"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

segunda-feira, junho 04, 2012

Agente faz denúncias de irregularidades no Ceseu

Fernando Boente
Repórter

Publicado em 24/03/2012                                                                               
 
 
O garoto de 13 anos que está recluso no Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu) desde segunda-feira, quando matou um amigo no bairro Jardim Brasília, zona norte da cidade, pode estar correndo riscos ao conviver com outros menores que já têm “mentalidade criminosa”.
A preocupação é do agente socioeducativo Edilson Luiz da Costa Júnior. “Ele não é bandido, e lá tem traficantes e homicidas. ”Segundo ele, a unidade enfrenta problemas administrativos, de superlotação e não segue orientações do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).
Costa Júnior, concursado desde 2007 e está afastado temporariamente por causa de estresse, afirma que o Ceseu foi construído para comportar 80 menores infratores, mas tem uma média de 130 apreendidos. “Temos cerca de 40 alojamentos, cada um com três camas de concreto. Alguns adolescentes dormem no chão”, afirmou. Ainda segundo ele, os menores infratores não são separados por grau de periculosidade e por porte físico, conforme a orientação do Sinase. “Quando chega algum novato, colocam-no onde tem vaga.”
A prática em discordância com o preconizado, de acordo com o agente, propicia o registro quase diário de violência sexual entre os adolescentes. E somente quando o caso é grave, ainda de acordo com Costa Júnior, é que ocorre o registro na Polícia Militar (PM). Essa política seria adotada para não levantar a situação alarmente.
O agente afirma que o Ceseu não consegue cumprir seu papel de ressocialização. “Os cursos profissionalizantes são de fachada. Não têm continuidade. Quando ocorrem, são de atividades que não interessam aos menores como, por exemplo, de confecção de bijuterias”, disse.

Adolescentes seriam encaminhados a unidades externas

Edilson Luiz da Costa Júnior, agente do Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu), afirma que falta médico na unidade, já que o último que exercia a função foi afastado depois que denúncias de prevaricação foram feitas ao Ministério Público Estadual (MPE).
Segundo Costa Júnior, os adolescentes são encaminhados às Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) ou ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) quando precisam de apoio clínico.
Em nota, a da Secretaria Estadual de Defesa Social (SEDS), responsável pelo Ceseu, afirmou que atualmente um médico atende às demandas rotineiras do centro e que, quando há casos de maior complexidade, os menores são atendidos externamente.
Outra questão apontada por Costa Silva é o que ele chama de “insalubridade”. Segundo ele, há duas funcionárias de limpeza para a unidade, que tem cerca de 20 mil m².

Estado diz que não há registro de violência

O diretor do Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu), Marcelo Gonçalves de Souza, ao ser informado dos apontamentos feitos pelo agente Edilson Luiz da Costa Júnior, afirmou que a situação da unidade não era exatamente como a denunciada.
Em nota, a assessoria da Secretaria Estadual de Defesa Social (SEDS), responsável pelo Ceseu, informou que a atual lotação do Centro Socioeducativo é 109 adolescentes infratores e que o critério para acomodação dos menores é o porte físico. Também foi informado que, em 2011, nenhum caso de violência entre os internos foi registrado.
Quanto aos cursos profissionalizantes, a assessoria afirmou que 80% dos adolescentes do centro que participaram das iniciativas receberam certificado de conclusão.

Foto: A afirmação é do agente socioeducativo Edilson Luiz da Costa, 33 anos, que está afastado do trabalho por problemas de saúde.


Nota dos administradores do blog: As denuncias feitas no inicio deste ano por este Agente, lotado no municipio de Uberlândia, traduz o que estamos vendo nos demais centros socioeducativo do Estado. Será que somente tentar dizer que o(s) Agente(s) estão falando é mentira, fará que com o ambiente de  trabalho dos Servidores melhorará? Agora a Secretária precisa fazer uma reforma completa no sistema investindo nos Agentes, abrindo novos concursos públicos, pagando os adicionais que temos direito e principalmente, retirando os Diretores e as Diretoras de Unidade que estão neste cargo por influência politica e não compentência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.