"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sábado, dezembro 10, 2011

Tráfico triplica detenção de adolescentes

O tráfico de drogas triplicou as apreensões de menores pela Polícia Militar de Catanduva nos últimos três anos. O número de infratores a serviço do crime flagrados pela polícia saltou de 27, em 2009, para 95 até novembro deste ano. Os infratores são apreendidos em caso de reincidência ou casos graves.

A Vara da Infância e Juventude não informou o número de adolescentes internados atualmente na Fundação Casa. Segundo o juiz da Infância e Juventude de Catanduva, Alceu Correa Júnior, a maioria dos adolescentes envolvidos com o tráfico também está fora da escola. “Isso é um problema grave, resultante da desestrutura familiar”, disse.

Segundo o juiz, os infratores internados passam por tratamento adequado, mas acabam cedendo à delinquência. Além dos menores, nos últimos três anos, a PM retirou das ruas 2.153 criminosos. Para se ter ideia, esse número de presos é suficiente para lotar três Centros de Detenção Provisória (CDPs). Nos dez primeiros meses deste ano, as prisões aumentaram 30% naquela região. O tráfico também é o principal motivo das prisões de adultos.


Os entorpecentes estão diretamente envolvidos com 63% das ocorrências de detenções em flagrante. O furto aparece em segundo lugar (15%). A captura dessas pessoas é resultado do policiamento preventivo e de operações de combate à criminalidade do 30º Batalhão, sediado em Catanduva, com abrangência em 15 cidades menores, o que corresponde a um território com 300 mil habitantes. Em toda área do Departamento de Polícia do Interior (Deinter-5) foram presas 5.249 pessoas neste ano. O comando da PM não informou os números de Rio Preto.
Segundo o especialista em segurança pública, José Vicente da Silva Filho, a elevação do número de prisões é resultado do gerenciamento policial. “A prisão de criminosos é um dos indicadores da produtividade. É um parâmetro de avaliação do planejamento das ações policiais”, disse. Para o especialista, o desempenho depende do direcionamento tático dos policiais para zonas com alta incidência criminal, no empenho e motivação do efetivo.

Empenho

Segundo o capitão Luiz Roberto de Oliveira Vicente, coordenador operacional da PM, a tropa está empenhada redução dos indicadores criminais. “Mesmo com o aumento da população, da forte influência do tráfico e da manutenção do mesmo efetivo, temos conseguido queda dos casos de homicídios, roubos e furtos”, disse o capitão.

Fonte:http://www.diarioweb.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.