"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Adolescente morre após ser baleado nas nádegas durante tiroteio em morro de Vitória

TV Vitória
Redação Folha Vitória

Um jovem de 17 anos foi assassinado com um tiro na noite de domingo (12), no Morro da Floresta, na região de Gurigica, em Vitória. Luiz Henrique Ribeiro da Silva foi atingido nas nádegas durante um tiroteio.

O quintal onde o adolescente tentou se refugiar ficou todo ensanguentado. Luiz Henrique chegou a ser apreendido por duas vezes por envolvimento com drogas. A mãe, o padrasto e vizinhos do rapaz ficaram revoltados.

“Pode ser um bandido, pode ser quem for. Ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém assim não. Ninguém tem o direito de fazer isso”, disse a aposentada Maria Silva.

A mãe do adolescente recebeu a notícia por telefone. “A namorada dele me ligou e disse que os policiais estavam correndo atrás dele na rua. Eu estava dormindo, já ia dar 2h da manhã. Fui atrás e quando cheguei estava um monte de policial lá”, disse a mulher que não quis ser identificada.

Uma mulher disse que havia muitas pessoas no Morro da Floresta por causa de uma festa que acontecia durante a madrugada no morro vizinho, o São Benedito. “Não iriam matar só ele não. Tinha uma festa lá em cima e os moradores estavam descendo ao sair da festa. Se não fossem os moradores, que gritaram e pediram até pelo amor de Deus, eles iriam fazer uma chacina. Não morreria um só não”, afirmou a aposentada Enedina Fraga.

No começo da manhã desta segunda-feira (13), um proprietário rural ficou estarrecido ao ver que o carro dele foi atingido por tiros. “Quem vai pagar por isso agora? Quem conserta isso aí? Como vou correr atrás?”, questionou Wellington Pedro.

De acordo com investigadores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), policiais militares informaram que Luiz Henrique estava com duas armas quando foi abordado e chegou a trocar tiros com eles. A mãe do rapaz não confirma essa versão e diz que os PMs omitiram socorro ao filho dela.

“A polícia abusou sim. Eles foram covardes sim porque poderiam ter dado socorro na hora certa. Para dentro da minha casa ele não trazia arma não. Se ele andava armado, andava na rua porque eu falei para ele que não aceito nem arma e nem droga na minha casa. Maconha eu afirmo que ele fumava sim. Não posso confirmar se ele estava com duas armas na madrugada porque eu não vi”, disse a mulher.

A assessoria da Polícia Militar informou que a ocorrência foi registrada no Ciodes. Em seguida, uma ambulância do Samu 192 esteve no bairro e constatou o óbito do adolescente no local. As duas armas que estavam com o menor foram entregues na Delegacia de Crimes Contra a Vida de Vitória, que vai apurar o caso. Disse ainda que a corregedoria da Polícia Militar vai instaurar um inquérito para esclarecer todas as circunstâncias que envolveram o fato.

Fonte: http://www.folhavitoria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.