"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, fevereiro 18, 2011

Menor é morto em delegacia

Adolescente de 14 anos, acusado de roubar um celular, teria sido enforcado por 2 colegas de cela poucas horas após ser apreendido

JAQUELINE ARAÚJO
falesuper@supernoticia.com.br Publicado no Super Notícia em 12/02/2011

Menos de 12 horas após ser detido, um adolescente de 14 anos foi assassinado por outros dois menores, na madrugada de ontem, na Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad), em Contagem, na região metropolitana da capital.Os adolescentes, que dividiam uma cela com a vítima, confessaram o assassinato.
A polícia informou que o jovem foi encontrado morto por volta de 1h. Peritos da Polícia Civil constataram que ele teve morte causada por estrangulamento.
De acordo com a Civil, o adolescentes de 14 e 16 anos anos disseram ter enforcado a vítima e alegaram que eram inimigo dele.
O adolescente assassinado foi apreendido, no final da manhã de anteontem, acusado de roubar o celular de um garoto de 10 anos que saía de uma escola no bairro Eldorado, também em Contagem. A vítima acionou seus familiares, que chamaram a polícia. O suspeito do roubo foi encontrado no mesmo bairro e encaminhado para a Dopcad.


Revolta


A dona de casa Elaine Cristina Tibúrcio, de 41 anos, estava revoltada com o que aconteceu com o filho. Ela alega que existe alguma coisa errada na morte dele e, mesmo sem ter certeza do que ocorreu. acredita que a polícia pode estar envolvida na morte do adolescente. "Eu não me conformo com o que ocorreu. Após saber da morte, fui para a delegacia, e os policiais nem me deram satisfação sobre o caso", lamentou.
Elaine disse que o filho era usuário de drogas e que ela já tinha feito de tudo para que ele largasse o vício. "Tenho consciência de que o que ele fez não é o certo, mas o meu filho não merecia morrer assim".
A mãe do menor informou que a criança roubada seria filha de uma mulher que trabalha na penitenciária Nelson Hungria e que durante a prisão do filho ela teria xingado o menor de bandido junto com policiais da delegacia. "Ela gritou na minha cara que, se o meu filho saísse da prisão, ele ia acabar matando o filho dela", contou.
Segundo Elaine, o filho já tinha sido preso e permanecido no Dopcad por 45 dias e estava solto há nove meses.


De plantão


Na porta da delegacia, na tarde de ontem, três mães que aguardavam informações sobre os filhos que haviam sido detidos ficaram preocupadas com a notícia do homícidio. Elas disseram que só iam sair do local quando soubessem que os filhos estavam bem.

FOTO: JAQUELINE ARAÚJO /Duas irmãs do menor assassinado acompanharam a mãe o ntem durante procedimentos para o velório e enterro do adolescente. Elaine Tibúrcio disse que visitava o filho na delegacia enquanto ele esteve detido no ano passado. Segundo ela, o jovem nunca contou .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.