"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sábado, setembro 24, 2011

Comandante da PM em Codó é acusado de torturar menor

O Comandante da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar, em Codó, Major Jairo Xavier, foi denunciado na Promotoria de Justiça de Codó por tortura contra um menor durante o carnaval.

A denúncia foi feita na tarde desta quinta-feira (10/03) pelo pai do menor e teve, também, depoimentos do jovem espancado e de dois primos que foram agredidos física e verbalmente pelo comandante da PM, em Codó, Major Jairo Xavier.
Segundo o menor Diogo, 17 anos, na madrugada de segunda-feira, por volta das 3 da manhã, ele foi preso por dois policiais militares e levado para a delegacia de Codó. O motivo da prisão foi por que Diogo disse para um dos PMs que era tenente.

Dentro do carro da policia, o menor preso ligou do seu celular para um dos primos e disse que estava sendo levado para a delegacia da cidade.

Quando chegou na delegacia, segundo o menor, ele passou por uma sessão de tortura. No depoimento, o menor diz que um dos policiais militares ligou para o “comandante” informando o motivo que ele estava preso na delegacia.

Após alguns minutos chegou um homem vestido em um abadá e demonstrando estar embriagado. Esse homem dizia ser o major Xavier e começou a espancá-lo. Os dois PMs, também, lhe agrediram fisicamente. Diogo afirma que levou uma descarga elétrica de um aparelho que estava nas mãos do major Xavier. O choque elétrico fez com que o menor defecasse.

Diogo, que é estudante do curso de Direito na cidade de Caxias, informou que levou socos e pontapés. Segundo ele, até os seus órgãos genitais foram atingidos com chutes. Isso tudo aconteceu dentro da delegacia de Codó.

Em seguida, ele foi levado para a cela. O que não pode acontecer com um menor de idade.

Ao ser indagado como ele sabia que o homem vestido com um abadá e embriagado era o major Xavier, o menor estudante universitário revelou que procurou na internet a imagem do comandante da PM, em Codó, e confirmou que eram as mesmas pessoas.

Os dois primos quando chegaram na delegacia foram recebido pelo major Xavier. Felipe Medeiros recebeu um tapa no peito e empurrou o comandante da PM de Codó. Felipe informou ainda que recebeu um soco no nariz de um policial militar.

O irmão de Felipe, Thalles Medeiros, discutiu com o major, que segundo o jovem, dizia ser militar e estava de abadá e embriagado. Thalles Medeiros teve o seu carro de marca Prisma, da cidade de São Luis, multado. O carro estava estacionado em frente a delegacia.

As multas foram por desobedecer a ordem da agente; Dirigir sem habilitação, e; e não ter documento do veículo.

Thalles Medeiros, que é estudante universitário do curso de Direito, informou que não entregou a chave do seu carro para o major Xavier por que ele estava de abadá e embriagado e não mostrou nenhum documento se identificando.

Quando o delegado Zilmar Santana chegou na delegacia, Thalles Medeiros entregou a chave do carro.

Os dois jovens, Felipe e Thalles Medeiros, são filhos da delegada da Delegacia da Mulher de Caxias, Celmar Medeiros.

O menor Diogo ficou detido na Delegacia de Codó até às 11 horas de segunda-feira. Os dois primos, Felipe e Thalles, saíram mais cedo, às 6 da manhã.

A denúncia feita pelos jovens e pai do menor foi feita na sede do Ministério Público do Maranhão, na 2ª Promotoria de Justiça que de responsabilidade do Promotor de Justiça Alenilton Júnior.
O Promotor de Justiça, Alenilton Júnior, não estava na cidade. Na segunda-feira, ele irá acompanhar esse caso.

Nossa reportagem tentou manter contato com o Comandante da Polícia Militar, em Codó, Major Xavier, para falar sobre o assunto. Ligamos para a sede da Policia Militar e para o celular do militar. Na PM a informação dada foi que o major Xavier ainda não havia chegado e poderia ter viajado. O aparelho celular estava fora da área.
Foto 1: Major Xavier
Foto 2: Promotor Alenilton Júnior


Fonte:http://www.portalfc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.