"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

segunda-feira, novembro 07, 2011

Menina de 14 anos é morta no glória

Jovem seria namorada do adolescente de 17 anos apontado como mandante de chacina na semana passada; crime seria vingança.

GABRIELA SALES


O faroeste que há uma semana toma conta do bairro Glória, na região Noroeste da capital, fez mais uma vítima. Uma adolescente de 14 anos foi executada, anteontem à noite, no meio da rua, com cinco tiros. O assassinato, cometido por uma mulher de 23 anos, teria sido uma resposta à chacina do último fim de semana que deixou quatro moradores do bairro mortos e outros 11 feridos. De acordo com moradores da região, a garota assassinada era namorada do adolescente de 17 anos acusado de liderar a chacina. Até ontem à noite, a suspeita estava foragida.


Logo após a morte da adolescente, parentes da menina juntaram o que tinham e fugiram do bairro. Os familiares teriam dito que não se sentem seguros para ficar no bairro Glória, mesmo com a ocupação policial na região e no vizinho São Salvador, desde o último domingo.


Testemunhas contaram que a menina foi atraída pela assassina até a rua Nínive, onde foi surpreendida pelos tiros. Vítima e criminosa, segundo os vizinhos, eram amigas e, mesmo após a chacina continuaram juntas. A suspeita pelo assassinato da menor, identificada apenas como Lidiane, é irmã de Leonardo José de Souza, morto na chacina.


Ontem à noite, a assessoria da Polícia Militar informou que Lidiane já tem passagem anterior por tráfico de drogas e tem mandado de prisão em aberto.


O assassinato aconteceu a menos de um quarteirão do local onde a adolescente morava. Depois de ficar conversando com a menor na casa da vítima por cerca de uma hora, Lidiane teria convencido a adolescente a seguir com ela até a rua onde fica um telefone público.


A desculpa dada pela assassina, segundo moradores que pediram para não ter os nomes divulgados, é que Lidiane faria uma ligação para o namorado. Um homem numa moto ajudou na fuga. "Ela (menor) chegou a pegar o telefone para discar, mas um outro rapaz chamou as duas e elas foram andando para rua de cima e depois ouvimos os tiros", disse um morador.


Dos cinco tiros, três foram dados na cabeça da adolescente. Quem ouviu os disparos tem medo de falar sobre o crime. Incomodados com o cenário do assassinato, alguns moradores lavaram o trecho onde o corpo ficou caído. Comerciantes também estavam apreensivos com o cenário de guerra da região. "A cada dia é uma surpresa. Tenho medo dessa matança continuar", disse uma comerciante. O Tenente-coronel Fagundes, comandante do 34º batalhão informou apenas que, desde o começo da semana, a policia está mantendo um monitoramento no bairro Glória, como medida de prevenção, para evitar possíveis casos de vingança e retaliação.

Fonte: http://www.otempo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.