"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

segunda-feira, março 12, 2012

Drogas e menores em sítio

No local, foram apreendidos comprimidos de ecstasy e LSD

JHONNY CAZETTA
Especial para O Tempo

A promoter Cristiane Reynaldo Ferreira, 36, indiciada pela Polícia Civil por promover festas com bebida alcoólica liberada para menores, em julho do ano passado, foi parar novamente na delegacia, suspeita de cometer o mesmo crime. Ela e outras 15 pessoas, entre elas três adolescentes, tiveram de prestar depoimento em Conselheiro Lafaiete, na região Central, após serem flagradas, no sábado, com bebidas alcoólicas e drogas em um sítio na cidade vizinha de Casa Grande.

De acordo com o sargento Alberto Soares, a polícia chegou ao local depois de uma denúncia anônima. "Recebemos informação de moradores da região de que havia drogas e menores no sítio. Fomos até lá e constatamos os fatos", disse.

No local, foram apreendidos comprimidos de ecstasy e LSD. A Polícia Militar não soube especificar a quantidade. A maioria dos participantes da festa, entre eles a promoter Cristiane, foi liberada após prestar depoimento. Dois homens, o dono do sítio e outro que portava drogas, permaneceram presos. Os três menores foram encaminhados para o Conselho Tutelar de Casa Grande.

"Todas as pessoas eram de Belo Horizonte. Não havia ninguém da cidade no sítio. Na denúncia feita pelos vizinhos, tínhamos a informação de que um ônibus com outros convidados chegaria ao local, mas isso não aconteceu", disse o sargento Soares.

Cristiane já se envolveu em vários outros casos similares. No primeiro, ela organizou a festa batizada de "American Pie", em um salão de eventos na avenida Raja Gabaglia, região nobre de Belo Horizonte. O Juizado da Infância e Juventude esteve no local e flagrou jovens com idades entre 13 e 15 anos consumindo vodca, energético e chope. Mais de cem menores foram retirados da festa.

A polícia abriu inquérito e indiciou Cristiane por corrupção de menores e venda de produtos que geram dependência a adolescentes. Se condenada, ela poderá pegar até dez anos de prisão. Segundo um dos advogados de Cristiane, Carlos Henrique Gonçalves, o inquérito ainda está em curso e em fase de diligências.

Outro advogado da promoter, Jair Colen Filho afirmou ter tomado conhecimento do caso em Casa Grande pela reportagem de O TEMPO. "Ela (Cristiane) não me comunicou nada e aguardarei mais detalhes desse inquérito".

Carlos Gonçalves afirmou ter orientado sua cliente a ter mais cautela, evitando festas com a presença de menores e que possam ter irregularidades, como a oferta de álcool e drogas.

Entenda o caso
- 22.7.2011. O Juizado da Infância e Juventude retira 109 menores da festa "American Pie", organizada por Cristiane Ferreira em uma salão na av. Raja Gabaglia, na capital.

Comissários flagram adolescentes com idades entre 13 e 15 anos tomando vodca com energético e chope.

- 27.7.2011. A polícia abre inquérito.

- 28.7.2011. A promoter é acusada de oferecer aos adolescentes uma droga apelidada de "coquinha", uma mistura de vodca, cocaína e energético.

- 1.8.2011. A partir de um mandado de busca e apreensão, a polícia vasculha o apartamento
de Cristiane, na capital, e apreende computadores e aparelhos eletrônicos.

- 15.8.2011. A promoter vai parar na delegacia após discutir com vizinha

- 19.8.2011. Cristiane é indiciada por corrupção de menores, com pena de até dez anos de prisão.

- 24.9.2011. Ela é flagrada entre adolescentes que supostamente usavam drogas na praça da Liberdade.

Fonte: http://www.otempo.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.