"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

domingo, fevereiro 05, 2012

Menor mata o pai com tiro no peito

Filho não teria gostado da atitude da vítima, que vinha chamando a atenção dele por seu envolvimento com drogas.

IANE CHAVES

Com dois tiros certeiros, um no peito e outro nas costas, um adolescente de 17 anos matou o próprio pai por não aceitar ser chamado a atenção, segundo a Polícia Militar. O crime aconteceu na noite da última sexta-feira, em Divinópolis, na região Centro-Oeste do Estado, após o cabeleireiro James Welter de Tasso, de 45 anos, descobrir o envolvimento do filho com drogas.

O pai tinha um salão na cidade, onde era muito conhecido. Uma moradora de Divinópolis, que não quis ser identificada, afirmou que ele era muito gentil e querido por todos.

De acordo com o subtenente Carlos Antônio da Silva, pai e filho estavam se desentendendo desde que Tasso descobriu a ligação do filho com traficantes, há um mês. Segundo o subtenente, o pai voltava para casa depois de um dia de trabalho, quando foi surpreendido pelo filho ao abrir a garagem. Tasso foi atingido por dois tiros e chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital.

O menor fugiu na moto do pai, mas foi apreendido na madrugada de sábado em um bar próximo ao local do homicídio. "Ele confessou o assassinato e informou onde estava a arma usada no crime", disse o policial. O acusado disse ainda que matou por estar cansado de apanhar.

A delegada responsável pelo caso Maria Gorete Rios informou que ainda não é possível afirmar se o filho teria planejado o assassinato. No entanto, no inquérito testemunhas relatam que, um dia antes do crime, o menor teria dito ao pai: "Não tenho mais nada para falar com você não.
Você já era. A minha encomenda já chegou". Para a delegada, possivelmente ele se referia a uma arma. O menor foi encaminhado para o Centro Socioeducativo, onde aguarda sentença da Vara da Infância e Juventude. Ele pode ficar detido por, no máximo, três anos.

Fonte: http://www.otempo.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.