"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

segunda-feira, outubro 10, 2011

Governo de Minas põe fim ao contracheque impresso.

O contracheque em papel está com os dias contados no Governo de Minas. Neste mês de outubro, o servidor estadual receberá, pela última vez, seu comprovante salarial impresso. A partir de novembro, ele poderá ser acessado pelo Portal do Servidor, por meio dos caixas eletrônicos do Banco do Brasil e também pelo portal do bancona internet.

A medida foi adotada por três motivos: sustentabilidade, segurança e economia para os cofres públicos. A sustentabilidade é a base da iniciativa. Com o fim da emissão de cerca de 500 mil contracheques, todo mês, o governo deixará de gastar 250 mil folhas de papel A4, o que equivale a 500 pacotes deste padrão, com 2,33Kg cada.


De acordo com a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), 40 kg de papel produzido equivalem a uma árvore cortada. Só com o fim da impressão dos contracheques, 365 árvores serão poupadas a cada ano, ou seja, uma árvore por dia.


A questão da segurança é outro ponto importante. O contracheque impresso já chega com atraso ao servidor, devido ao complexo sistema de distribuição. Caso o documento não seja entregue em mãos, por problemas de entrega ou postagem, a confidencialidade das informações corre o risco de ser violada.


Quanto à economia, o Governo de Minas vai deixar de gastar cerca de R$ 7 milhões por ano só com a postagem e impressão do comprovante salarial.
O contracheque no formato eletrônico poderá ser acessado de diversas maneiras. “O contracheque eletrônico já existe e é pouco usado. Ele é disponibilizado para o servidor antes mesmo do crédito em conta, ou seja, no primeiro dia de cada mês”, lembra a diretora da Superintendência Central de Administração de Pessoal, Soraya de Fátima Mourthé.


Nesta segunda-feira (10), o governo irá divulgar, no Portal do Servidor, o passo-a-passo para acessar o contracheque eletrônico. Nos caixas automáticos do Banco do Brasil, basta digitar o MASP para abrir o documento. E no portal do banco na internet, não é preciso cadastro para visualizar as informações.


“Nosso objetivo, com essa medida, é unir o útil ao agradável. O fim do contracheque impresso tem caráter sustentável, pela economia de papel gerada. E também há o alto custo para os cofres estaduais. Além disso, a informação impressa chega com atraso ao servidor. O governo trabalha sempre para otimizar os gastos públicos, e essa iniciativa vai ao encontro disso”, destaca a subsecretária de Gestão de Pessoas, Fernanda Neves.


Outros órgãos públicos, como as prefeituras de Belo Horizonte e de Contagem e também o INSS, além de inúmeras empresas da iniciativa privada no país já adotaram a medida.

Fonte: Agência Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.