"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, fevereiro 04, 2011

Superintendente quebra regras de segurança

Eu, Agente de Segurança Socioeducativo, desempenhando minhas funções com muita honra e lealdade, venho expor meu sentimento de indignação e decepção. No dia 10 de janeiro de 2011, no centro socioeducativo Santa Clara aconteceu um evento ( abertura das olimpíadas do CSESC ) no qual estiveram presentes várias autoridades, uma das autoridades chamou-me atenção por não respeitar nosso regulamento interno que proíbe o uso de roupas decotadas, justas e saias curtas.
A Sra. Superintendente de Atendimento de Medidas Socioeducativas da SUASE, ignorando tais regras, foi grosseira ao dirigir-se a Agente que não permitiu a entrada naquele momento das pessoas não estavam vestindo trajes adequados. A Sra. Superintendente, em tom de autoridade disse que autorizava a entrada de todas que estavam com vestimentas inadequadas. A Agente, sem ter o que questionar, acatou a ordem e permitiu a entrada.
A Agente que estava no portão de acesso à área de contenção e restrita fez o seu trabalho, advertindo e barrando as pessoas que estavam com roupas não adequadas e outros materiais não permitidos naquele local. Durante o evento foi percebido que os adolescentes olhavam fixamente para as referidas servidoras. Ficou uma sensação de desconforto para nós da segurança. Lembramos que tínhamos aproximadamente 80 adolescentes visitantes ( de outras unidades ) mais os adolescentes desta unidade. Os adolescentes estão acautelados há vários dias, meses e em alguns casos, anos, estão sempre com os hormônios aflorados, e que nenhum detalhe passa despercebido.
As Diretoras de Unidades e Servidoras da Defesa Social trajavam roupas transparentes, decotadas e curtas. De acordo com o POP n° 6.2.1.3 consta: Não será permitido à entrada de servidores, adolescentes e visitantes da Unidade trajando roupas camufladas, transparentes, toucas, decotes minissaias. ( área interna restrita ) ". Eu me pergunto: Será que a Sra. Superintendente está acima da lei, das regras impostas, e criadas pela própria Secretaria de Estado de Defesa Social, SEDS? Nós que trabalhamos para fazer com que tais " leis e regras " sejam cumpridas, estamos rompendo barreiras e enfrentando dificuldades e ao mesmo tempo percebendo que por vaidade, toda a motivação e trabalho preparado para aquele dia, foi tudo em vão. “O que precisamos é de pessoas dispostas a ajudarem e somar para que façamos um bom trabalho sem que sejamos “ SUGADOS " pelo sistema. Gostaria de fazer uma observação de que, independente da pessoa ou cargo que ocupa, devemos compreender e fazer nossa parte.

Nota dos Administradores do blog: Este Agente que nos escreveu teve o nome preservado pois sabemos como são as atitudes de pessoas com esta senhorinha que quebra as regras estabelecidas para a segurança de todos que entram nas unidade de segurança socioeducativas, inclusive a dela propria.
Estamos cientes que todos os Agentes envolvidos neste evento no Centro de Internação Santa Clara correram um grande risco em virtude da vaidade de uma pessoa que provalmente chegou ao cargo que ocupa graças a "peixada" e não pelo trabalho de estudar para um concurso público, não por merito.
É lamentavel que este caso não é unico e exclusivo do Santa Clara, temos visto e ouvido situações semelhantes como esta todas semanas. No São Jerônimo a direção quer abrir processo administrativo para os Agentes masculinos que apagaram um chave de energia da quadra, em Sete Lagoas o numero de Agentes não são suficiente para atender a segurança dos profissionais que ali estão lotados.
Até quando esta situação ficará desta forma? Até quando está Superitendente será arrogante ao visitar uma unidade de segurança? Será até ela ser pega como refém e ter um chuço no pescoço e precisar dos Agentes de Segurança Socioeducativo para salva-la?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.