"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sábado, julho 30, 2011

Beber em companhia dos filhos adolescentes pode induzi-los a beber ainda mais na idade adulta

Como mostrar aos filhos os malefícios do álcool? Essa é uma dúvida que afeta muitos pais, principalmente entre aqueles que bebem socialmente. Soa como ‘faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço’. Ainda não cheguei nessa fase, mas sempre procuro conversar sobre álcool, cigarro e drogas com a Laura. Claro que em uma abordagem própria para os seus nove anos.

Alguns pais não admitem o uso de bebidas alcoólicas de jeito nenhum. Outros, acreditam que se os adolescentes beberem na presença de um adulto, os danos são menores, pois poderiam controlá-los melhor. A ideia é que os adolescentes aprenderão a beber de forma responsável quando introduz-se o álcool lentamente, em um ambiente controlado.

Qualquer que seja o caminho escolhido, não é uma decisão fácil.

Uma pesquisa divulgada esta semana por pesquisadores da Escola de Enfermagem da Universidade de Minnesota, nos EUA, e que será publicado na edição de maio da Revista de Estudos sobre Álcool e Drogas, sugere que adolescentes que são estimulados a beber junto com seus pais tendem a exagerar na bebida durante a vida adulta.
De acordo com Barbara J. McMorris, responsável pelo estudo, “as crianças precisam de pais que sejam pais e não que sejam parceiros de bar”. Permitir que jovens bebam na presença de adulto, mas não quando estão sozinhos acaba confundindo a cabeça deles. “Os adultos precisam ser claros sobre as mensagens que querem passar”.

Foram entrevistados 1.900 alunos americanos e australianos da sétima até a nona série escolar. Os americanos são mais severos em relação às bebidas alcóolicas, enquanto os pais australianos preferem a conduta de deixar os filhos beberem em sua companhia.

Entre as perguntas, os adolescentes deveriam responder sobre o uso de álcool, problemas que tiveram como resultado do consumo de álcool, e quantas vezes eles tinham consumido álcool com a presença de um adulto.

Até a oitava série, cerca de 67% dos jovens australianos haviam consumido álcool, com a presença de um adulto, assim como 35% dos americanos, refletindo as atitudes culturais. No nono ano, 36% dos australianos em comparação com 21% dos americanos sofreram as consequências do álcool, como entrar em brigas ou ter apagões.

No entanto, independentemente do local onde moram, os jovens que foram autorizados a beber com a presença de um adulto beberam muito mais e mostraram-se mais expostos aos efeitos nocivos do álcool.

Para os pesquisadores, “apesar de os amigos terem grande influência na vida de um adolescente, eles ainda têm nos pais o maior exemplo."

Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.