"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

domingo, setembro 25, 2011

Debate irá discutir a tortura durante o Regime Militar no País



A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais promove um debate e audiências públicas com o tema "Sala Escura da Tortura", na segunda-feira (26/9/11) e na terça-feira (27/9/11). O objetivo será discutir as violações de direitos humanos, especialmente na forma de tortura, durante o Regime Militar, implantado no País em 1964, e, também, debater o tema "Anistia no Brasil". O requerimento é do deputado Durval Ângelo (PT), presidente da comissão. Ainda na terça-feira, será inaugurada a exposição "Sala escura da Tortura".

A programação do debate irá começar às 9 horas de segunda-feira, no Plenário, com a participação da curadora da exposição "Sala Escura da Tortura", Lúcia Rodrigues Alencar Lima, e o vice-presidente da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, Egmar José de Oliveira, entre outros convidados (veja programação abaixo). Todos irão falar sobre a motivação e as obras presentes na exposição que será instalada na ALMG. No período da tarde, das 14 às 18 horas, haverá um debate sobre relatos de casos antigos e recentes de tortura no Brasil. Convidados que foram torturados durante o Regime Militar darão seus depoimentos.

Na terça-feira (27), das 9 às 12 horas, no Teatro, acontecem as audiências públicas, começando pelo painel "Justiça de Transição". Será discutido o período entre o fim da ditadura e os dias atuais, além do julgamento dos crimes durante o Regime Militar. Das 14 às 18 horas, será a vez do painel "Comissão da Verdade e Justiça", que debaterá sobre a comissão que discute a abertura e a publicidade dos arquivos da ditadura.

Na sequência da programação, às 19 horas, será aberta para visitação a mostra "Sala Escura Da Tortura", que ficará em cartaz no Espaço Político-Cultural Gustavo Capanema da Assembleia, até 28 de outubro.


Confira a programação completa:

26/9 - Plenário da ALMG

9 horas - Abertura

Deputado Durval Ângelo - presidente da comissão

9h15 - Expositores

Fernando de Brito - Frei Fernando (dominicano)

Lúcia Rodrigues Alencar Lima - Coordenadora do projeto 'Sala Escura da Tortura', curadora da exposição homônima, membro do Instituto Frei Tito de Alencar e membro do CASC (Comitê de Acompanhamento da Sociedade Civil ao Memorial da Anistia do Brasil)

Egmar José de Oliveira- Vice-Presidente da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça

Gontran Guanaes Netto - Artista plástico e um dos autores da exposição

11 horas - Debates

14 - Relatos de experiências

José Carlos Oliveira Neto, do quilombo Brejo dos Crioulos (irá falar sobre a experiência conflituosa da demarcação)

Gilse Cosenza - Assistente Social e Membro do Movimento Popular da Mulher de Belo Horizonte

Alberto Betinho Duarte - Vice-presidente da Associação dos Amigos do Memorial da Anistia

Maria Tereza dos Santos - Presidente da Associação dos Familiares e Amigos das Pessoas em Privação de Liberdade

16 horas - Debates


27/9 - Teatro da ALMG

9 horas - Painel: Justiça de Transição

Convidados:

Tatiana Ribeiro de Souza - Professora do Centro Universitário Newton Paiva

Lúcia Rodrigues Alencar Lima - Coordenadora do projeto Sala Escura da Tortura

José Luiz Quadros de Magalhães - Professor do Centro Universitário Newton Paiva

14 - Painel: Comissão da Verdade e Justiça

Convidados:

Criméia Alice Schmidt de Almeida e Laura Petit Silva - Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos

Laura Petit Silva - Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos

Vitória Grabois - Grupo Tortura Nunca Mais - RJ

Heloísa Greco - Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania

19 horas - Abertura para visitação da mostra 'Sala Escura da Tortura'. Participação do coletivo curto-circuito, apresentando 'Sala Clara da Tortura'. O grupo de teatro realiza performances durante a abertura da exposição.

Fonte:ALMG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.