"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sábado, agosto 18, 2012

Gameleira terá centro de segurança de primeiro mundo

Outras 11 capitais brasileiras terão o mesmo modelo para o evento esportivo.

LUCAS SIMÕES



Computadores e robôs de última geração, delegacias móveis, treinamento para policiais e uma série de investimentos que poderão melhorar a condição diária da segurança pública do país, só serão vistos durante o maior evento de futebol do planeta. Esse é o modelo do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) que será construído em Belo Horizonte e em outras 11 capitais brasileiras para monitorar e atuar na prevenção de crimes durante a Copa do Mundo de 2014.

Em reunião com as autoridades municipais e estaduais, o Ministério da Justiça anunciou ontem, em Brasília, um investimento total de R$ 1,17 bilhão para o projeto. Em Belo Horizonte, o centro será construído em um terreno de 10.000 m² doado pelo Estado, no bairro Gameleira, na região Oeste da capital. A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) não precisou onde fica essa área, mas será perto da estação de metrô do bairro e do Batalhão da Polícia Militar. Toda a obra está avaliada em R$ 52 milhões e tem previsão de ser concluída em janeiro de 2014. As licitações foram abertas na sexta-feira passada e as empresas têm até o dia 22 de agosto para apresentar um projeto.

Nas ruas, o trabalho de policiais será, sobretudo, de prevenção e de atuação na contenção de crimes. Para isso, a Seds estima um gasto médio de R$ 8 milhões na compra de equipamentos, que ainda serão licitados.

Conforme o Ministério da Justiça, Minas receberá 200 computadores de bordo que serão acoplados às viaturas policiais. Assim, será possível acessar fichas criminais e boletins de ocorrências. O CICC também terá um sistema antibomba composto por um robô e um conjunto de roupas especiais para o desarmamento de explosivos e de aparelhos que irão captar imagens em alta resolução a partir de helicópteros.
Estrutura. Segundo a Seds, o prédio que abrigará o CICC mineiro terá quatro pavimentos mais uma cobertura e contará com 112 profissionais das Polícias Militar, Civil e Federal, da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura de Belo Horizonte trabalhando nos setores de tele-atendimento. Essa será a área em que os profissionais receberão as queixas e as reclamações relacionadas ao evento esportivo. A secretaria não divulgou qual será o efetivo total a trabalhar no CICC.

O prédio terá uma sala para gerenciamento de crises com telão para exibir as imagens das câmeras da cidade.

Fonte: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=74303,SUP&IdCanal=2

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.