"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

segunda-feira, março 19, 2012

Funcionários da Fundação Casa adiam greve estadual

Em Sorocaba, a unidade continua funcionando normalmente.
Sindicato se reúne com Ministério do Planejamento nesta segunda (19).

Adriane Souza
Do G1 Sorocaba e Jundiaí

Os funcionários da Fundação Casa decidiram adiar a greve programada para segunda-feira (20) e, com isso, unidades como Sorocaba, no interior de São Paulo, continuam funcionando normalmente. O Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança, ao Adolescente e a Família do Estado de São Paulo (Sitraemfa), que rege a categoria, esclareceu na manhã deste sábado (17), que uma proposta oferecida por representantes da Fundação Casa será avaliada.

“Adiamos a greve, mas, se a proposta não for satisfatória, estamos preparados para paralisar todos os serviços a qualquer momento”, esclarece João Faustino, diretor de comunicação do sindicato. A proposta oferecida pela Fundação Casa não beneficia todas as categorias e, segundo o sindicato, isso poderá motivar a greve.

Próximos passos
Nesta segunda-feira (19), representantes do Sitraemfa deverão se reunir com membros do Ministério do Planejamento para discutir saídas para a questão salarial dos funcionários. “Nossa proposta é de um aumento de 27% para todos os funcionários, que servirá como reposição salarial. Mas, com uns 15% já seria um bom começo”, destaca o diretor de comunicação do sindicato.

No próximo sábado (24), após a conclusão da análise da proposta, os funcionários da Fundação Casa se reunirão com membros do sindicato. Se o valor oferecido pelo Governo do Estado não for satisfatório, a categoria garante que, após a segunda-feira (26), todos entrarão em greve.

“A lei determina que uma porcentagem dos funcionários continue trabalhando apesar da greve, mas o sindicato não pode garantir este número, afinal cada funcionário sabe de si e, se todos aderirem, o serviço poderá sim parar por completo”, declara João Faustino.

Negociação segue
Em todo o Estado, a Fundação Casa conta com cerca de 12 mil funcionários e, segundo o Sitraemfa, mais da metade dos trabalhadores demonstrou interesse em entrar em greve imediatamente. “A tensão para adiar a data foi grande”, comenta o diretor de comunicação do sindicato.

A assessoria da Fundação Casa avalia a negociação como positiva, com grande possibilidade de que um acordo seja firmado. A fundação pretende continuar a negociação com o sindicato ao longo da semana para que, até sábado (24) – na próxima assembleia – a situação tenha sido resolvida.


Fonte: http://g1.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.