenda à Constituição que beneficiam a categoria. A falta de quórum e de um acordo entre lideranças do governo e da oposição inviabilizaram o esforço concentrado que a Câmara faria nesta semana.


Fonte:primeirahora.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.