"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

domingo, abril 15, 2012

Estudante ameaça professora com faca

Jovem de 17 anos tentou esfaquear a educadora por duas vezes depois que ela pediu para ele falar baixo na sala de aula.

LUCAS SIMÕES

Inconformado por ter sido repreendido na frente da turma, um estudante de 17 anos tentou matar uma professora duas vezes a facadas, no distrito de Cláudio Manuel, a 40 km de Mariana, na região Central de Minas. Segundo a Polícia Militar, o menor teve um ataque de fúria anteontem após a professora Ieda Efigênia Francisca Murta, de 51 anos, pedir para que ele falasse mais baixo na sala de aula. À polícia, o jovem disse que "não era possível admitir isso na frente dos amigos".


A discussão entre o menor e a educadora aconteceu por volta das 15h30, durante aula do 3º ano do ensino médio, na Escola Municipal Padre Antônio Gabriel Carvalho. Segundo relato da professora à PM, o jovem chegou atrasado à aula e entrou na sala gritando. Ao pedir para o estudante diminuir o tom de voz, ele se irritou e tirou uma faca de dentro da mochila, dizendo que iria matar a professora. O adolescente foi contido pelos colegas e encaminhado para casa pela professora, que acionou a direção da escola.

Diante do comportamento violento do estudante, a educadora telefonou para a casa do jovem e comunicou ao pai dele as ameaças que havia recebido.


Ao chegar na residência, o menor teria se revoltado outra vez por ter sido repreendido pelo pai por causa de sua atitude.


Segundo o soldado José Marcos Lopes, do 52º Batalhão da Polícia Militar de Mariana, o pai do jovem, um ex-porteiro que trabalhou na escola, contou que o estudante ficou bastante irritado com a situação, pegou uma faca de 18 cm na cozinha e disse que "já que tinha começado e que, então, iria terminar com o serviço".


O adolescente voltou à escola com a faca em punho e ameaçou a educadora novamente. Ela se escondeu na sala da direção do colégio. "Ele começou a esfaquear a porta da sala sem parar, até conseguir arrombar a fechadura", explicou o soldado Lopes. Ao entrar na sala da diretoria, o estudante foi contido por funcionários, que tomaram a faca de sua mão e pediram para ele se acalmar.


A Polícia Militar foi acionada em seguida pela direção da escola e deteve o jovem. A professora não se feriu, mas precisou ser socorrida ao Hospital Monsenhor Murta devido a uma queda de pressão. Ela foi liberada em seguida.

********************************************************************************

Jovem tem histórico agressivo


Um adolescente agressivo e com problemas recorrentes na escola. Esse é o perfil do jovem que tentou esfaquear a professora dentro da sala de aula após um acesso de raiva. O caso assustou não só alunos e funcionários da Escola Padre Antônio Gabriel Carvalho, como, também, a polícia, que informou não ser a primeira vez que o menor se envolve em confusões. O estudante foi encaminhado para a Delegacia de Mariana, onde teria confessado ter tentado matar a professora. "Ele contou que ficou muito irritado com ela e só não fez uma besteira porque os colegas insistiram para ele parar. Em nenhum momento, ele mostrou arrependimento", disse a escrivã Daniela Borba. O jovem foi liberado após prestar depoimento e vai responder por ameaça. Ele não tem passagens pela polícia, mas foi expulso da mesma escola há cerca de um ano devido a brigas e ameaças a professores e colegas. Apesar disso, ele foi rematriculado por ordem judicial e prometeu se comportamentar.

Fonte:http://www.otempo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.