"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

terça-feira, outubro 04, 2011

Tecnologia e segurança em presídio recusadas por presas rebeladas de Tucum

O cenário era de destruição no interior das Galerias A e B da Penitenciária Estadual Feminina de Tucum, em Cariacica, nesta terça-feira (16), um dia após o motim realizado pela detentas, que terminou com 39 internas feridas e internadas. O local, com problemas de superlotação e falta de estrutura física, ficou tomado por roupas e colchões queimados, restos de comida e muito lixo. Durante esta terça-feira (16), internos da Penitenciária Agrícola do Complexo de Viana, realizaram a limpeza no Presídio de Tucum.
Mas, do outro lado da ponte, o Centro de Detenção Provisório (CDP) de Xuri, em Vila Velha, para onde as presas se recusavam a ser transferidas,recebia os últimos retoques para receber as internas revoltadas na próxima semana. A nova penitenciária conta com sete mil metros quadrados de área construída, com capacidade para 528 vagas. A unidade incorpora tecnologia de ponta na área de controle de acessos, circuito fechado de TV, portas de acesso com controle remoto por painel e sensores perimetrais.
Em Tucum as 346 presas ficavam dividas em 20 celas, em um prédio antigo que pertencia ao Hospital Adauto Botelho, adaptado para o presídio feminino. O berçário do penitenciária, que atendia 16 mães, funcionava em uma sala fora das Galerias e era considerado pelas detentas pequeno. Já na Penitenciária de Xuri, o berçário conta com dois alojamentos, sala de atendimento médico, e ainda uma área de lazer para as crianças, com brinquedos e livros.




Na nova unidade, cada presa vai receber uniforme, cama, e um kit de higiene (Sabonete, creme dental, escova de dentes, pente, desodorante e shampoo), além de remédios. No presídio velho, as presas não tinham uniforme e muitas vezes chegavam a dormir no chão por não ter cama suficiente. Os familiares das presas forneciam o kit de higiene e os medicamentos, por meio de malotes. As internas tomavam banho em banheiros precários em Tucum e agora passam a usar instalações modernos, com controle de banho.

Outra novidade é que as detentas vão receber, no período que estiverem presas, cursos profissionalizantes como: manicure, depilação, costura e ornamentação para festas, além da oportunidade de estudar, o que antes não era possível. O novo presídio conta com uma área de saúde, como farmácia, sala de exames, salão de beleza, e consultórios de assistência social, de odontologia e de psicologia. A visita de familiares será realizada toda semana, no pátio externo. Antes as visitas aconteciam a cada 15 dias, e os familiares podiam entrar na cela.
Foto1:Cenário de destruição em Tucum deu lugar a outra realidade com o CDP de Xuri (Abaixo)
Foto2:Complexo penitenciário do Xuri em Vila VelhaFonte: http://gazetaonline.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.