"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Prédio desaba no Bairro Caiçara e um morador morre



Uma mulher sofreu diversos ferimentos e foi socorrida para o Hospital João XXIII


Maria Pereira
Guilherme Paranaiba


Um prédio de dois andares e dois blocos, localizado na Rua Passa Quatro no bairro Caiçara, Região Noroeste de Belo Horizonte, desabou na madrugada desta segunda-feira devido a forte chuva que atinge a capital mineira desde outubro do ano passado. O imóvel, que tinha quatro apartamentos em cada bloco, totalizando oito unidades, caiu por volta de 0h15. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, um casal foi soterrado. A mulher, Marisa Cunha de Moraes, de 46 anos, foi resgatada com diversos ferimentos e levada para o Hospital João XXIII. Já o homem, ainda não identificado, chegou a ser retirado com vida, mas teve uma parada cardiorespiratória e morreu a caminho do hospital.
Uma viatura da polícia Militar passava pelo local e os militares ajudaram retirar algumas pessoas do prédio, momentos antes do desabamento. Conforme a PM, uma mulher parou o carro e pediu socorro para os quatro militares que faziam patrulhamento na região. Como era madrugada, os policiais ligaram a sirene para chamar a atenção dos moradores e entraram no imóvel, batendo nas portas e alertando as pessoas que ainda estavam no imóvel. Em um apartamento havia duas crianças sozinhas e os policiais tiveram que arrombar a porta para retirarem os meninos. Segundo a PM, os policias conseguiram retirar 11 pessoas do prédio.



Segundo a Defesa Civil, o prédio já tinha sido vistoriado duas vezes e os moradores já tinham sido notificados dos problemas estruturais. O órgão vai divulgar o conteúdo dos laudos de vistorias ainda esta manhã. Segundo o Corpo de Bombeiros, as buscas foram encerradas por volta de 6h, mas bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil permanecem no local.

A assessoria de comunicação do hospital João XXIII informou que Marisa teve diversas escoriações e alguns cortes, mas o estado de saúde dela não é grave. A paciente passou por um processo de limpeza dos ferimentos e levou alguns pontos nos locais dos cortes. O hospital vai divulgar um boletim com quadro clínico da paciente à tarde.

Esta já é a terceira morte por causa das chuvas que castiga o estado desde o ano passado. Uma quarta vítima, um motociclista que morreu eletrocutado em Belo Horizonte, chegou a ser considerada morte em decorrência da chuva pela Defesa Civil Municipal, mas a instância estadual do órgão não a considerou, pois constatou que não chovia no momento.
Fonte: http://www.em.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.