"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, março 02, 2012

Números revelam que BH vive epidemia de violência

Taxa de crimes hoje é de 30 mortes para 100 mil habitantes; índice é três vezes maior que o aceitável pela OMS .

JOANA SUAREZ
falesuper@supernoticia.com.br

Os dados sobre criminalidade, divulgados ontem após 13 meses mantidos sob controle do Estado, confirmam o que a população tem sentido na pele. Minas Gerais vive hoje uma epidemia de violência. Enquanto o índice de homicídios considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de dez assassinatos para cada grupo de 100 mil habitantes, Belo Horizonte encerrou 2011 com números três vezes maiores. Foram 30,65 homicídios para cada 100 mil.

Superamos até o Rio de Janeiro, que, atualmente, registra 22,31 assassinatos para cada grupo de 100 mil. Na região Sudeste, apenas Vitória, no Espírito Santo, tem índices piores que os de Belo Horizonte: 48,2 mortes para cada 100 mil habitantes. Em São Paulo, são nove crimes para o mesmo grupo.

"Em Belo Horizonte, não existe bala perdida como no Rio de Janeiro. Os crimes aqui acontecem por disputas de gangues por pontos de tráfico", justificou o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, que ontem recebeu a imprensa, para apresentar as estatísticas, no salão de festas do prédio de luxo onde mora. Atropelado no Rio de Janeiro, no último fim de semana, o secretário está trabalhando em casa.

Os números apresentados mostram um comparativo entre os índices de 2010 e 2011. Em todas as estatísticas divulgadas, houve aumento da criminalidade. A maior elevação foi na taxa de homicídios da capital, que passou de 25,1 em cada grupo de 100 mil habitantes para 30,65, uma alta de 22,1%. Em 2011, foram 142 assassinatos a mais na capital do que em 2010 - aumentou de 620 para 762 crimes.

Nove mortes
Apenas na noite anterior à divulgação dos dados, foram registrados nove homicídios em Belo Horizonte e na região metropolitana, conforme o portal da PM. Segundo o secretário de Defesa Social, Lafayette Andrada, a média dos últimos anos é de dois assassinatos por dia na capital.

Fonte: http://www.otempo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.