"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

segunda-feira, maio 02, 2011

AGENTES PENITENCIÁRIOS DE SÃO PAULO REFUGIAM-SE NAS PRISÕES

SP: com medo de morrer, agentes dormem em CDP

Quinta, 5 de junho de 2008


Por medo de morrer, dezenas de funcionários têm dormido em alojamentos dos Centros de Detenção Provisória (CDP) 1 e 2 de Osasco, na região metropolitana de São Paulo. Segundo o sindicato da categoria, a execução de três agentes e a descoberta de uma lista com 11 nomes jurados de morte causaram pânico, fazendo com que cerca de 60 carcereiros passassem a morar nas unidades prisionais.


A prisão de suspeitos das mortes não foi capaz de aliviar o clima de tensão. Procurada, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) disse que não comenta o fato.Entre 17 de abril do ano passado e maio deste ano, três agentes penitenciários dos CDPs de Osasco foram assassinados com sinais de execução no caminho entre suas casas e o trabalho.


Segundo o presidente do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado (Sifuspesp), João Rinaldo Machado, após a morte do último carcereiro, chegou às mãos dos agentes a lista de 11 nomes marcados para morrer, entre eles um diretor-geral e um diretor de disciplina da casa de detenção.


A Polícia Civil informou na quarta-feira sobre a prisão de suspeitos da morte dos agentes, mas o sindicato afirma que não foi suficiente.“Garanto que 50% dos funcionários não estão indo embora por receio de serem perseguidos no caminho para suas casas. Não temos proteção nenhuma”, diz o diretor de saúde do Sinfusfesp, Luiz da Silva Filho. Segundo ele, a situação também é tensa em outros presídios de São Paulo. “As cadeias estão superlotadas e o Judiciário é lento em liberar quem já cumpriu pena. Tudo pode acontecer”, diz.A solução para a insegurança foi a transferência dos ameaçados.


Em reunião nesta quinta-feira, foi acertada na SAP a mudança de quatro agentes penitenciários para unidades prisionais consideradas mais seguras.


Os diretores jurados de morte já haviam sido transferidos.


Alguns, mesmo marcados, recusam a transferência por morarem próximo a Osasco.


Para os que ficam, a solução é pernoitar, mesmo em condições precárias, no próprio local de trabalho.“O local não oferece a menor condição de conforto e até de higiene. Estão todos amontoados. Os carcereiros vivem tão mal quanto os próprios detentos”, disse João Rinaldo Machado.


Rigor


Segundo o Sinfusfesp, desde os ataques de 2006 da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), 32 agentes penitenciários foram mortos com indícios de execução.


Até o momento, apenas cinco destes crimes foram solucionados pela polícia, diz o sindicato.


A razão para as represálias aos agentes do CDP de Osasco seriam as condições precárias da unidade e o maior rigor no tratamento dispensado na casa.“O sentenciado acha que a culpa pelas regras impostas na unidade é do agente e desconta em quem está mais perto”, diz Filho.


Para ele, após a rebelião, ocorrida em abril, a cadeia, que tem capacidade para 780 e abrigava mais que o dobro disso, deveria ser desativada para uma reforma.


“As condições são muito precárias, há condenados vivendo com presos aguardando julgamento em uma cadeia de transição”, denuncia.Atualmente, a população prisional do Estado de São Paulo é de quase 200 mil detentos. O sindicato estima em 30 mil o número de servidores. Segundo cálculos do sindicato, divididos em turnos, cada funcionário precisa cuidar de 32 presos. De acordo com o Sinfusfesp, seria necessária a contratação de 15 mil novos agentes penitenciários para suprir a carência.


Redação Terra

Fonte:http://flitparalisante.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.