"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quinta-feira, maio 10, 2012

Cela para menor infrator é desativada na cidade

Segundo a Seds, desde que a delegacia mudou de endereço, os adolescentes são levados para BH ou Ribeirão das Neves.

DAYSE RESENDE

Depois de cinco anos no improviso, a cela do 2º Distrito Policial de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, para onde os menores infratores eram encaminhados e acautelados foi desativada no início deste mês, quando a unidade foi transferida para outro prédio, no bairro PTB. Desde então, em função do ocorrido, os adolescentes que cometem algum tipo de delito no município estão sem destino certo.

Enquanto isso, segundo informou o delegado regional Wagner Sales, a orientação é que eles sejam encaminhados, através de uma intervenção do Ministério Público (MP) e da Justiça local, para os centros socioeducativos da capital ou de cidades vizinhas. "Os trabalhos das polícias Civil e Militar continuam normais, mas o MP e o judiciário ficam responsáveis por localizar uma vaga para o acautelamento do infrator até que a Suase (Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas) assuma suas funções na cidade", disse.

Ciente do ocorrido, a delegada responsável pelo 2º DP, Cristiane Ferreira Lopes, informou que, desde a mudança, o fluxo de apreensão de menores diminuiu. "O último deles foi transferido para Belo Horizonte", explicou ela, que avisou sobre a mudança ao MP. "A proposta do judiciário é que a Suase assuma a responsabilidade administrativa".

O juiz Gustavo Cheik de Figueiredo Teixeira, que responde provisoriamente pela Vara da Infância e da Juventude de Betim, estava em audiência e não foi encontrado ontem para falar sobre o assunto.
Projeto no papel
Apesar de em 2010 a Justiça ter bloqueado R$ 3,5 milhões do Estado para a criação do centro para menores infratores e da Divisão de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad) na cidade, as propostas não saíram do papel. O último debate sobre o assunto aconteceu em 2010, na Câmara de Betim, quando moradores do Pingo d’Água se manifestaram contra a construção de uma unidade na região.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.