"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sábado, julho 16, 2011

Coité: Polícia Militar prende menor tido como chefe do tráfico de drogas e outros quatro envolvidos

Até mesmo os policiais ficaram impressionados com um grupo de cinco pessoas, sendo três menores de idade e o mais novo tido como o chefe.
Conceição do Coité – Uma guarnição da policia militar que fazia ronda no Bairro da Jaqueira, por volta das 14h deste domingo (12), abordou um grupo de cinco jovens, sendo três menores e dois adultos, que estavam próximo a um bar e com eles foram encontrados cinco trouxinhas de maconha e a importância de R$ 83.

Gilson Ney Oliveira Silva, 21 e Wagson Lima de Oliveira, 20 anos, estavam acompanhados dos menores J.P.S., 15 anos, F.K.A.G., 14 e A.S.S.G., 17 anos, quando a guarnição da PM chegou e sem resistência, ao serem encontrados com a droga, foram presos e encaminhados para delegacia, onde disseram que a droga pertencia ao menor F.K.A.G., que confirmou ser realmente o proprietário.

Com apenas 14 anos, F. (camiseta branca) mora com a avó, de 52 anos e é filho de Jucélia Almeida Gomes, assassinada em 26 de agosto de 2005, pelo companheiro Renato Martins dos Santos, a golpe de garrafa, na cidade de Camaçari. Ele disse que nunca morou com o pai e que vinha usando droga, principalmente a maconha, a pouco mais de um ano. Assumiu que as oito trouxas de maconha eram sua e adquiriu por meio de um traficante residente no Bairro da Jaqueira. “Eu fui atrás dele para comprar na tarde de sábado e quando cheguei ao Cruzeiro (Bairro), ele me deu 12 pacotes para passar e na manhã de hoje (domingo) ele foi buscar o dinheiro e disse que tinha vendido 04 e dei R$ 20,00 a ele”, contou.
Ele disse também que a pessoa que havia lhe passado o produto, foi fazer o acerto de conta e demonstrava está muito nervoso, recebendo o dinheiro e deixando o restante para ele vender e ficar com o dinheiro. “Assim que ele saiu os homens (policiais) chegaram” revelou.

Como acontecia o comércio da droga – Ele contou ao CN que assim que recebeu, enterrou junto ao primeiro poste de energia instalado na rua principal de acesso ao bairro e colocou um preposto, segundo ele, um menino de rua, de 9 anos de idade, para ficar de olho nos “clientes”, usuários e lhe informar para efetuar a venda.

Assim que prenderam o menor, policiais foram até o local e não encontraram o produto, pois toda “mercadoria”, como chamou a maconha, eram aquelas encontradas com o grupo e possivelmente, segundo a polícia, seriam comercializada com os usuários presos. A polícia não descarta a hipótese de a droga pertencer a um dos maiores de idade presos e F. estaria assumindo por ser menor.
Todos os presos residem no bairro da Jaqueira e de acordo com um morador, eles vem aterrorizando a “área”. Uma tia do menor F. esteve na delegacia e disse ao CN que a família já sabia que ele usava droga, porém desconheciam que estivesse traficando. “Não nego não, quando fiquei sabendo que ele estava usando droga, cheguei a bater nele e fui informada pelo conselho tutelar que seria punida por isso. Fiz isso porque fiquei revoltada, esse menino maltrata demais minha mãe e ela só dar carinho a ele”, desabafou.

Por: Valdemí de Assis

Fonte:http://www.calilanoticias.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.