"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, junho 03, 2011

Adolescente mata criança filho de sua amásia com 23 facadas no Paraná

Criança é morta a facadas pelo namorado da mãe após discussão. Vítima tinha 12 anos. Autor do homicídio foi preso e confessou a autoria do crime

Califórnia/PR – Um crime bárbaro, na madrugada do último domingo (20), revoltou os moradores de Califórnia, com cerca de 7,9 mil habitantes, a cerca de 70 quilômetros de Londrina. Uma criança de 12 anos foi assassinada com 23 facadas após um desentendimento entre a mãe e o namorado dela, de 17 anos.

O crime aconteceu no bairro Beira Rio, onde a vítima, de 12 anos, morava com a mãe e duas irmãs. O autor do homicídio foi preso e confessou a autoria do crime. Segundo o policial militar Sergio Roberto Braga, a mãe de Jonathan estava amasiada há seis meses, e no último domingo, após um desentendimento com o companheiro, saiu para buscar as duas filhas, que estavam em uma festa de aniversário, deixando Jonathan em companhia do amásio.

“Ela saiu de casa para buscar as outras duas filhas, retornou meia hora depois, colocou as filhas para dormir no mesmo quarto onde estava o filho e ficou conversando com o amásio até as 4 horas, quando ele pegou alguns pertences e foi embora”.

De acordo com o policial militar, a mãe só descobriu que o filho estava morto no final da manhã de domingo. “Ela procurava o carregador do celular que estava com o filho e, ao tentar acordá-lo, encontrou o filho morto debaixo das cobertas”.

A criança foi morta com várias facadas no pescoço e na barriga. “Como não foi encontrado sinais de luta na cama, acreditamos que a criança foi morta enquanto dormia”, disse Braga.

Na residência, os policiais encontraram a arma do crime, em cima de geladeira; e uma peça de roupa do amásio, suja de sangue, no cesto da lavanderia.

O adolescente foi apreendido enquanto caminhando em uma rodovia próxima à saída da cidade. “Ele confessou o crime com frieza e contou que matou a criança por conta do desentendimento que teve com a mãe de Jonathan”. O adolescente foi encaminhado para a delegacia de Apucarana.

“Estamos investigando outro crime que ele diz ter cometido no distrito de Ivailândia, próximo a Engenheiro Beltrão”, disse Braga. “Os moradores ficaram revoltados com a frieza do adolescente e com a futilidade do crime”, comentou o policial. (Gazeta do Povo com adaptações)

Fonte: http://routenews.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.