"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, julho 13, 2012

Adolescentes confessam crime em favela

Descoberta aconteceu após um patrulhamento feito pela Polícia Militar na favela onde o crime aconteceu.

Durante um patrulhamento realizado pela Rádio Patrulha na favela do Tranquilim na manhã de ontem, 4, a polícia descobriu os autores do crime de homicídio que vitimou a estudante Lázara Roberta de Oliveira Ferreira, 26 anos. De acordo com os policiais que atuaram na ação, o trabalho executado na manhã de ontem tinha como objetivo localizar um suspeito conhecido pelo apelido de "Ferrugem", que estaria com uma motocicleta roubada.

Ao chegar à favela, os policiais perceberam um adolescente que tentou se esconder ao ver a polícia. O menor foi localizado e ao ser abordado foi flagrado com uma espingarda calibre 12 de fabricação caseira. O adolescente disse à polícia que estava em companhia de outro e levou os policiais até o local onde foi encontrado o outro menor e uma arma, um rifle calibre 44, mesmo calibre que atingiu a estudante Lázara e provocou sua morte.

Com a descoberta da arma, a polícia chegou a suspeita de que a dupla possa ter sido responsável pela morte da estudante. Os dois adolescentes foram apreendidos, assim como as armas, e encaminhados para a Delegacia Especializada no Atendimento ao Adolescente (DEA), onde foram ouvidos pelo delegado Odilon Teodósio. Ao serem interrogados, os menores confessaram que mataram Lázara na madrugada de terça-feira na favela do Tranquilim.

O caso foi encaminhado para o delegado Denys Carvalho da Ponte, que desde ontem está assumindo interinamente a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) em substituição a delegada Cristiane Magalhães, que está de férias. A partir da revelação, o delegado Denys levou os adolescentes até o local onde residiam com o objetivo de localizar as roupas usadas por eles no dia do crime que seriam usadas como prova. As roupas foram localizadas. Na manhã do dia em que a estudante foi morta, a polícia havia sido informada por testemunhas que viram dois elementos entrarem na casa da vítima, e que descreveram as roupas usadas pelos suspeitos.

MOTIVAÇÃO
Durante o depoimento ao delegado Odilon Teodósio, os adolescentes relataram que mataram a estudante por "cabuetagem", ou seja, segundo os autores do crime, porque a vítima dedurou, delatou ou denunciou algo. A dupla deverá ser internada no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Acusado de Ato Infracional (CIAD), onde cumprirão medidas disciplinares.

A falta de punição para quem é menor de idade é apontada como principal causa do alto índice de crimes cometidos por adolescentes em Mossoró. Segundo um balanço divulgado pela Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), 70% dos assaltos ocorridos em Mossoró tem a participação de menores de idade.
Fonte: http://www.gazetadooeste.com.br/policia-adolescentes-confessam-crime-em-favela-2415

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.